Coleção pessoal de galvibest

1 - 20 do total de 1559 pensamentos na coleção de galvibest

Engatinhar, caminhar, rolar, girar, correr, pular, pendurar-se e deslocar-se são atividades comuns que fazem parte do desenvolvimento motor dos pequenos auxiliando os aspectos cognitivos a afetivos.
Criar um ambiente infantil para que essas aulas encantem as crianças. Para isso os aparelhos usados devem ter sentido atraente fazendo que a criança se sinta no seu ambiente infantil. Virar cambalhota, estrelinhas, pique esconde, corrida de saco são eficazes e estimulantes,
Crianças a partir dos 4 anos podem fazer várias atividades monitoradas por professores especializados como natação, ginástica e circuitos psicomotores.
Após esse primeiro momento a criança pode participar sozinha de outras atividades como Judô, Capoeira, Dança, Balé, Patinação, Teatro e Natação.
A partir dos sete anos as crianças se sentem a vontade de movimentos grandiosos e então o professor de educação física deve estimular práticas esportivas competitivas como Futebol, Voley, Basquete, Atletismo... Esses esportes desenvolvem a consciência corporal e levam a formar personalidade competitiva, sentido de equipe e ao aumento da qualidade de saúde.
Outra atividade importante nessa fase é a Yoga pois desenvolve a consciência de sua importância no mundo estimulando a vontade de ter um corpo e uma vida saudáveis.
Para as crianças as atividades físicas devem ser vistas como brincadeira.
Todas essas ações devem ser acompanhadas de uma educação alimentar não impositiva onde a diversidade dos gostos devem ser respeitada. Convencer uma criança a se alimentar de forma saudável é companhia obrigatória das atividades físicas para se evitar a obesidade nessas primeiras fases da vida. Os apelos de mídia e o acesso farto as guloseimas são inimigos dessa luta contra esse carma social.
Para isso esses processos educativos devem contar com o auxílio de nutricionistas e de psicopedagogos.
Comidas coloridas, em formas de brinquedos, saborosas e fartas contribuem para uma sólida educação alimentar contribuindo para um crescimento saudável reduzindo o risco de doenças na fase adulta.

Professor Galvão

Há lágrimas que deformam belos rostos. Essas nascem de dores descabidas.
Há no entanto lágrimas que iluminam rostos sombrios, rostos sofridos, rostos de dor.
São as lágrimas de rumos de alegrias incontida. Lágrimas de glórias.
As que nascem em dores demoram a secar e constroem sulcos de sofrimento em rostos que nasceram alegres. Lágrimas sofridas que prorrogam dores não dando chance a felicidade de se mostrar. São revanches de lutas desiguais.
As que iluminam o rosto nascem do justo, da vitória mais que merecida, do mérito, do saber o dever cumprido.
As lágrimas dizem muito, dizem tudo.
Incomodam pois qualquer que seja sua origem nunca mentem.

Professor Galvão
1 compartilhamento

Derrotas fazem com que os heróis desçam aos patamares sem fundo onde a escada para a volta é a humildade.
Perder numa disputa passa a ser normal quando se aceita a derrota como comum.
Aos derrotados há possibilidades de vencer. Então, lá na frente, uma vitória apaga as dores do lá de trás fazendo do esquecimento um campo de proteção.
Vencer não pode nunca ser opção.
Vencer nunca deve ser apenas utopia.
Vencer deve ser o objetivo de todos os momentos da vida.
Vencer sinônimo de querer.

Professor Galvão
1 compartilhamento

Quando há amor há felicidade,
Quando o amor fala a tristeza silencia,
Quando há amor todas as coisas boas aparecem afugentando as mazelas perenes.
Quando o amor se faz presente os olhos brilham e enxergam as vontades do coração.
Quando o amor grita ecoa unissomo um eu te amo verdadeiro.
O amor afirma alegrias negando dores.
O amor gosta muito de amar.

Professor Galvão
1 compartilhamento

Viver de ilusão é como ir pra não chegar.
É como ter sem possuir,
Querer sem tentar,
Remar pra lugar nenhum.
Viver na ilusão é saborear pratos imaginarios,
É como sonhar e só sonhar.
Na vida devemos ser a nossa melhor verdade, a nossa mais edificante construção.
Seguir planos traçados é viver no teatro das peças alheias sem nunca protagonizar nossa identidade.
Somos autores de nossa história e nela atuamos sem as ilusões rasteiras da falta de vontade.
Existe muito de coragem em meu DNA.
E viver a sobra do medo nunca foi viver.

