Telmo Cordeiro

1 - 25 do total de 87 pensamentos de Telmo Cordeiro

Palavras...

Tudo o que eu nunca te dei, meto em palavras, porque na forma abstracta das minhas palavras transbordam sentimentos concretos, sentimentos que mudaram a minha vida, que roubaram o meu sorriso, que me afastaram de muitas pessoas, sentimentos que me afastaram de ti, percebes então o porquê dessas minhas palavras ?
Palavras, que desapareciam quando nos encontravámos na rua;
Palavras que não percebem o porquê deu querer gastá-las a dizer-te que foram as palavras que eu não te disse e que com a ajuda do destino nos afastaram um do outro...
Palavras...

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

Sentido
Procurei nas emoções das paixões;
Vasculhei em cada segundo das aulas;
Fui ao mar, para saber se estava nas suas ondas;
Precisava de encontrar um sentido para a minha a existência;
Foi então que me molhei na chuva e percebi que ele estava na poesia da terra e dos céus;
E tive aquele sentimento de "bem-estar" senti-me concretizado;

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

Fui imprestável, escavei o mau, e sobre meus lábios havia como um fogo causticante, mas tu deste-me a água sagrada que há em tuas palavras para apagar a chama.
O teu nome é uma torre forte, então tornai-me justo para que eu corra para dentro dela e receba à proteção;
Inclinei meu ouvido, para que pudesse ouvir as palavras sabias daquele que me dá disciplina perfeita.
Sou filho teu, dou-te deveras meu coração e meus olhos agradam-se de olhar para a beleza de teus caminhos

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

O vento sopra para onde ele quer, e eu ouço o som dele, sinto a presença dele, mas e ele, de onde vem ? para onde vai ?

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

Tornai-me, justo para que ouças minha oração, porque a tua palavra me traz a notícia boa nesse mundo de guerra, e isso alimenta a minha alma e engorda os meus ossos nesse mundo de fome.

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

Sim, sou de poucos meios... deixai-me andar em tua integridade.
Tornai-me entendido, para que eu cultive o meu próprio solo e cozinhe meu próprio pão

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

Inclinei meu ouvido, para que pudesse ouvir as palavras sabias daquele que me dá disciplina perfeita.
Sou filho teu, dou-te deveras meu coração e meus olhos agradam-se de olhar para a beleza de teus caminhos.

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

Palavras não chegaram para você perceber o meu amor ?
Mas se o meu "amor" só escreve com palavras ?
Palavras eu uso para procurar explicação do porque de eu até hoje ainda te amar
Lembro do teu nome, do teu rosto, lembrei porque vi uma foto tua e tive de meter as memórias em palavras
Palavras básicas, nesse apontamento que facilmente virá a ser poesia
Quando passo, olho para a casa amarela antiga e o meu "Eu" diz que tu irás aparecer para me dizer "olá", mas são só palavras
Palavras, porque as palavras dão sentido a minha vida
Porque foi através das palavras que pude perceber o meu caminho...

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

_RAINHA GINGA_

Lembrei dos tempos de puto em que jogava na Sociborda, a felicidade era natural, não precisava de fazer escolhas, só era feliz.
Lembrei de tudo um pouco, revivi muitas emoções e tudo que eu sei é que o kota Arice vive nos nossos corações...
Porque, a dor que o meu bairro sente é a mesma que eu sinto, então tudo que eu faço é só para poder ver o teu sorriso.
Não importa aonde eu esteja, sempre que eu acordar eu vou lembrar de ti
Ginga minha queen,
Sim, eu sou filho dessa street

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

A mais difícil das lutas...

Fui falso para os que me amam e será que os que me amam, ainda me amam ?
E se me amam, será que sou digno de receber esse amor ?
Será que me perdi nas fantasias deste mundo ?
Será que vale a pena perder tudo o que tenho de melhor em troca de um prazer ?
Será que só viver o momento sem discernimento alimenta a minha alma ?
Será que isso tudo não passa de uma ilusão ?

De facto não existe luta mais difícil do que aquela contra nós mesmo...

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

Será a tristeza, a melodia que existe entre uma relação e o seu fim ?
Será o reflexo, a melodia que existe entre à pessoa e o espelho ?
Será a luz, a melodia que existe entre lâmpada e essa sala ?

Não sei, apenas sei que nada sei, só o facto de saber isso já é saber alguma coisa, então poderia eu não saber nada ?
Evidentemente, eu nada saberia e até o nada rir-se-ia de tamanha ingenuidade minha.

