Luana Camargo

1 - 25 do total de 36 pensamentos de Luana Camargo

E que Dezembro traga com o vento os sorrisos que, por descuido, se perderam em Novembro.
Que o Sol brilhe forte, mas não mais que nosso olhar. Que as luzes de Natal alegrem, mas que possamos alegrar ainda mais. Que os fogos de artifício estourem no ar, mas que nossa esperança nos permita continuar a caminhar, a fim de sermos ouvidos e vistos como eles: iluminados, grandes e memoráveis.
Que o amor e a paz estejam presentes em todos os dias. E que o seu amor chegue, se ainda não chegou. Mas se ele já está, que permaneça. E que você encontre a paz em si mesmo. E que todos os dias você se olhe no espelho e sinta-se a mais especial das pessoas.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

Sou a favor de sentimentos vividos, gritados. E quem dera houvessem mais 'amantes ridículos' no mundo. Viveríamos em um lugar de almas limpas e cristalinas. Não teríamos problemas para (re)conhecer o outro. Sofreríamos menos se os 'pingos' fossem postos nos 'is'. Se fôssemos reais.
Vive teus sentimentos. Respire e transpire o que sente. As coisas se ajeitam como têm que ajeitar. Mas ao menos você terá sido você, inteiro, como és. Já dizia o poeta 'Tudo vale a pena se a alma não é pequena.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

Há uma grande diferença entre ser BOA e ser BOBA. E não se trata apenas de uma letra.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

Eu sou uma sobrevivente. Desde muito nova, desde antes de nascer enfrentei inúmeras tribulações. Mais velha, pensei em desistir. Pensei sim, pensei mesmo, não me envergonho. Quantos não pensaram? E quantos ainda não pensam? Mas, de alguma forma, eu sobrevivi. Eu resisti, mesmo sem forças. Mesmo quando aparentemente o mundo não precisava de mim. Hoje ele precisa, porque eu sobrevivi. Hoje eu resgato uns poucos com minhas palavras, mas já fui vítima das palavras duras, dos pensamentos duros, dos sentimentos ainda mais duros de quem destrói por não ser inteiro. Eu fui vítima da palavra da moda, quando ainda ninguém se dava conta do que ela era, exatamente. Eu fui vítima do bullying. Fui vítima da mídia, fui vítima da sociedade, vítima de colegas, de “amigos”, e me tornei vítima de mim mesma. Como se eu merecesse tudo de ruim que as pessoas diziam, como se a moda estivesse certa em dizer que eu estava errada. Como se estar acima do peso (existe mesmo um peso certo?), como se ter um cabelo rebelde, como se ser tímida, ser protestante e ter propósitos de vida que, muitas vezes, vão de encontro com a sociedade autojulgada normal fosse anormal. Como se eu fosse digna de pena. Como se eu não tivesse motivos para acreditar em mim mesma, como se eu precisasse me moldar pra me encaixar. Ainda assim, eu sobrevivi. Sobrevivi porque ninguém é melhor do que eu. Sobrevivi porque não há um padrão a seguir. Sobrevivi porque me desnudei de toda a carcaça sobrecarregada da ignorância alheia. Porque aprendi que não há ninguém melhor do que eu mesma pra me amar, me entender e me aceitar. Sobrevivi porque quebrei os rótulos e, mais do que tudo, porque fiz questão de fugir do padrão. Fiz questão de ser eu mesma, original, única, em uma sociedade que só prega a tolerância à diferença na teoria. Resisti porque eu posso muito mais do que os julgadores são capazes de imaginar. Porque eu sim quero fazer a diferença. E graças a toda essa história, de alguma maneira, eu posso fazer diferença. Graças a toda dor eu entendi o quanto sou forte, mais do que aqueles que só apontam o dedo. Eu sobrevivi e descobri que até posso me abalar, mas não quebro.

Luana Camargo
2 compartilhamentos

Já disse a poetisa que "amor bom é o recíproco." Talvez por isso ("talvez" não, COM CERTEZA!) a vida me amou quando eu a amei primeiro. O espelho me amou quando eu o amei primeiro. Eu me amei por fora quando, antes, me amei por dentro.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

Seus dedos entrelaçados aos meus. Nossos copos, pratos e talheres sobre a mesa do almoço. Seus livros junto dos meus, na (agora) nossa estante. Suas virtudes somadas aos meus defeitos. Todos os detalhes que transformaram dois em um, seres individuais, eu e você, em nós. Nós, que cruzamos a ponte e nos encontramos em um cenário não tão vienense como nos livros, mas ainda assim encantador. Nós que nos permitimos eternizar momentos.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

Os pássaros cantam de manhã sem que as pessoas notem, mas ainda assim cantam; assim como as folhas das árvores mudam o tempo inteiro, mas ninguém nota; assim como o céu, a cada dia, a cada momento, possui novas nuances, mas para a maioria ainda é o mesmo céu, ainda é igual. É que as coisas boas, bonitas, que devem ser valorizadas, são as mais sutis, as mais delicadas, imperceptíveis para quem não sabe olhar com a alma, com o coração. Chego a conclusão que saber admirar coisas assim é dom divino.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

Eu sinto falta do seu abraço e do laço que ele formava em torno de nós. Nós que não desatavam e não deveriam desatar nunca. Nós que se soltaram sem que nenhum de nós quisesse. Nós que ficamos de braços vazios, de laços partidos. Pedaços de laços que restaram em nós. Nós que não se refazem em nenhum outro laço. Laços que não se refazem em nenhum outro abraço. Abraços que não se refazem sem nós dois..."

