Coleção pessoal de dhiefersonlopes

1 - 20 do total de 271 pensamentos na coleção de dhiefersonlopes

A preguiça para com algum ser humano, uma vez adquirida, é a única que eu não consigo superar.

Dhieferson Lopes

Aproximo-me daqueles que cultivam e disseminam o amor e suas vertentes benévolas. Sou um templo de sentimentos bons. O conjunto que compõe o meu ser não se encanta e não permite a entrada da maleficência e seus discípulos.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento

Há uma infinidade de sentimentos espalhados por aí, e uma tempestade deles dentro de mim.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento

Quando a indiferença silencia a paixão não há voz que enuncie sentimento capaz de emitir um sussurro de interesse.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento

Pelos olhos contei meus segredos
Através dos gestos falei do meu sentimento
Com minha boca discursei toda a relevância

Pela respiração expus minhas emoções
Através do abraço exemplifiquei a saudade
Com minha língua manifestei o desejo

Pelos desenhos que o meu rosto faz eu demonstrei o ciúme
Através do calor corporal expressei o afeto
Com o toque disseminei o prazer

Com todo meu corpo falei
Mas tudo foi em vão
Ele desconhecia a língua do amor.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento

Eu a vi abdicar seus anseios para suprir as minhas vontades. Ela negava os seus desejos para proporcionar-me o contentamento. Aquela mulher, constantemente, de tudo fazia para ver meus lábios desenharem um sorriso. Minha mãe deu-me os primeiros contatos ao amor – a versão mais afável, condescendente, admirável e grandiosa, um sentimento quase palpável. Quando o meu afeto para com alguns colegas vizinhos e da escola evolucionou, uma vertente pura e doce do amor eclodiu. Nomeados como amigos, aqueles indivíduos engrandeceram-me. Trouxeram-me confiabilidade e companheirismo. A companhia deles já era o bastante para o despertar da felicidade. Minha adolescência mostrou-me uma nova vertente do amor. Esta se manifestou por alguém fora do meu âmbito familiar. Sufocamentos demasiados, suspiros intensos, batimentos cardíacos acelerados, ciúmes incoercíveis, risos soltos e incontroláveis eram alguns dos sintomas que esta recente revelação trazia. A vontade de crescer enquanto ser humano e o talante de fazer o outro feliz me dominavam. Meu repertório pessoal fora crescendo. Modos de defesas foram surgindo, causados, especificamente, pela não correspondência, por outros, ao meu sentimento. O amor havia se tornado minha concepção absoluta, o resto se pusera como elementos secundários, coisas levadas pelo vento e exterminadas pelo tempo. O amor é minha lei primordial. Ele estivera junto a mim desde os meus primeiros passos de vida, permeando por todo meu processo evolutivo, e assim permanecerá até quando algum vestígio meu existir.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento
Tags: amor ágape

“Um amor desigual àquele que se manifesta entre os heterossexuais não é natural.” Esse foi o caminho mais simples, encontrado pelos leigos, para definir o que as línguas não conseguem pronunciar e o que as palavras são incapazes de exprimir.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento

A obtenção, o acompanhamento ou o auge do padrão estético de uma época, conhecido como beleza externa, não compensa, não diminui, tampouco inibe, a imundície interior do ser humano.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento
Tags: filosofia conceito

Deito na cama com os braços e pernas esticados em direções opostas. Formo com o corpo o desenho da antepenúltima letra do alfabeto. Sinto um formigamento na ponta de cada um dos meus dedos, como se meu interior estivesse saindo através das extremidades das minhas unhas. Encontro-me no vácuo, sem o meu espírito, vazio como o nada, assustadoramente oco. Vejo minha alma a me observar, flutuando próxima ao teto do meu quarto. Ela me fala das suas frustrações, do quão pequeno é o espaço para ela viver, das imensas limitações impostas pelo sistema vil e comprometido criado pelos indivíduos terrestres. Conta-me sobre a liberdade, desconhecida por praticamente toda a massa. Ela ri sarcasticamente e faz cara de decepção ao falar sobre as pessoas que se julgam libertas, quando estão a viver reféns de padrões estéticos; obrigadas a seguirem um modelo definido como certo; estagnadas às normas do capitalismo; presas aos conceitos e aos dogmas incodizentes aos anseios mais puros de seus instintos. Chora por viver junto à suas semelhantes que, talvez, morrerão sem descobrir essa vertente crucial da vida e ao mostrar suas asas estendendo-me a sua mão para levar-me a liberdade. O despertador anuncia o nascer de mais um dia, é hora de acordar.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento
Tags: alma sentimento

