Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira

1 - 25 do total de 44 pensamentos de Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira

Quando o amor é mais forte que a adversidade, não há obstáculos insuperáveis. (MCSCP)

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira

O sentimento de culpa pode conduzir a dois caminhos: o primeiro é o do remorso e o da amargura; o segundo é o do arrependimento sincero e o da alegria em receber o perdão. Um erro nem sempre significa o nosso fim, mas sim uma nova oportunidade de fazer o que é certo na próxima vez.

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira

A esperança é a arte de acreditar numa possibilidade sem transformá-la numa expectativa, pois esperar significa ter paz, mas criar expectativas é alimentar a ansiedade. (MCSCP)

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira

O ateísmo é apenas uma forma de pensar que gera determinadas atitudes. E quando um pensamento muda, as ações mudam também. Por isso eu digo: irmãos cristãos, não cessem de orar pelos ateus, pois o mesmo Deus que muda as estações, que estabelece e remove reis, também moverá o coração de nossos irmãos ao Amor Dele. (MCSCP)

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira

Toda indiferença é uma forma de desamor. Isso significa dizer que, mesmo quando uma pessoa odeia outra, é sinal de que se importa com ela. Por isso eu sei que há ateus que se importam com Deus, pois falam mal Dele, mas nunca o esquecem. Queridos irmãos ateus, ainda assim, vocês louvam a Deus!Paz a todos(as)! (MCSCP)

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira

A vida é o tempo de que dispomos para tornar nossas experiências significativas para nós e para os outros. (MCSCP)

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira

O amor é a sinfonia na qual cada ser da criação é o instrumento. Deus é o grande maestro da existência!

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira

Não devemos temer a perda das pessoas que amamos, mas nos preocupar com a perda da capacidade de amar. (MCSCP)

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira

Quando alguém duvidar da sua capacidade, saiba que é porque, no seu lugar, tal pessoa desistiria. Nunca tome os outros como parâmetros ao buscar suas vitórias, pois muita gente, sem ao menos tentar, já se considera derrotada. Olhe para o céu e lembre-se do que diz a Bíblia:"Tudo posso Naquele que me fortalece". Não desista de seus sonhos por causa da frustração dos outros. Apenas creia e lute pelo que dá sentido à sua vida. (MCSCP)

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira

A perfeição é uma virtude e significa dar o melhor de nós em tudo o que realizamos. Nela, há a alegria de compartilhar os bons frutos com todos ao redor, solidariamente e sem desejos de reconhecimento ou recompensa. Já o perfeccionismo é um vício maldito, que gera competição entre as pessoas por meio da terrível mania de comparação. Ele revela, na verdade, o sentimento de inferioridade de quem o alimenta. É por causa dele que existem pessoas que se consideram as melhores em tudo. Na verdade, tais pessoas sofrem e fingem que são felizes. Por isso, é bom entendermos que não há pessoas perfeitas, mas sim pessoas em processo de aperfeiçoamento constante. (MCSCP)

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira

Quem vive em função daquilo que espera, deixa de viver a oportunidade de valorizar o que já tem. (MCSCP)

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira

A infelicidade, muitas vezes, se disfarça nas aparências. Só o tempo nos mostra quem é realmente feliz. (MCSCP)

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira

Ignorar um problema não ajuda a resolvê-lo, mas encontrar e eliminar a sua causa é a forma de vencê-lo. Versos para memorizar e os problemas superar! (MCSCP)

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira

Ninguém deve ter medo de perder o que nunca foi realmente seu, mas deve preocupar-se quando está deixando de ser o que é para atender caprichos e expectativas dos outros. (MCSCP)

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira

Muitas vezes, os que se dizem "ateus", não são ateus de fato.Consideram-se assim apenas para não chamarem o nome de Deus em vão. Pior é um cristão que se considera "salvo" por carregar uma Bíblia debaixo do braço, mas que se esquece de levá-la no coração. Conheço muitos ateus que praticam os ensinamentos de Cristo. Seria mais proveitoso que os seguidores de Jesus evangelizassem os ateus pela fé e pelo exemplo do que pelo debate fútil com mera troca de insultos. (MCSCP)

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira

O silêncio pode ser tanto uma forma de argumento quanto um sinal de opressão e covardia. A diferença está na consciência de quem silencia.