Luana Camargo
Inserida por camargolua

Eu sou arte. Sou a linha do desenho, as voltas das palavras, a melodia da canção que o tempo escreve e canta. E encanta. E sonha. E transforma. E faz ser, pluralmente singular, sendo mil em uma, sendo uma em mil. Poetisa e poesia. Compositora da vida.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

Aprendi a admirar só quem realmente é digno de admiração.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

Não sei ser má e queimo como o sol. Até aqueles que pouco me conhecem falam de como eu sou meiga. Mas se tem uma coisa que eu aprendi com meu poucos 21 anos é que não há porque correr atrás de alguém que não faz o mesmo por mim, que não corresponde. Palavras o vento leva. Poesia a gente inventa. Sentimento, quando é verdadeiro, permanece. Não, eu não mudei. Mas é uma das leis da física: "toda ação tem uma reação". Agora sou eu em primeiro lugar. Minhas atitudes dependem das suas. Minha presença depende da sua presença. Meu querer depende do seu querer. Resumindo, não vou mais doar tudo de mim se me derem só pedaços, entende? Cazuza que me desculpe, mas migalhas e restos NÃO me interessam.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

E dessa vez vai ser diferente. Também vou aprender a ficar ausente.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

Eu tô vazia. E tô porque quero. Não faz mais sentido continuar levando algo que me sobrecarrega. Eu tô vazia. E quero continuar. Eu prometi a mim mesma que esse ano eu iria mudar e esse é o primeiro passo. Dá pra sentir no vento que uma grande revolução vai acontecer. E eu tô pronta. E tô vazia. Para o que chegar.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

- Se me amasse, não viria atrás, simplesmente não me deixaria ir embora.
- Na verdade, se VOCÊ me amasse, nem pensaria em ir embora.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

Posso escrever sobre qualquer coisa que faça com as palavras brotem em minha cabeça. Por isso mesmo, nem tudo o que escrevo tem alguma relação comigo ou com minha vida. Escrevo sobre mim também, mas posso criar a partir de uma conversa entre amigas(os), ou até mesmo de uma conversa que eu só ouvi ao vir pra casa. Chego ao ponto de escrever simplesmente por observar a mesma paisagem todos os dias. Escrevo, pura e simplesmente.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

Enquanto você vê o que perdeu me desvalorizando, me usando como uma boneca, pensando que como tal eu também não tenho sentimentos nem pensamentos, eu vejo o que ganhei desde o dia em que resolvi não mais te ter, tampouco te ser.
Ganhei a liberdade de voltar a pensar sem me remoer nem me sentir culpada, ganhei a oportunidade de voltar a sentir sem que isso doa. Ganhei a vida de volta, ganhei o sopro do vento, o abraço das flores. Me ganhei, me amei e com isso me doei àqueles que realmente nutrem bons sentimentos por mim.
Por tudo isso, eu é quem te agradeço. Obrigada por ser tão desprezível ao ponto de ter se tornado tão irrelevante.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

E eu vejo o que eu tanto temia acontecer bem em minha frente. E me vejo com braços e pernas amarrados. Impossível te abraçar na esperança de você permanecer, impossível correr em sua direção para que eu permaneça com você. Impossível exigir que você ainda sinta o mesmo e continue sendo como era antes. Você se esvai por entre os dedos como areia. Teu lugar já não é mais aqui. Teu lugar já não é mais dentro de mim.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

Cresça e aprenda a me respeitar, aí sim será digno de minha companhia.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

Liberdade é saber que posso ser influenciada por qualquer coisa, mas escolher o que vai valer a pena me deixar influenciar.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

Não sou mulher de “talvez”. Comigo é SIM ou NÃO.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

E acabou que ele provou o quão infantil ele é. E eu acabei descobrindo o quanto mulher me tornei.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

Gosto de gente que é de verdade, e não daqueles que brincam de ser.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

E pra quem já viveu uma história de cinema, novelinha mexicana vira passado fácil, fácil.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

E o que era pra ser diferente se tornou tão comum. E aquele que era especial se tornou só mais um.

Luana Camargo
Inserida por camargolua

Sou exagerada, intensa, dramática, faço "tempestade-em-copo-d'água" e se você não aguenta alguém assim em sua vida, faça o imenso favor de nem cogitar a possibilidade de abrir a porta pensando em me deixar entrar pra ver no que vai dar. Dá que você sai ileso e eu vou me trancando cada vez mais pro mundo.

Luana Camargo
Inserida por camargolua