Professor Galvão
1 compartilhamento

Dos prefácios que fiz de meu tempo vi harmonias, vi horrores, vi amores, vi desuniões, vi sonhos parados no medo.
Nesse prefácio pude me guiar.
Pude crescer.
Aí vinheram os epilogos e neles os resumos.
Vida resumida.
Vida do daqui a pouco.
Nos pontos finais a felicidade de ter vivido o enredo do viver.

Professor Galvão
1 compartilhamento

Viver nossa vida sem querer viver a vida dos que nos cercam.
Ser lembrança primária sempre que o pensamento envolver caráter, humildade, alegrias, solidariedade, transigência e, sobretudo, amor.
Sejamos reflexo de felicidade.
Que nossa imagem associe coisas boas ao dia que nasce no universo de muitos.
Que nossa existência seja o exemplo a ser seguido.

Professor Galvão
1 compartilhamento

Prazos dados ao sofrimento principiam dores esquecidas nos idos covardes de nossos medos.
Somos o nosso próprio universo.
Cabe a nossa vontade exploralo.
Somos livres em nossas vontades, em nossos sonhos, em nossas atitudes.
Livres nas nossas escolhas e delas reféns.
Viajamos aos cantos de nosso imaginário e se nele chegarmos somos a vitória da realidade.
Sonhar é preciso e viver a realização de cada um desses sonhos obrigação.

Professor Galvão
2 compartilhamentos

Te ter em meus braços é como ter todas as felicidades do mundo.
Te acalentar é resumir as minhas maiores alegrias em um só ato.
Te fazer sossegar é ir o mais próximo possível de minha capacidade de sentir amor.
Quando estou com você em mim estou no melhor paraíso jamais sentido.
Quando te olho ali tão pequena ainda sei que viver é maravilhoso.
Quando te noto neta me vejo o avô mais completo do mundo.
Resolvi te amar mais que posso.
Vou ser sempre seu maior amor.

Professor Galvão
1 compartilhamento

O amor que trago comigo consome tristezas convertendo dores numa alegria sem fim.
O amor que sinto e primo do bem querer e averso das imposdibilidades.
O amor que trago lá dos idos construiu amigos, camaradas, parceiros de tudo sempre.
O amor que inunda meus dias nasceu comigo, está comigo, vive o dia a dia nas minhas caminhadas.
O meu amor desmedido não senta ao lado do egoísmo, ao colo da soberba, na mesa da intransigencia irmanado a desconfiança.
Meu amor tem força, tem caráter, tem verdades.
O meu amor tem nome e sobrenome.
O meu amor me trás vida e me leva pelas mãos ao encantamento de mim mesmo.
Seu nome é verdade.

Professor Galvão
1 compartilhamento

De vontades e atitudes seguimos rumos, buscamos sonhos, ideais.
Vão os dias de apostas, dias em lutas desiguais.
Viagens de ideais longínquos, abstratos de mentiras, recitais de dúvidas onde o que vem nunca chega.
Amores esmorecidos em esquinas de ímpares.
Pares incertos.
O amor remói verdades, verdades de sombras luminosas.
Contrastes.
Perseguições animadas...
Vidas apoiadas em ilusões.
Vidas que a vida leva.

Professor Galvão
1 compartilhamento

Nada nos aproxima mais da dor frustrante que queima a alma que a ingratidão.
Ela é covarde, mentirosa, criminosa.
Quem a comete pasa a ser um lixo que respira e só respira.
Ingratidão é um ódio acéfalo que tem seu único e podre objetivo de maltratar.
Para o ingrato o ontem não existe pois ao seu modo de vida o que conta é seu absoluto vazio de caráter.
O ingrato nunca reconhece o amor que ganhou lá atrás.
É um sonegador de dedicações.
Um atraso de pessoa.
Machuca quem sempre lhe dedicou apenas amor.