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira

Fico profundamente angustiada quando vejo os povos indígenas serem expulsos de suas terras tradicionais. Gostaria de ver essa "ditadura velada" que se tornou o nosso país fazer justiça a esses povos tão valorosos e essenciais para a vida de todos, pois eles nos ensinam o que é uma verdadeira nação. Eles, sim, sabem reconhecer a importância da terra onde nasceram; sabem valorizar os recursos de que dispõem sem desperdiçá-los; sabem valorizar a convivência em grupo; sabem contemplar a beleza natural de todas as coisas; sabem respeitar as tradições coletivas e preservar o legado de seus antepassados; sabem viver em unidade e em comunhão com Deus. Eles têm muito a nos ensinar, uma vez que mal valorizamos o chão onde pisamos, mal contemplamos as belezas naturais que ainda nos cercam.
Será que meus irmãos indígenas só conseguirão um pouco de terra quando forem sepultados?

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira

"Mais importante do que as nossas escolhas são as consequências delas. Por isso, mais importante do que o livre-arbítrio é a sabedoria conduzida pelo amor, pela justiça e pela paz" (MCSCP)

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira

A fé conduz à eternidade; a ciência, à vaidade. (MCSCP)

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira

A Revolução Necessária


Precisa-se de pessoas corajosas
Que ousem mudar o rumo da História
Que possam acabar com o capitalismo
Que acabem, de uma vez por todas, com tantos desperdícios
Que não sejam vítimas do consumismo
Que não sejam espectadores omissos
Que não produzam montanhas de lixo

Precisa-se de pessoas generosas
Que não apenas vejam, mas que escrevam a História
Com ação/reflexão/ação
Na qual a práxis vem do coração
Que tenham amor pela vida em toda a sua plenitude
Que tenham altruísmo e solidariedade por virtudes
Que façam com que os corações e mentes mudem

Precisa-se de pessoas conscientes
A História não é um processo inconseqüente
O que fizermos ao nosso planeta e aos nossos irmãos
Não ficará impune, teremos de volta cada agressão
Seremos vítimas de nossos próprios erros
Teremos a sensação de nunca acordar de um pesadelo
Por isso, chegou a hora de manifestarmos a nossa indignação

Precisa-se de revolucionários e de revolucionárias
Pessoas corajosas, generosas, conscientes e igualitárias
Que saibam buscar os seus ideais e realizar o que acreditam
Que não usam armas para superar os conflitos
Que vencem o mal pela prática do bem
Que não estimulam a violência, que não levam sofrimento a ninguém
Esta é a nossa hora, temos de pensar nos que ainda vêm

Precisamos de um mundo melhor e mais bonito
Esta é a melhor herança para entregar aos nossos filhos
Por todas as gerações, por tudo o que vemos
E, também, pelo que ainda não percebemos
Irmãos, irmãs, juntos venceremos!
Vamos dar início à revolução:
Chegou a hora de lutar contra a dominação!

Contra aqueles que pensam que tempo é dinheiro
Contra aqueles que pensam controlar o mundo inteiro
Contra aqueles que nada fazem por seus irmãos
Contra aqueles que pensam ser “os eleitos” e promovem a discriminação
Contra aqueles que buscam o poder para manipular as pessoas
Contra aqueles que “tiram vantagem de tudo” e só querem “vida boa”
Contra o egoísmo, a ganância, a cobiça, a vaidade

Basta! Chegou a hora de sermos livres de verdade!
Liberdade de ser o que somos contemplando a unidade
É respeitar o nosso mundo, a nossa identidade
Sabendo vivenciar a diversidade
É saber que somos diferentes, mas não somos desiguais
É saber que todas as guerras foram vencidas pela PAZ
E que o tempo é vida e que ele não volta atrás

Este é o momento de mudar a trajetória
De despertar as consciências para mudarmos a História
Chega de omissão, preconceito e violência
Chega de injustiça, de medo, de carência
Eliminando a causa não haverá mais conseqüências
Somos a resposta, somos a solução
O futuro da humanidade está em nossas mãos

Quero socializar contigo este pensamento
Para que, juntos, possamos iniciar o movimento
Em busca da Revolução da Paz
Que possa vencer o mal e as conseqüências que ele traz
Que nos liberte do egoísmo
Que nos liberte do determinismo
Pois, a História, é a gente que faz.

