Hélia Barbosa

1 - 25 do total de 45 pensamentos de Hélia Barbosa

Se a sua religião não te ensina a amar e respeitar as pessoas, aceitando as diferenças e entendendo que cada um tem direito a ter suas próprias opiniões e escolhas [sem ter que pensar igualzinho a você]; e que o mais importante é a busca do bem comum... Então eu, sinceramente, não vejo nenhum sentido na existência dela...

Hélia Barbosa

Quem ama sente orgulho da pessoa amada. Admira-a. Não posso imaginar um amor sem admiração, assim como não posso conceber um amor que não seja declarado. Eu gosto do amor que não tem medo do ridículo.

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh

Apaixonar-se de novo e novamente e mais uma vez a cada dia pela mesma pessoa...

Isso não é só mágico e especial.

Isso é possível! E é bom demais!

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh

Existem as paixões, que te enlouquecem por um tempo e um dia acabam de vez. Existem as ilusões, que podem te envolver e te enganar durante anos, até que um dia você abre os olhos para as mentiras e elas se vão, deixando marcas ruins. E existe o amor. Que se basta. E que fica.

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh

E pensar que a lua que me encanta aqui...
É a mesma que ilumina o seu sorriso aí...

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh

Não é loucura viver intensamente um amor, abrir mão de algumas certezas em nome dele, entregar-se por inteiro.

Não é loucura, por esse amor, mudar de casa, de cidade, de país, mudar de vida.

Loucura é deixar que o tempo passe. É não lutar por quem se deseja, é se conformar. É deixar que o conformismo, as mágoas ou o medo superem os sentimentos.

Loucura é não amar.

Hélia Barbosa

E a gente vai tropeçando, caindo, se levantando, tropeçando de novo, voltando a levantar.

E a gente vai acreditando nas pessoas, se enganando com elas, acreditando de novo e voltando a se enganar.

E a gente vai se decepcionando, chorando de tristeza ou raiva, enxugando as lágrimas e voltando a chorar.

E vai descobrindo que algumas pessoas mentem mesmo nos olhando nos olhos e mesmo que a gente dê várias chances para que elas digam a verdade.

E a gente vai, enfim, enxergando que certas pessoas nunca deveriam ter entrado em nossa vida, mas que outras – ah, essas nossas estrelas na Terra! – sempre estiveram do nosso lado... e sempre vão estar.

E aí a gente vai percebendo que sempre existirão pedras no caminho e que isso não dá para evitar. O que cabe a cada um de nós é aprender – já que a vida é um eterno aprendizado – o que fazer com cada pedra: ignorar, contornar, saltar, quebrar ou brincar de fazê-la quicar na água...

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh

Você questiona a minha singular falta de ambição. Mas saiba que, nesse momento em que o vento frio invade meu quarto, eu ambiciono - intensamente e descaradamente - o calor do seu abraço depois dos gemidos de êxtase em seus braços...

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh

Como dizer que estás distante, se fecho os olhos e posso te tocar... nesse instante?

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh

Regressões e Progressões


Aprendi que, nas relações amorosas, pode haver regressão ou progressão. Sim, os relacionamentos regridem, e isso acontece mesmo que os sentimentos sejam sinceros... Acontece quando o outro não corresponde às nossas expectativas...

A regressão tem um fim, felizmente. O relacionamento vai minguando, pouco a pouco, assim como o sentimento que você nutre pela pessoa. Quando você se decepciona... Quando você percebe que sonhou sozinha, que fez planos sozinha... Quando você descobre que só tinha olhos para o outro, enquanto ele tinha olhos para qualquer uma, menos para você... Quando você se dá conta que as palavras de amor que ele lhe dizia eram as mesmas que dizia a tantas outras, e ao mesmo tempo... Quando você acorda. Você sofre, chora, se descabela, parece mesmo que aquele sofrimento nunca vai terminar. Mas termina. Um dia você acorda e aquela pessoa não tem mais a mesma importância na sua vida. E todo aquele choro e sofrimento transformam-se em alívio. Talvez um pouco de saudade. Transforma-se em esperança. Em mudança. Mas não mais em dor.