A água cai do chuveiro até atingir as minhas costas e percorrer as curvas do meu corpo. Olho até o líquido no chão que segue para o ralo. Ao entrar em contato com a minha pele, a água assume tons distintos. As cores diversificam-se conforme meu estado. O líquido é tingido pelas minhas emoções, ele sofre metamorfose ao tocar e correr pela minha pele que exala uma porção demasiada de sentimentos. A raiva faz a água contrair um tom vermelho sangue, a luz do banheiro adquire autonomia acendendo e apagando em intervalos incalculáveis. A felicidade gera um líquido verde, um aroma viciante, tranquilizante e sedutor ocupa o pequeno cômodo. O ódio gera uma lama escura, os músculos se contraem, as sobrancelhas tornam-se uma só linha, a locomoção é impossível, a escuridão domina o pequeno cubículo, os olho se tornam incapazes de ver. A água funde-se em tons marrons e cinzas ao deparar-se com a tristeza, o corpo se contrai, a respiração fica ofegante. As lágrimas são incontroláveis pelo consciente, jorram dos olhos como cachoeiras em meio a uma tempestade.
O amor transforma o transparente da água em azul reluzente, feito água do mar quando atingida pelo sol de fim de tarde, a água purifica o azulejo tirando a sua cor, focos de luz cintilante saem das paredes,do teto e do piso, o corpo assume uma postura leve, como se não existissem partes palpáveis. A respiração invade o interno, atinge todos os pontos e extremidades do corpo. Minha alma salta, gira freneticamente sem medo de obter lesões ao atravessar, com braços e pernas, as paredes. Um sorriso abrilhanta a minha face, a benevolência domina todos os cômodos da casa. Sou sentimento em carne e osso, meu corpo é um depósito formado para comportar minhas emoções colossais.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento
Tags: sentimentos amor

Palavras se alastram diante da imensidão. O universo é um ouvinte atento e onipresente, ele escuta tudo aquilo que sai da nossa boca e nos devolve, em acontecimentos, as palavras que proferimos. A vida é um espelho presente em todos os ângulos e dimensões, imperceptível aos nossos olhos, os casos vividos por nós são reflexos das nossas atitudes.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento
Tags: filosofia conceito

Ofereça liberdade ao seu filho, não estabeleça as cores a serem utilizadas. Apresente todos os tons a ele, auxilie-o a manusear os lápis e o deixe colorir o mundo conforme seu instinto e individualidade.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento
Tags: filosofia conceito

A monotonia me frustra. Minha alma anseia pelo novo. A descoberta me seduz. O replay presente no sistema pelo qual vivemos gera repulsa, a única resposta dada pelo meu ser às repetições contidas na rotina é a aversão.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento
Tags: monotonia pensamento

Acabo de ver um homem e uma mulher de mãos dadas na rua. Que pouca vergonha! Não há como exigir respeito quando se age com desrespeito perante a sociedade. Esses heterossexuais passam dos limites. Tudo bem ser um, mas ninguém precisa saber. Estão pedindo para apanhar. E, ainda, depois que são espancados saem a dizer por aí que foi por causa de heterofobia. Para eles tudo agora é heterofobia.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento
Tags: heterofobia ironia

Machucados corporais saram, com o tempo formam-se as cicatrizes, não tornam a doer como quando se originaram. Feridas na alma são desprovidas de cura definitiva, haverá, esporadicamente, um resquício que fará com que a lesão torne a sangrar novamente.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento
Tags: filosofia conceito

Sentimentos parciais trazem-me abnegação. Indivíduos vazios despertam-me pena excessiva, me causam repulsa. Pessoas, emoções, sensações, e outra infinidade de aspectos fracionados não me fazem vivo, não me cativam, não me animam, são incapazes de instigar em mim qualquer migalha de interesse.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento
Tags: sentimentos emoções

Carta de um ex-apaixonado

Imune dos teus ataques estou. O conjunto formativo do meu ser criou um escudo imbatível. Ele responsabilizou-se a proteger-me. Em algumas ocasiões posso aparentar ser frio, mas esta é apenas uma resposta automática do meu corpo que visa evitar recaídas. O amor, próprio e para com os outros, ainda se encontra no meu interior.
O fato de você me ignorar já não me faz sofrer noites de ansiedade, meus pés não soam demasiadamente, como antes, a espera de uma resposta sua. Sua frieza já não me arranca lágrimas. A sua ausência deixou de me causar dores internas. Meu corpo aprendeu a comportar-se no mundo sem o seu do lado.
Você trouxe a mim outra concepção do uso do amor para com indivíduos frios. Deixei de me portar como quando me conhecera. Pensava eu que aqueles incapazes de corresponder um amor e/ou exageradamente insensíveis não carecessem de amor. Todavia eu estava equivocado, eles necessitam muito mais de amor que os demais, eles não sabem o que é esse sentimento, estão estagnados às geleiras contidas em suas almas, desconhecem o calor e a vivacidade proporcionados pelo amor.
Mesmo após ter a ciência que você precisava extraordinariamente de amor, ainda assim, eu decidi afastar-me de você. Cresci enquanto habitante deste mundo de errantes. É natural procurar seres evoluídos quando nos elevamos como ser humano. Cansei de transbordar amor pelos poros e permitir percorrer sentimentos benévolos pelo meu corpo aos inaptos a corresponder tamanha magnificência.
Ignorar não faz parte de mim, ainda lhe tratarei como alguém valioso. Porém você jamais terá o que um dia fora capaz de receber da minha pessoa.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento
Tags: conto amor

Sexualidade não determina a personalidade do indivíduo.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento
Tags: filosofia conceito

Os dias se frustram com a monotonia. Nossa jornada carece de novos caminhos e possibilidades para que o desânimo não nos consuma. A vida tem um constante anseio pela descoberta, ela requer a criação e a vivência de novos roteiros.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento
Tags: filosofia pensamento

Guardo a sensação do seu abraço e do seu beijo em algum lugar dentro de mim. Todas as vezes que eu não me sinto bem, eu a deixo escapar parcialmente para que esta invada o meu redor, acalme meus pensamentos, diminua minha dor e conforte a minha alma. Sigo preservando esse sentimento que reflete no meu espírito, o máximo que posso, até encontrar-te novamente e preencher o meu reservatório.

Dhieferson Lopes
1 compartilhamento