O dinheiro é apenas um papel
Que é amargo como o fel
Quando é usado para escravizar os corações e mentes
Gerando pessoas eternamente descontentes
Que buscam TER e não SER
Que são reduzidas a marcas e produtos
E esquecem que, das sementes, é que vêm os frutos

Vem minha amiga, vem meu amigo,
Sonha este sonho comigo!
Juntos, o transformaremos em realidade
E descobriremos a verdadeira felicidade!
Não haverá dominantes nem dominados
Seremos sujeitos emancipados
Saberemos amar e ser amados

Justiça, paz, liberdade
Amor, esperança, eqüidade
Não serão apenas palavras em um dicionário
E sim o lema de cada revolucionária e revolucionário
Serão os princípios da nova sociedade
Abrirão caminhos para novas possibilidades
Nos conduzirão à verdadeira liberdade

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira
1 compartilhamento

MANIFESTO REVOLUCIONÁRIO


O nosso Estado não é de bem-estar social
Mas sim de medo, de violência e de caos total.
A elite dirigente, por meio de seus aparelhos ideológicos,
Forja paradigmas desumanos, teratológicos.

E com discurso dissimulado e uma falsa bondade,
Dissemina preconceitos e camufla a verdade.
E assim, a cada dia, cresce a desigualdade,
Massacrando inocentes e exaltando covardes.

E assim, também, avança o capitalismo selvagem
E o povo busca, no livro de autoajuda, alcançar prosperidade.
Mas a luta continua, ainda há pensadores
Que buscam a verdade para desmascarar os opressores.

Principalmente os corruptos, sujos traidores,
Que sabem iludir o povo em troca de favores.
E usando de boa aparência e de demagogia,
São eleitos pelo voto da empolgada maioria.

E, em vez de ajudarem o povo a se emancipar,
Desviam verbas e até a ficha suja conseguem limpar.
E ainda querem que o Brasil vá para frente,
Mas tratam os revolucionários como sonhadores inconvenientes.

Só que uma coisa eu tenho a dizer
Aos que "vendem a alma" em troca de poder:
Eu sigo lutando, ainda que com palavras,
Não deixo e nunca deixarei de ser uma revolucionária.

Conflitos não se resolvem com armas, nem com violência.
Seres racionais usam o diálogo para superar as diferenças
E reconhecem, nas diferenças, a diversidade
Que não é e nunca será sinônimo de desigualdade.

Podemos, sim, ter um mundo e um país melhor,
Só que poucos acreditam e pensam o pior.
E ficam pensando e pensando uma eternidade...
São os reacionários, que só sabem reclamar da realidade.

Algumas pessoas até se perguntam : "O que posso fazer?"
A estas, eu respondo:"A mudança começa em você!
Em vez de se deixar iludir,
Comece a refletir e a agir.

Vá exercendo a sua cidadania,
Busque melhorar a cada dia.
Não se venda aos interesses do opressor,
Seja livre de todo preconceito, de todo desamor.

Aprenda a aceitar a diversidade
E lute a favor da equidade.
Um mundo melhor é nossa responsabilidade,
Precisamos de amor, de respeito e de dignidade".

Tendo em vista essa reflexão,
É necessário que você faça uma opção:
Ser parte de uma pacífica revolução
Ou se entregar, sem lutar, ao sistema de dominação.

Toda mudança requer coragem e ousadia
E começa com pequenos gestos, dia após dia.
E assim, refletindo, agindo e mudando,
O mundo inteiro vamos revolucionando.

Pois muita coisa não é
Como deveria ser de fato
Pense bem e diga se não é
Verdadeiro este relato:

As religiões, que deveriam ensinar à humanidade,
Dentre outras coisas, a misericórdia, a caridade e a fraternidade,
Brigam entre si, por pura vaidade...
E cada uma se diz dona da verdade.

A família, que é o primeiro passo
para o convívio pacífico em sociedade,
Hoje, desfaz seus preciosos laços...
Nenhum relacionamento tem continuidade.

A escola, que deveria preparar pessoas para a vida,
Está sendo palco de violência desmedida...
Assim, ninguém consegue lutar pela emancipação
Nem despertar consciências para uma transformação.

O trabalho, que deveria ser o meio digno
Pelo qual o ser humano se realiza,
Tornou-se algo desprovido de sentido...
Apenas aliena, explora e escraviza.

Não bastasse tanta coisa errada,
Ainda há as forças repressoras e armadas,
Que brutalizam os indivíduos
E usam violência para resolver conflitos.

Você concorda com isso tudo?
Você deseja, também, mudar o mundo?
Então quebre as amarras, desate os nós,
Expresse o seu pensamento, faça ouvir a sua voz!

