Mia Couto

51 - 75 do total de 139 pensamentos de Mia Couto

Milagre...
É o coração começar sempre no peito de outra vida.

Mia Couto
2 compartilhamentos

E quando nos beijávamos......

E eu perdia a respiração e, entre suspiros, perguntava: Em que dia nasceste? E me respondias com voz tremula: Estou nascendo agora...

Mia Couto
161 compartilhamentos

Cozinhar é um modo de amar os outros.

Mia Couto
236 compartilhamentos

(...) a razão deste mundo estava num outro mundo inexplicável.

Mia Couto
3 compartilhamentos

Não me deixem tranquilo
não me guardem sossego
eu quero a ânsia da onda
o eterno rebentar da espuma

As horas são-me escassas:
dai-me o tempo
ainda que o não mereça
que eu quero
ter outra vez
idades que nunca tive
para ser sempre
eu e a vida
nesta dança desencontrada
como se de corpos
tivéssemos trocado
para morrer vivendo.

Mia Couto
2 compartilhamentos

“Não viver é o que mais cansa.”

- Estou cansado, pai.
- Cansado de quê? Se você não faz nada, de manhã à noite?
-Não viver é o que mais cansa.

Mia Couto
2 compartilhamentos

Diz o meu nome
pronuncia-o
como se as sílabas te queimassem os lábios
sopra-o com a suavidade
de uma confidência
para que o escuro apeteça
para que se desatem os teus cabelos
para que aconteça

Porque eu cresço para ti
sou eu dentro de ti
que bebe a última gota
e te conduzo a um lugar
sem tempo nem contorno

Porque apenas para os teus olhos
sou gesto e cor
e dentro de ti
me recolho ferido
exausto dos combates
em que a mim próprio me venci

Porque a minha mão infatigável
procura o interior e o avesso
da aparência
porque o tempo em que vivo
morre de ser ontem
e é urgente inventar
outra maneira de navegar
outro rumo outro pulsar
para dar esperança aos portos
que aguardam pensativos

No húmido centro da noite
diz o meu nome
como se eu te fosse estranho
como se fosse intruso
para que eu mesmo me desconheça
e me sobressalte
quando suavemente
pronunciares o meu nome

Mia Couto, in 'Raiz de Orvalho'

Mia Couto
2 compartilhamentos

Não quero o primeiro beijo:
basta-me
o instante antes do beijo.
Quero-me
corpo ante o abismo,
terra no rasgão do sismo.
O lábio ardendo
entre tremor e temor,
o escurecer da luz
no desaguar dos corpos:
o amor
não tem depois.
Quero o vulcão
que na terra não toca:
o beijo antes de ser boca.
"Mia Couto"

Mia Couto
2 compartilhamentos

O destino o que é senão um
embriagado conduzido por um cego?

Mia Couto
22 compartilhamentos

Não penso na velhice, tenho medo que a velhice pense em mim” afirma Mia Couto.

Mia Couto
2 compartilhamentos

A razão dos nossos actuais e futuros fracassos mora também dentro de nós.

Mia Couto
2 compartilhamentos

Salvar é uma grande palavra. E amor é uma palavra ainda maior. Grandes palavras escondem grandes enganos.

Mia Couto
Inserida por RassulC

“Os sonhos são cartas que enviamos a nossas outras, restantes vidas.”

Mia Couto
3 compartilhamentos

Flores

Ninguém
oferece flores.

A flor,
em sua fugaz existência,
já é oferenda.

Talvez, alguém,
de amor,
se ofereça em flor.

Mas só a semente
oferece flores.

Mia Couto
3 compartilhamentos

semente

No início,
eu queria um instante.
A flor.

Depois,
nem a eternidade me bastava.
E desejava a vertigem
do incêndio partilhado.
O fruto.

Agora,
quero apenas
o que havia antes de haver vida.
A semente.

Mia Couto
Inserida por Siby

Injustiça é o
mundo prosseguir assim mesmo quando desaparece quem
mais amamos"

Mia Couto
2 compartilhamentos

Entrego-te os meus pulsos
para que me leves
mesmo que eu seja
apenas um esquecimento teu.

