Ronald Vernier

Encontrados 18 pensamentos de Ronald Vernier

Hoje talvez seja a ultima oportunidade que temos de fazer o amanhã também valer a pena.

Ronald Vernier
Inserida por rvernier

Nunca deixe de reconhecer o que as pessoas
fazem de melhor, mesmo que você nunca seja
reconhecido por isso.

Ronald Vernier
Inserida por rvernier

Esteja sempre ao lado do seu liderado servindo de apoio, atrás para impulsioná-lo e saia da frente para ele
passar.

Ronald Vernier
Inserida por rvernier

Fazer por fazer, não é igual a não fazer, mas sim, pior do que não fazer.

Ronald Vernier
Inserida por rvernier

As dificuldades são apenas oportunidades que temos de aprender a fazer as coisas de uma maneira diferente de como imaginávamos inicialmente. As possibilidades estão ai soltas no ar, é só pegar.

Ronald Vernier
Inserida por rvernier

O tédio é a comprovação interior de que o caminho que escolhemos está errado.

Ronald Vernier
Inserida por rvernier

É errado afirmar que iremos dar 120% de nosso potencial, ninguém dá mais do que tem, a não ser que pegue de alguém.

Ronald Vernier
Inserida por rvernier

Ninguém deveria dizer que vai fazer o que não vai fazer. Isso pode fazer com que do outro lado alguém erre pelo fato de ter acreditado em você.

Ronald Vernier
Inserida por rvernier

PARA SUPERARMOS AS DIFICULDADES, QUE APENAS DIFICULTAM O CRESCIMENTO E IMPÕE LIMITES EM NOSSAS ATITUDES, PENSAR “GRANDE”, DENTRO DE UMA REALIDADE FACTÍVEL, PODE SER O CAMINHO PARA SERMOS CRIATIVOS A TAL PONTO, QUE “NADA” SEJA OBSTÁCULO E QUALQUER DIFICULDADE ENCONTRADA SE TRANSFORME EM OPORTUNIDADES PARA DESENVOLVERMOS NOSSO POTENCIAL E ASSIM SUPERARMOS NOSSOS LIMITES E ALCANÇARMOS NOSSOS OBJETIVOS.

Ronald Vernier
Inserida por rvernier

No ambiente corporativo, o racional, a melhor técnica, o maior conhecimento, são essenciais, mas ainda habilidades comuns, por isso continuo acreditando que somente as pessoas, seu lado pessoal e não racional é capaz de fazer a diferença em meio a tantos iguais.

Ronald Vernier
Inserida por rvernier

A aptidão de uma pessoa é nata, uma habilidade pessoal que não pode ser inserida ou tirada, porém pode ser moldada, lapidada, refinada, e melhor explorada de forma que extrapole uma energia única e fazedora da diferença.

Ronald Vernier
Inserida por rvernier

Inacreditavelmente ainda existe a gestão pela técnica do caos. Pseudo gestores que insistem em querer extrair o melhor das pessoas, lembrando-as a todo momento o que elas têm a perder e não o que elas podem conquistar através de seu trabalho. O liderado precisa ver em seu gestor um meio, e não a possibilidade de um fim.

Ronald Vernier
Inserida por rvernier

Palavras prometem, atitudes tornam promessas em realidade.

Ronald Vernier
Inserida por rvernier

Interessante ver como a vaidade afeta a memória. Para alguns, tão fácil quanto falar e compartilhar suas conquistas é esquecer quem os levou até elas, assim como é difícil reconhecer que nada teria acontecido sem estes, hoje esquecidos, que um dia foram essenciais em suas vidas.

Ronald Vernier
Inserida por rvernier

As vezes as pessoas querem uma oportunidade de fazer as coisas de uma forma diferente, reparando erros cometidos, vivendo o que não foi foi vivido. Anseiam por uma oportunidade de fazer as coisas de uma maneira diferente. As vezes a oportunidade desejada chega, mas novamente a deixamos escapar, por estarmos imperceptíveis a elas, o que de fato acaba determinando nossas escolhas, e então validamos a ideia de que não se pode ter tudo o que se quer. É como diz o poeta: a cada escolha uma renúncia. Portanto cuidado com suas escolhas, cuidado com suas percepções, pois a natureza é direta e você pagará ou lucrará o preço por suas escolhas.

Ronald Vernier
Inserida por rvernier

Lidar com a saudade não é nada fácil. Há dias que tudo conspira a favor das lembranças e fica difícil lidar com tudo ao nosso redor.

Ronald Vernier
Inserida por rvernier

Não sou do tipo saudosista, que gostaria de voltar a viver o que já foi vivido. Prefiro viver coisas novas lembrando do que foi vivido, pois acho que desta forma aprendo com minhas memórias, validando o que precisa ser validado, excluindo o que precisa ser excluído, reparando o que o tempo ainda me permite, pelo menos tentar conseguir reparar.
Neste processo agucei meu sentido de gratidão, consegui validar poucas amizades, deixei partir o que queria que ficasse, tentei excluir “algumas magoas”, e reparar “algumas falhas”, reconheci alguns erros e aceitei que errar faz parte.
Me concentro mais no hoje, pois é super possível viver coisas novas com as mesmas pessoas, assim como é muito bom fazer as mesmas coisas com novas pessoas, porém agora mais velho, um tiquinho mais vivido, enxergo melhor o que não conseguia ver e não me esforço muito para querer ver tudo. Se errar...foi sem querer.
Neste processo me tornei mais eu novamente, por isso ainda sigo preso as minhas memórias, não querendo viver o que já vivi, mas lembrando sempre de tudo o que já foi vivido, além de estar feliz com a maioria das novas memórias que construí, mesmos que as vezes uma dorzinha apareça bem lá no fundo.
Espero que as pessoas olhem para suas lembranças, para refletir sobre o que se deve tentar validar, excluir e reparar, de forma a permitir que seja mais feliz o “Novo que irá construir”.

Ronald Vernier
Inserida por rvernier
1 compartilhamento

Liderar implica em correr riscos. Mas o quanto você se dedicaria, por aquele que arrisca por você?

Ronald Vernier
Inserida por rvernier