Coleção pessoal de Atsoceditions

1 - 20 do total de 88 pensamentos na coleção de Atsoceditions

⁠A FENOMENOLOGIA DO AMOR 4
Toda consciência é consciência “de”.
Só amamos, odiamos, ouvimos, vemos,
Aprendemos, tocamos, percebemos...
O que tem sentido para nós de ser...

Cleberson Eduardo da Costa

O significativo é o que cativa e abduz...
A nossa alma, corpo e consciência...
E todo o resto para nós não existe...
É desprezo, inclusive, a tudo o que insiste:
É ausência, displicência, indiferença...

CLEBERSON EDUARDO DA COSTA
1 compartilhamento

⁠A FENOMENOLOGIA DO AMOR 2
O que persiste, de tudo o que dito existe,
É somente o que revela a nossa vontade...
Seja ela a da alma, da paixão, do encanto,
Do beijo, do coração ou da necessidade...

Cleberson Eduardo da Costa

⁠A FENOMENOLOGIA DO AMOR 1
O que existe, de tudo o que dito existe,
É somente o que revela a nossa intenção...
Seja ela a do corpo, do espírito, do espanto,
Da intuição, da curiosidade ou da razão...

Cleberson Eduardo da Costa

⁠Dar dinheiro e/ou poder aos medíocres não é libertá-los da mediocridade, mas sim potencializá-los: é torná-los mediocrizantes, mediocrizáveis e/ou mediocrizadores, isto é, capacitá-los para poderem mediocrizar tudo em derredor.

Cleberson Eduardo da Costa

⁠PARADOXOS DO MUNDO PÓS-MODERNO 1
Os miseráveis querem parecer ricos; 
Os insignificantes – inesquecíveis, mitos;
Os derrotados querem parecer vencedores;
Os maléficos – benfeitores;
As ilusões – verdadeiros amores...

Cleberson Eduardo da Costa
Tags: filosofia livro

Não confunda humildade com espírito de subserviência e/ou complexo de inferioridade; da mesma forma, não confunda amor próprio ou consciência do próprio potencial com arrogância ou complexo de superioridade.

CLEBERSON EDUARDO DA COSTA
Tags: filosofia superação

O amor, ainda que tardio,
Livra-nos de quem não tem,
Nunca teve, e nem nunca terá
A fiel intenção ou capacidade de amar-nos...

CLEBERSON EDUARDO DA COSTA
1 compartilhamento

O amor, ainda que tardio,
Rouba-nos da tristeza...
E devolve-nos para a felicidade...

CLEBERSON EDUARDO DA COSTA
2 compartilhamentos
Tags: livro filosofia

Primeiro dissimulam te odiar; depois te desprezam, falam mal... E até zombam de você – sem motivos, é claro!
Passado algum tempo, te observam, te comparam e, mesmo tentando não demonstrar, passam a te admirar, a quererem estar perto de você, a participarem do seu círculo de amizades, a se envolverem em sua vida, etc.
Você então permite, aceita, e até dá corda só para poder ver até aonde vai a contradição humana.

CLEBERSON EDUARDO DA COSTA
1 compartilhamento
Tags: livro filosofia

Sua namorada não é sua... Ela não é sua propriedade. Ela é apenas uma pessoa que, como qualquer outra, deseja ser ou estar feliz e, nesse momento, a fim de saber exatamente quem você é, está passando um tempo ao seu lado.

CLEBERSON EDUARDO DA COSTA
1 compartilhamento
Tags: livro filosofia

O amor...
Só ama o que talvez possa ser...
E despreza tudo o que já sabe que é...

CLEBERSON EDUARDO DA COSTA
1 compartilhamento
Tags: livro filosofia

O amor, embora não saibam muitos,
É substantivo masculino, mas, na prática,
Tem alma e sapiência de mulher...
Porque “amar” é um verbo que só se conjuga
“Se” e “quando” ela quiser.

CLEBERSON EDUARDO DA COSTA
1 compartilhamento
Tags: livro filosofia

Diz o amor:
Nem tente me desprezar...
Eu sou verdade, sinceridade...
(nem sempre fidelidade...)
E, mesmo nos corações mais duros,
Caso queira, caso haja necessidade...
Caso haja vontade, cumplicidade,
Eu sou capaz de entrar...

CLEBERSON EDUARDO DA COSTA
1 compartilhamento
Tags: livro filosofia

Diz o amor:
Nem tente me prender...
Eu sou a inconstância do tempo...
Passo manhãs, tardes e noites...
Nas asas cosmopolitas do vento...

CLEBERSON EDUARDO DA COSTA
1 compartilhamento
Tags: livro filosofia

Querer fingir ignorar o amor (quando ele já tomou-nos de nós mesmos) é não somente burrice, mas também perda de tempo e de vida, porque ele vai ficar ali, adormecido em nosso peito, dissimulando-se de morto, esperando apenas uma oportunidade ou fraqueza da nossa parte para poder despertar ou ressurgir ainda mais vigoroso do que nunca.

CLEBERSON EDUARDO DA COSTA
1 compartilhamento

O OPOSTO DO AMOR

O oposto do amor
Não é a indiferença,
Nem tampouco o ódio,
Como muitos pensam ou dizem.
Mas o poder.

Quanto mais poder
Você quiser exercer
Sobre quem diz que ama,
Menos essa pessoa irá te amar:
1- Suportar-te não é amar-te;
2- Depender de ti não é amar-te;
3- Vender-se a ti não é amar-te;
4- Subordinar-se a ti não é amar-te;
5- Ter gratidão a ti não é amar-te...
O amor precisa de liberdade.
O amor só dura em liberdade.
O amor é e sempre será livre.
O amor é livraria.
O amor liberta e não aprisiona.
O amor emancipa.
Sem liberdade no amor,
Sem livrarias,
Os livros raros não podem ser lidos...
E muito menos compartilhados...

Não apeguem-se aos livros que,
Muitas vezes apenas pela metade
Vocês leem, e muitos menos ainda aqueles
Que vocês só escolhem pelas capas.

Doem-se. Doem-se como livros!
O amor é uma dádiva!!!
O amor precisa ser compartilhado.

CLEBERSON EDUARDO DA COSTA
1 compartilhamento

“Filósofo é aquele que problematiza a existência, que busca clarificar a vida, objetivando fazer-se capaz de transformá-la, sempre que se fizer necessário, ou simplesmente administrar o caos.”

CLEBERSON EDUARDO DA COSTA
2 compartilhamentos
Tags: filosofia filósofo

Nem tente, agora,
Fazer o impossível:
O tempo já mudou a rota do meu coração
Rumo a uma nova paixão.

CLEBERSON EDUARDO DA COSTA
1 compartilhamento

Nem tente, agora,
Resgatar-me da chuva:
Nela estou a dançar,
Certo de que, em breve,
Outra primavera surgirá.

CLEBERSON EDUARDO DA COSTA
2 compartilhamentos