Não se cale perante às injustiças,
Não se deixe seduzir pela cobiça.
Não entre no jogo dos dominantes,
Seja um(a) revolucionário(a) perseverante.

Pense nos que ainda virão,
Preserve e cuide do nosso planeta.
Ouça a voz do seu coração
E, em vez de armas, use uma caneta...

E escreva, registre a sua mensagem
No Livro dos Sonhos da Humanidade.
Torne a antiga utopia real:
Um mundo fraterno, pacífico, justo e igual.

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira
1 compartilhamento

Eu protesto!

Num mundo onde "marketing pessoal"
É mais importante do que o caráter de alguém
Onde aparência é fundamental
E a cor da pele e a forma do corpo também

Não encontro espaço para ser o que sou
Porque não suporto artificialidade
Eu sou gente de verdade
Não sou um estereótipo que a mídia propagou

Não sou de mandar recado
Sou de refletir e partir para a ação
Contra a injustiça eu não me calo
Não quero ser mais uma na multidão

Nessa multidão inerte que tudo deixa passar
Que não protesta, que não se mexe e que só sabe esperar...
Esperar que a situação mude sem que se faça alguma coisa
E ficar de pernas pro ar, levando a vida numa boa

Num mundo onde etiquetas têm grande valor
Num mundo onde reina indiferença e desamor
Num mundo onde tudo é cobiça e vaidade
E onde uma mentira, repetida, vira verdade

Só que eu existo, posso estar na margem, mas não sou resto
Podem me ignorar, me excluir, mas ouvirão o meu protesto

Eu protesto contra a ganância
Eu protesto contra a indiferença
Eu protesto contra a ignorância
Eu protesto contra a carência

Eu protesto contra a artificialidade
Eu protesto contra a desigualdade
Eu protesto contra o desamor
Eu protesto contra a total falta de valor

De valor à vida
De valor às pessoas
De valor às criações divinas
De valor ao amor, que tudo perdoa

Eu protesto contra a dureza dos corações
Eu protesto contra a cegueira espiritual
Eu protesto contra as insensatas realizações
De pessoas que desprezam o bem e praticam o mal

Eu protesto e sigo a protestar
Nenhuma mão opressora pode me abalar
Pois eu conheço Aquele que me fortalece
Saibam que, de nenhum(a) filho(a), Ele se esquece

O Deus Altíssimo não faz acepção
Do príncipe ao mendigo
Do grande ao pequenino
Ele ama sem impor condição

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
12 compartilhamentos

Você usa o dinheiro para viver ou vive pelo dinheiro?
O dinheiro não tem valor espiritual, apenas material, já que é o meio utilizado para comprar aquilo de que necessitamos, seja um produto ou um serviço. Mas lembre-se do seguinte: o dinheiro não acrescenta sequer um dia a mais em nossa vida; ele pode até mobilizar recursos para que tenhamos conforto, segurança e bem estar. No entanto, o dinheiro, por si só, nada pode fazer, uma vez que é, apenas, um pedaço de papel a quem o mundo inteiro atribui alto valor. E tem outra coisa: nem sempre as pessoas são recompensadas dignamente por seu trabalho, pois um político corrupto trabalha menos e ganha muito mais do que os pais e as mães chefes de família. A importância do dinheiro é uma ilusão criada pelo cruel sistema capitalista. Até quando o dinheiro terá mais valor do que o ser humano? (MCSCP)

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira

Oração para aprender a amar (poesia de MCSCP)


Senhor, ensina-me a amar
Assim como Jesus nos amou
E que eu possa observar
O exemplo que o Mestre nos deixou

Eu quero aprender a amar
Sem ciúmes nem exigências
Eu quero simplesmente amar
Quero olhar para a essência
E ver, em cada ser, o Teu amor a pulsar

Eu quero aprender a amar
Para não julgar meu semelhante
Para que meu amor seja constante
Para ajudar a quem precisa
Para curar as dores e sarar as feridas

Eu quero aprender a amar
Para respeitar as diferenças
Para entender que todas as crenças
São uma forma de Te buscar

Eu quero aprender a amar
Para conviver com a diversidade
Para compreender a liberdade
Que cada pessoa deseja vivenciar

Eu quero aprender a amar
Para servir a cada ser e ao universo
Para que o amor seja puro e completo
Para que a Tua face eu possa contemplar

Eu quero aprender a amar
Para aceitar as minhas limitações
Para transformar lágrimas em ações
Que possam, minha alma, elevar

Senhor, ensina-me a amar
Que a Tua vontade, em mim, possa se realizar
Guia a minha alma para a paz e para o bem
Isso eu Te peço em nome de Jesus, amém!