Ensina-me quando poderes, sou rico em vontade e pobre em conhecimento, tu que sabes que tudo sabes, sabias que quem tudo sabe devia ensinar aos outros como eu ?

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

Farto

Fartei-me de ficar farto de vocês, fartei-me de tentar vos mostrar que estava farto de vocês...
Estou farto de ter que lidar com aquilo que já estou farto e quase que infarto de tanto enfarto;
Farto, de ter que concordar com as vossas ideias que eu discordo, farto...
de ter que ser aquilo que vocês querem que eu seja para vos agradar, farto...
de querer e não ter o teu sorriso, o teu abraço, desapego-me, porque já ando farto...
Sim, estou farto, muito farto...
Muito mais farto ainda por ter de vos dizer que estou farto....

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

É simples assim...

É tudo muito simples, desde esse sorriso no teu rosto, até ao famoso “era suposto”;
É simples, porque era suposto gostares de mim, era suposto, pensares em mim, porque era suposto estares aqui, mas o que era suposto raramente é o proposto pela simples força da realidade.
Mas é simples perceber que é por mim que hoje estou aqui, sim sou sem religião, sim sou imperfeito, sim sou sonhador por natureza, sim simplesmente sou isso...
Simplesmente simplificando tudo, sim sou eu, querendo te explicar que tenho continuado simplesmente aqui, sim e que quando eu morrer será simplesmente mais uma morte, neste mundo em que morrer é algo que simplesmente acontece....

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

Nah... não lembro de nada !
Passei noites acordado, a fazer coisas que eu já nem lembro;
Passei manhãs dormindo, a sonhar coisas que já nem lembro;
Passei tardes vigiando, a controlar coisas que eu já nem lembro;
Nah... não lembro de nada !
Andei noites dormindo, a sonhar coisas que eu já nem lembro;
Andei manhãs vigiando, a controlar coisas que eu já nem lembro;
Andei tardes acordado, a fazer coisas que eu já nem lembro;
Nah... não lembro de nada !

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

É estranho neh ?
Eu nem sei o que escrever sobre ti, mas eu sinto que tenho de escrever sobre ti, eu não quero relembrar o que se passou, eu não quero lembrar o que acabou, eu quero que percebas que acima disso tudo, eu continuo a ser o Vibe, e tu a...
e tu a...
E tu, como te chamas mesmo ?
É estranho neh ?

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

_Cansado_

Cansado de tanto andar e não te ver, cansado de tanto querer e e não ter
Cansado de tanto ver e não mexer, cansado de tando pedir e não receber
Cansado de tanto sonhar e não viver, cansado de tanto ouvir e não dizer
Cansado ainda mais de estar tão cansado por estar cansado, e esse cansaço vê-se em minhas pernas cansadas, em minha esperança cansada, em meus olhos cansados, ouves o cansaço em minhas palavras cansadas, em meu corpo cansado, em meus ouvidos cansados, em meus sentimentos cansados, em meu coração cansado, em minha mente cansada, algo em mim que não esteja cansado ?
Sim meus dedos ainda não se cansaram de tanto escrever...
Então porque não continuo escrevendo sobre meu cansaço ?
Porque estou cansado de ser tão transparente para vocês...

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

Em algum lugar eu devo estar, em algum momento eu devo pensar em ti, em diferentes circuntâncias eu devo precisar de ti, eu vim de ti, é claro que quero sentir o teu calor, quero receber o teu amor, quero dar-te aquilo que nunca te dei “coração”, quero dar-te um abraço, um carinho, um beijo, quero dar-te a minha presença como um presente, quero dar-te todos presentes do mundo, mas o destino nos separou, mas acredita que isso nunca foi o fim, fim para mim não é isso, nem a morte é o fim para o altíssimo, achas que sendo adorador dele a distância seria o fim para mim ?
Umas das minhas metas é fazer acontecer, e tudo que eu prometi...
E tudo que eu prometi, tem muito que aqui eu não meti, mas isso tudo é para ti, porque tudo que eu quero é conhecer o teu sorrir...

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

Aquilo que a tua mente pensa, não é o mesmo que a mente do teu conselheiro pensa;
Aquilo que o teu coração sente, não é o mesmo que o coração do teu conselheiro sente;
Portanto põe-te em primeiro lugar quando leres esse meu conselho.

