Coleção pessoal de AntoniaDiniz

Encontrados 20 pensamentos na coleção de AntoniaDiniz

A sensibilidade é o nascente da poesia
Antonia Diniz

Antonia Diniz
1 compartilhamento

Quero continuar olhando o céu
e vento no seu azulado universo
o sorriso de uma criança
Há esperança, há esperança!
Elas ainda nascem pra alegrar
nossas vidas.
Sei que chorei quando nasci
talvez não quisesse vim pra
esse mundo imundo
Não teria visto o sofrimento
da rosa de Hiroshima
Mas mesmo em um mundo atômico
Ainda vejo sorrisos
Estupidas guerras, egoístas, fundamentalistas
imbecis que fedem em jardins sem rosas
infâncias interrompidas
despertando no vento o cheiro
da morte, apagando sorrisos
Quero continuar olhando o céu
ainda há esperança, há esperança
no sorriso de uma criança.
Elas ainda nascem em jardins sem
rosas,sem cor e sem perfumes
Elas ainda nascem! Há esperança.
Em quanto nascer crianças.
Há esperança.
Antonia Diniz

Antonia Diniz
1 compartilhamento

O mundo é uma selva de humanos famintos por poder, para sobrevivermos teremos que enfrentar um tigre todos os dias.
Não é moleza não!
Antonia Diniz

Antonia Diniz
1 compartilhamento

Enquanto existir amor,poesia e rock in roll nada vai me fazer perder o sorriso e a esperança de encontrar por aí felicidade. Antonia Diniz

Antonia Diniz
1 compartilhamento

Quando alguém disser que te ama
tenha duvidas, mas preste atenção
nas atitudes.Essa é a maior prova
de amor que existe
O "eu te amo" sem atitudes é apenas uma
palavra banalizada por muitos.
Quando tiver a certeza que alguém
te ama de verdade, valorize!
Antonia Diniz

Antonia Diniz
1 compartilhamento

A sedução independe da idade
não vou ficar usando esses
cremes de beleza pra rebocar
minhas rugas, sou bem preguiçosa
e sem paciência pra ficar dando
importancia para as marcas do tempo,
elas chegam com tudo e não há milagre pra isso.
Daqui pra frente olhem mais
pra minha beleza interna, ela é inteligente,
culta, divertida e sem frescura,,,ha,ha,ha
"Antonia Diniz"

Antonia Diniz
1 compartilhamento

O dia nasce para amadurecer a noite
que cai na solitária onda do tempo
Aquietando um silencio e as sombras
que entre a dor e o amor acalentam
a esperança de corações
Como o meu e o teu, que em meio a tempestades
não se escondem e nem teme o medo
de fazer loucuras e na futilidade de cada momento
explora o que chamam de pegado
Que me julguem, pouco importa
quero mais que meus sonhos inundem o sol
e que a noite me traga desejos insanos
envenenados de excitação pela vida
No amanhecer de cada dia novas mudanças
para que eu possa novas loucuras cometer
ate o ultimo dia que me restar
e poder abrir meus olhos para novos sonhos
que entre sorriso, loucuras e canções
alguém possa me encontrar embriagada
em delírios de paixões
que devaneiam sons que esfolhem os Blues.
Antonia Diniz

Antonia Diniz
1 compartilhamento

Amor é poesia
Amor é poesia, alegria,
fantasia,tolerância.
Quando se tem algo
que não seja próximo disso
não deve ser amor talvez ilusão.
Amor se completa não tem inveja,
não se envaidece
è a cumplicidade perfeita.
Amor não é correnteza
mas, é o ar, é o vento, é livre,
Amor não humilha, não prende,
não mata, amor é total liberdade,
amor é poesia.
(Antonia Diniz)

Antonia Diniz
1 compartilhamento

Não seria feliz sem a arte em minha vida
a música, os livros, os quadros nas paredes,
as artes de ruas, as interpretações de textos
no teatro, a dança,a forma como ela conduz
vidas são luz divina e extraordinariamente incrível
viajarei eternamente nesse mundo encantado.
Como dizia: Friedrich Nietzsche
Temos a arte para não morrer da verdade.
Antonia Diniz

Antonia Diniz
1 compartilhamento

A arte é a forma mais perfeita de se resgatar
um ser humano,que quer se regenerar
das coisas ruim, ainda tenho a esperança
que ela seja a arma que vai combater as guerras.
Antonia Diniz

Antonia Diniz
1 compartilhamento

A poesia pulsa no sangue
A poesia pulsa na alma
A poesia pulsa no coração
A poesia é calmante
A poesia é doce e sal
A poesia é o sol é a lua
A poesia dança, ama
A poesia faz amor em muita cama
A poesia se apaixona e odeia.
Ela mata, ela fere
A poesia é o mar envolto
A poesia é a areia na praia
A poesia é o ser humano
A poesia é a criança
A poesia é o sol nascendo e si pondo
A poesia é alegria, tristeza, politica, safadeza.
A poesia é delicadeza.
A poesia é imensidão, infinita, universal
A poesia é o nascimento é a morte
A poesia é a noite é o dia
A poesia é vida.