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira
1 compartilhamento

Certo dia, um anjo do Senhor,
Obedecendo aos desígnios divinos,
Desceu à terra trazendo a dádiva do amor
Na forma de um humilde menininho.

Ele não poderia revelar sua natureza,
Pois sua missão era ser reconhecido
Por todos os que conservam a pureza
E são amáveis como os pequeninos.

Assim, o lindo anjo, em forma de criança,
Vagou pelas ruas de uma grande cidade.
Em todas as pessoas que via, sentia a esperança
De que alguém o acolhesse com carinho e amizade.

Vagou sempre sorridente, mas ninguém correspondia...
Ninguém, ao menos, lhe desejou um "Bom dia!"
No mundo de aparências, poucos conseguem notar
Um menino maltrapilho, sozinho a vagar...

E, do belo sorriso angelical,
Toda a alegria ficou desbotada...
Pela ausência do amor fraternal,
Quase toda aquela cidade era afetada...

Foi quando, de longe, o anjo avistou
Outra pobre criança que o cumprimentou.
Era uma menina tão magra, tão sofrida...
Estava a catar, no lixo, alguns restos de comida.

"Oi, menininho! Também sentes fome, né!?
Não fica assim não, eu sei bem como é que é.
Olha, encontrei, dentro de um saco, metade deste pão.
É tudo o que tenho, mas te dou de coração.

É difícil a gente pedir algo a alguém hoje em dia.
Pensam que a gente quer é droga em vez de simples comida.
Já trabalhei nos cruzamentos, limpando vidros de carros;
Já vendi bombons nos sinais, mas não tive bons resultados.

Sempre me agrediam e levavam o que eu conseguia;
Eu era humilhada e passava fome quase todos os dias.
Fugi de casa para não ser maltratada por meu padrasto
E, de tanto sofrer, quase que me mato.

É nessa rua que eu vivo.
Tenho apenas Deus como meu amigo.
Ninguém nota a minha presença,
Mas muitos sentem alívio com a minha ausência.

Ainda bem que te encontrei, pinguinho de gente!
Só de te ver, fiquei alegre de repente...
Posso ser como uma irmã mais velha, uma protetora,
Vou cuidar de ti para que não sofras.

Agora, bem lentamente, come o teu pão,
Pois nunca sabemos quando será a próxima refeição.
Tudo o que tenho, eu vou compartilhar,
Para que a tristeza não apague o brilho do teu olhar"

Mal sabia aquela menina
De quem, realmente, se tratava.
Mas ela sentia a pureza e a alegria
Que o doce anjo emanava.

Assim, ela o levou consigo,
No intuito de procurar um abrigo.
Juntando alguns farrapos e pedaços de papelão,
Os dois dormiram abraçadinhos, em busca de proteção.

Na manhã seguinte, aquela menina despertou
E não viu mais o doce garotinho.
Desolada, muito e muito chorou,
Sentindo falta do amiguinho.

De repente, ela escuta um som familiar:
"Filha, volta para casa. Eu vim te buscar!"
Era a mãe que, dia e noite, ficou a procurar
Pela filha que, agora, estava a contemplar.

"Finalmente tenho trabalho e estou estudando, filha.
Não falta mais o pão em nossa mesa.
Eu quero que sejamos uma família
Unida nas alegrias ou nas tristezas"

A menina estava chorando de felicidade,
Era o sonho a se tornar realidade.
E, quando levantou-se para abraçar sua mãe,
Percebeu, perto de si, uma cesta com flores e muitos pães.

"Obrigada, mãe, pelos pães que trouxeste"
A menina disse bem contente.
" Não fui eu quem os trouxe. Por onde estiveste?"
Perguntou a mãe docemente.

"Já sei: foi o menino que encontrei a vagar.
Ele tinha pureza, amor e carinho em seu olhar...
Mais parecia um anjinho!
Sentirei falta daquele menininho".

Assim, mãe e filha voltaram ao seu lar
Para começar uma nova vida.
A menina voltou a acreditar
Na felicidade, há tempos esquecida.

Então, o anjo voltou ao céu, revestido de intensa luz.
Estava feliz por ter cumprido a sua missão
De levar o inefável e maravilhoso amor de Jesus
A cada pessoa, a cada ser, a cada coração.


(MCSCP)

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira
Inserida por mariacleidescpereira
1 compartilhamento