Mia Couto
Inserida por DeaCoelho

Quero morar numa cidade onde se sonha com chuva. Num mundo onde chover é a maior felicidade. E onde todos chovemos.

Mia Couto
Inserida por carlosvasconcelos

“Os mais perigosos inimigos não são aqueles que te odiaram desde sempre. Quem mais deves temer são os que, durante um tempo, estiveram próximos e por ti se sentiram fascinados”

Mia Couto
3 compartilhamentos

Cidadãos ativos:
Não se pode governar um país como se a política fosse um quintal e a economia fosse um bazar. Ao avaliar um regime de governação precisamos, no entanto, de ir mais fundo e saber se as questões não provêm do regime mas do sistema e a cultura que esse sistema vai gerando. Pode-se mudar o governo e tudo continuará igual se mantivermos intacto o sistema de fazer economia, o sistema que administra os recursos da nossa sociedade. Nós temos hoje gente com dinheiro. Isso em si mesmo não é mau. Mas esses endinheirados não são ricos. Ser rico é outra coisa. Ser rico é produzir emprego. Ser rico é produzir riqueza. Os nossos novos-ricos são quase sempre predadores, vivem da venda e revenda de recursos nacionais.
Afinal, culpar o governo ou o sistema e ficar apenas por aí é fácil. Alguém dizia que governar é tão fácil que todos o sabem fazer até ao dia em que são governo. A verdade é que muitos dos problemas que nós vivemos resultam da falta de resposta nossa como cidadãos ativos. Resulta de apenas reagirmos no limite quando não há outra resposta senão a violência cega. Grande parte dos problemas resulta de ficarmos calados quando podemos pensar e falar.
(E se Obama fosse africano?)

Mia Couto
3 compartilhamentos

Sou biólogo e viajo muito pela savana do meu país. Nessas regiões encontro gente que não sabe ler livros. Mas que sabe ler o seu mundo. Nesse universo de outros saberes, sou eu o analfabeto. Não sei ler sinais da terra, das árvores e dos bichos. Não sei ler nuvens, nem o prenúncio das chuvas. Não sei falar com os mortos, perdi contacto com os antepassados que nos concedem o sentido da eternidade. Nessas visitas que faço à savana, vou aprendendo sensibilidades que me ajudam a sair de mim e a afastar-me das minhas certezas. Nesse território, eu não tenho apenas sonhos. Eu sou sonhável.
(E se Obama fosse africano?)

Mia Couto
Inserida por Filigranas

Nós temos hoje gente com dinheiro. Isso em si mesmo não é mau. Mas esses endinheirados não são ricos. Ser rico é outra coisa. Ser rico é produzir emprego. Ser rico é produzir riqueza. Os nossos novos-ricos são quase sempre predadores, vivem da venda e revenda de recursos nacionais.
(E se Obama fosse africano?)

Mia Couto
Inserida por Filigranas

Eu somos tristes. Não me engano, digo bem. Ou talvez: nós sou triste? Porque dentro de mim não sou sozinho. Sou muitos. E esses todos disputam minha única vida.

Mia Couto
3 compartilhamentos

" O que dói na morte é a falsidade. A morte apenas existe por uma brevíssima troca de ausências." (in "Mulheres de Cinzas")

Mia Couto
Inserida por portalraizes

A família, a escola, os outros, todos elegem em nós uma centelha promissora, um
território em que poderemos brilhar. Uns nasceram para cantar, outros para dançar,
outros nasceram simplesmente para serem outros. Eu nasci para estar calado. Minha
única vocação é o silêncio. Foi meu pai que me explicou: tenho inclinação para não
falar, um talento para apurar silêncios. Escrevo bem, silêncios, no plural. Sim, porque
não há um único silêncio. E todo o silêncio é música em estado de gravidez.
(trecho extraido do livro em PDF: Antes de nascer o mundo. Mia Couto - Companhia das Letras)

Mia Couto
Inserida por portalraizes