Esse poema está a minha segunda antologia, publicada pelo Beco dos Poetas

Antonia Diniz
1 compartilhamento

De Cara Limpa e Alma Podre
Tem pessoas que tem uma alma
que parece um esgoto. Podre!
Mas a cara é limpa para disfarça
suas maldades.
Antonia Diniz

Antonia Diniz
1 compartilhamento

A Vida é bela mais um dia morrerei, e não quero data de morte, um poema de amor me basta

Antonia Diniz
1 compartilhamento

Use seu sorriso para aqueles que só querem ver as suas lágrimas.

Felipe Magister
10 compartilhamentos

As palavras tem poder de ti fortalecer ou de enfraquecer, a poesia é um antídoto para qualquer mau, ela cura as fraquezas da alma.

Antonia Diniz
1 compartilhamento

Meus sonhos andam magros,
esqueléticos, esquizofrênicos
Ando entre a loucura e a lucidez
as vezes me perco num labirinto
de buscas e em meus encontros
desastrados sofro, viro mesa
esvazio copos, viajo na insonia
E na magreza dos meus sonhos
não consigo mais me lembrar
do teu amor, que me alimentava
foram se as lembranças que por
tantos anos engordaram meus pensamentos
Sinto falta, mas os nossos castelos
são de areia e quando vem a maré
eles se desmancham
e não tem jeito de reconstruirmos
Antonia Diniz

Antonia Diniz
1 compartilhamento

Essa minha mania de psicóloga!
eu é que acabo louca
sem saber o que fazer com os
malucos que encontro em minha vida
Pena que não aja um manicômio para corações
Porque eu estou precisando de internações
Minha cabeça é normal, mas meu coração
é um desequilibrado total, ama feito um tolo
e sofre como um bobo.
Antonia Diniz

Antonia Diniz
1 compartilhamento

(Amigo de Verdade é Joia Rara)

Quero ignorar o ignorante
para não me igualar
a sua rude ingratidão
quero de calma encher meus dias

Quero ter a felicidade
nas ásperas asas do cotidiano
não quero me irritar
com certas bobagens

Não quero ser tão humilde
ha ponto de me ajoelhar pra ninguém
tenho a medida certa para meu caráter
não se tornar falho e egoísta

Cativo e namoro todos os dias
as minhas amizades
são conquistas que não se
encontra em feiras livres

Ter amigos de verdade se conta nos dedos
e eu costumo guarda-los como uma joia rara.

( Antonia Diniz)

Antonia Diniz
1 compartilhamento

(Goteiras dos Meus Olhos)

Escorrem nas goteiras dos meus olhos
chuvas forte de verões passados
para que a correnteza não me leve
me seguro na esperança de um novo dia

Chega a tarde e mais uma nuvem
se forma no céu dos meus olhos
São chuvas de verão que sempre
vão lavar minha alma

As chuvas caem no rio e voltam
em formas de nuvens
e a vida é bela, abrirei as janelas
e rasgarei sobre a terra pedaços de mim
que serão plantados

Sabendo que a vida é passageira
e depois que a morte me levar não tem volta, então, eu brinco com a sorte,
de ir e vim nas chuvas de verão

Não me importo com as goteiras
que vaza dos meus olhos
contemplo as gotas que caem
com o cheiro da terra molhada

Com a alma lavada, de amores que passam
amores impossível, amores duradouros
a aproveito em quando durar a minha ilusão
sendo cautelosa a penas com as enxurradas, porque a vida é bela.

(Antonia Diniz)

Antonia Diniz
1 compartilhamento

(Eu Amo Viver)
Faço de mim um instrumento da arte
e que me toquem poesias como arpas
e canções e mãos de pintores
que as paixões sempre me traga
enxurradas de emoções

Faço de mim a mais romântica
e mais amada, porque o amor
que mais amo é próprio.

Faço de mim a mais forte para enfrentar
o preconceito e a descriminação
no qual relembro em cada poema
que escrevo e saibam que não vou dar trégua para a sua ignorância.

Faço de mim uma alma forte
como a ventania
por que a fraqueza não me abre portas
e eu preciso passar e fazer a vida pulsar
dentro do meu coração

Faço de mim a busca na melhora dos meus
defeitos, para aceitar os nãos da vida
como se fossem normais

Faço de mim um escudo para atravessar desertos e ser capaz de enfrentar redemoinhos e não ter medo de seguir
meu caminho
ouvindo nãos sem desistir de procurar
os meus sonhos.

Eu só quero desfrutar intensamente
da vida, mesmo com meus medos
poder sorrir, cantar, brincar, dançar
e me vestir com as cores do arco-iris
me entregar a todos os amores, me apaixonar, tentar viver sem preconceito
ou pudores. Eu amo viver!

(Antonia Diniz)

Antonia diniz
1 compartilhamento
Tags: amor carinho