Professor Galvão
1 compartilhamento

Muitas de nossas tristezas nascem de acúmulos desnecessários. É como guardar inutilidades.
Essas inutilidades passam por várias vidas sem lhes acrescentar nada. Relações estagnados numas mesmice enfadonhas.
Mágoas de nada e de muitos. Medos criados.
Obseções por pouco na preguiça por buscar o necessário.
Assim o tempo vai passando arrastando com ele a felicidade do simples, do que realmente vale apena.
Viver e ser feliz sem os estágios estagnados do apenas existir. Boa terça. Beijo na alma.

Professor Galvão
1 compartilhamento

Das vezes em que o medo dominou minhas atitudes pude ver o quanto de maravilhas eu perdi.
Perdi amores por medo de falar.
Perdi amigos pelo medo do perdão.
Perdi anos por medo de míseros segundos.
Perdi vontades em meio a comodismos.
Com a coragem vivi meus melhores momentos.
Conquistei amores que o medo havia afastado.
Conquistei amigos num monte de demagogias.
Conquistei sonhos onde haviam pesadelos.
A coragem faz felicidades.
O medo atrai dores.

Professor Galvão
1 compartilhamento

Não interprete os textos alheios sem antes entender o momento e os motivos de sua redação.
O que faz uma pessoa sofrer é de sua intimidade e muitas vezes não sujeita a invasões.
Dor não se combate com críticas, cobranças, lições de moral, exemplos pessoais.
Remedia-se muitas vezes com silêncio.
Por isso respeite o momento alheio para ter direito ao seu sofrer calado.

Professor Galvão
1 compartilhamento

Não atribua ao caos suas opções de viver.
Não culpe os outros por seus fracassos.
Não passe pra frente seus medos buscando coragens nas fraquezas dos mais humildes.
Não busque amor onde você deixou esquecido ódios criados na inconveniência da sua incapacidade de gerenciar seus desejos.
Faça o seu melhor mesmo que seu melhor esteja ao lado de sua limitação de lutar.
Não vague pelo escuro caminho das dúvidas.
Busque certezas.
Faça-se melhor.
Seja melhor.
Viva melhor.

Professor Galvão
2 compartilhamentos

Eu sou um idoso jovem e vivo hoje as consequências de minhas escolhas e não de chances.
Minha opção é a motivação e não a manipulação.
Não serei jamais prática de uso de ninguém e lutarei com tudo para ser útil aos que quero.
Serei notado pelo que faço e não pelo que tentarão fazer comigo.
Me amarei sempre e jamais sentirei autopiedade.
Seguirei aquilo que acredito ser pra mim o melhor sem que a opinião de fora seja norma.

Professor Galvão
1 compartilhamento

Eu nunca mendigarei atenção.
Nunca estarei na primeira fila dos bajuladores.
Nunca desprezarei um abraço mesmo que esse nasça de um desejo falso.
Nunca serei indiferente a ninguém, mesmo aos que me tratem com indiferença.
Nunca estarei na companhia do ódio.
Serei sempre misericórdia,
Serei sempre perdão,
Serei sempre verdade,
Serei sempre o melhor porto seguro aos que me buscam.
Pois de mim só se arranca verdades.
E minha verdade é o amor.

Professor Galvão
1 compartilhamento

Eu mudei por que amadureci...
Mudei por que passei por tantas coisas ruins onde erros se avolumaram formando parte das vergonhas que vivi.
Decepções muitas com muitos...
Falsas miragens de amizades falsas...
Conheci pessoas maravilhosas em momentos adequados e em outros nem tanto.
Pessoas inspiradoras.
Nessas inspirações me busquei no canto onde eu tinha me abandonado.
Voltei a sorrir.
Eu melhorei mas nem tudo e nem todos me acompanharam

Professor Galvão
2 compartilhamentos

Anule seus medos revendo suas coragens esquecidas nos cantos escuros dos seus sonhos interrompidos.
Viaje nos limites de suas vontades.
Revolte-se contra as mesmices.
Açoite as dores com punhados de prazer.
Reviva amores,
Esqueça dores,
Some amizades,
Diminua desafetos,
Cobre menos,
Cobre-se mais.
Viva as curvas alimentando seus riscos.
Arrisque o fora do comum.
Volte ao melhor você.
Viva com vontade de viver.

Professor Galvão
1 compartilhamento