Telmo Cordeiro

Desenhei alguma coisa numa folha branca, algo que não fazia muito sentido tal como esse rascunho, algo tão indiferente quanto os teus comentários sobre mim, sei que era algo triste, mas deixou-me alegre por poder rasga-lo e deita-lo, mas deixou-me triste, por ver que estavas alegre por eu ter feito um desenho triste, por veres que lá no fundo eu não estava feliz, e agora estás triste por perceberes que eu estou alegre por ter percebido o quão feliz ficavas com a minha derrota...
Mas alegra-te “meu” pseudo-amigo, porque meu coração está partido...

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

Eu nem sei o que eu queria escrever, mas preciso de escrever algo, preciso de te dizer alguma coisa, preciso de desabafar, preciso que me ouças, preciso de perceber o que quero te dizer, mas acho que já escrevi muita coisa, apesar de não te ter dito ainda nada...
Podes me ouvir ?

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

Saudades, só aparecessem quando a distância torna-se evidente, quando o vento que bate em meu rosto é tão profundo e toca em meus sentimentos e obriga a minha mente a viajar em nossos obsoletos momentos, sentei-me no chão e fechei meus olhos, senti o ameno de seu perfume que desequilibrou meus pensamentos, sim eras ela, mas o que queria ela ? só saber mesmo se estava tudo bem ?
Mas no fulgor de seus olhos eu sabia que era muito mais do que isso que à trouxe gentilmente até mim novamente, tanto eu queria dizer-lhe, tanto eu tinha para dizer-lhe, mas as minhas lindas amigas palavras, deixaram-me e como quem sabe o que faz, a poesia da vida estava novamente olhando para mim e esperando por minha reacção, e eu perplexo, afogado em minhas lágrimas que inundavam meu rosto, sem saber o que fazer, porque tinha esquecido minhas acções nas fantasias de minhas fantasias...

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

A insatisfação em seu olhar amedrontador, tomava conta de todos os momentos, suas palavras pesadas e suas inquietações vetustas, nunca lhe vi sorrir, a minha mente vos mente se vos disser que eu tivera visto um sorriso recheado naquele rosto entristecido, sempre que a visse, também raramente ela aparecia...
Sempre pensei que quando eu crescesse poderia fazer todas perguntas, a ela, porque talvez seria mais adulto e os adultos só gostam de respeitar os adultos...
Então eu enquanto menino ansiava por minha maturidade... e quando me torno adulto, preparado para ir fazer às perguntas àquela mulher tão incógnita, mas que tinha todas as respostas para as minhas perguntas...
Fui notificado da morte da triste senhora, e aquele misto das sensações, das imagens na memórias, do sentimento de perda, tomou conta de mim...
Depois de muito tempo passado, tinha eu dado conta, da insatisfação em meu olhar amedrontador, porque ele tomava conta de todos os momentos, minhas palavras tinham se tornado pesadas, e vetustas eram minhas inquietações, porque elas tinham aumentado e nunca tiveram respostas...

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1
1 compartilhamento

COMO A LUA...

Tudo o que eu preciso é só desse teu sorriso brilhante e “cheio” como a lua;
Quero estar bem longe dessa terra mas sempre poder observa-la, como a lua;
Quero conhecer o céu, como a lua;
Quero tornar as tuas noites iluminadas, como a lua;
Quero poder desaparecer durante o dia, sem que ninguém saiba aonde estou, como a lua;
Quero poder viver no céu e estar rodeado de estrelas, como a lua;
Talvez se eu fosse como a lua saberia mais sobre este mundo;
Se eu fosse como a lua, talvez seria mais achegado a ti, Oh "Criador"...

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

Às vezes olho para as tuas fotos e bate àquela saudade e quero ligar para ti, sei lá, às vezes só mandar-te uma mensagem para saber como estás, mas o meu orgulho que é gigantesco não me deixa... ele sabe o que nos separou, ele quer fazer-me duro como uma pedra, mas será que ele se esqueceu que com a força do mundo a pedra se quebra ?

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1

Àquela folha continua branca e cheia de linhas azuis e duas linhas vermelhas (continua vazia), ela continua dobrada em meu bolso, admito que não me sinto capacitado ou inspirado (sei lá...) para escrever nela, por enquanto este rascunho escrevo numa folha branca, cheia de linhas azuis e duas linhas vermelhas (está já não está vazia), depois irei dobrá-la e irei mete-la em meu bolso, sim me sinto capacitado, inspirado (sei lá...) para escrever nela...

Telmo Cordeiro
Inserida por telmocordeiro1