Já a progressão pode ser infinita. Não há limites. A cada dia vai ficando mais gostoso estar ao lado daquela pessoa. E o sentimento que você tem por ela também vai crescendo. É a progressão, no relacionamento e nos sentimentos. Ela ocorre quando você percebe que, afinal, nem todos são iguais. Quando você descobre que existe alguém que é capaz de te amar de verdade. Quando você sente que pode amar de novo. E que pode ser feliz, porque você quer e merece a felicidade. Ocorre sempre que o outro faz questão de demonstrar o quanto você é importante e especial na vida dele. E única. Isso é primordial. Você não é mais uma. Você é essencial.

Hélia Barbosa
2 compartilhamentos

ENSAIO E CENA

Ensaio em frente ao espelho. Olho firme em seus olhos imaginários e digo:
- Não... Não. Não!

Faço ar sério, faço pose. Jeito sombrio e decidido. Digo, sem rodeios:
- Não dá... Acabou. Esquece!

Lanço um olhar soberano. Demonstro minha indiferença. Impassível, digo:
- Não me importo... Não te quero. Adeus!

Mas acontece que o telefone toca no meio da tarde chuvosa... e é ele!

Acontece que a voz dele no meu ouvido provoca uma quentura no meu corpo todo.

Acontece que ele me escreve poesias... e declama poemas para mim ao telefone.

Acontece que ele diz: “Escuta... ouvi mais cedo e lembrei de você! Ouve...” E coloca, do outro lado, uma música linda que eu escuto... e viajo...

Acontece que faz frio no meu quarto e dentro de mim... e só ele sabe como me aquecer...

Acontece...

Ele acontece... em mim, na minha vida...

E quando entra em cena, todo meu ensaio é esquecido... Olhar firme, sério? Decidida e soberana? Indiferença...? Não sei mais o que é isso...

Baixo o rosto, fecho os olhos... e sorrio, meio tímida, meio sapeca, quando digo baixinho pra ele:

- Sim...

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh
1 compartilhamento

Cansei das nossas idas e vindas!
Um dia de sorrisos
Para tantos outros de choro
É algo bem maior
Do que eu posso suportar...
Por isso desliguei o telefone,
Apaguei os emails
E evito – de toda forma –
Qualquer lugar onde você possa estar!
Mas se trago essa sombra em meu sorriso
Se tenho esses ombros caídos
Se meus pensamentos voam
É porque fecho os olhos
Sinto seu perfume
E te encontro dentro de mim...

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh

Hoje eu tenho saudade do amanhã...

Tenho saudade imensa
Dos instantes em que não estarei ao seu lado...
Saudade das nossas conversas
Do som da sua voz...
Da sua risada gostosa...
- E das risadas que você arranca de mim!

Amanhã sentirei tanta saudade!

Sentirei saudade de tudo que não compartilharemos...
Das palavras que não diremos...
Das lágrimas que não enxugaremos no rosto um do outro...
Do seu colo, que não terei quando estiver triste...
Do afago que não farei pra lhe consolar...
- Da história que não escreveremos.

Sentirei saudade de não ter vivido um grande amor ao seu lado.

Sinto saudade do amanhã, mas do amanhã ao seu lado.
Saudade estranha e dolorida de tudo com que sonhei, e de tudo que não vivi...
E de – certeza cortante – tudo que nunca viverei...

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh

Nós nos reconhecemos em nossas semelhanças e nos completamos em nossas diferenças...

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh

A noite
que chega
encontra
a mistura
de pernas
e lábios...
Na boca
que saliva
ante o desejo
ardente
persiste
o gosto do mel
que adoça
e atiça…
A língua
voraz
vagueia
e afoita
descobre caminhos
desvenda mistérios
e encobre
segredos…

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh

Não adianta esconder: os meus olhos já mostraram o que meus lábios ainda não conseguiram te dizer...

Hélia Barbosa

Quando amo alguém, quero que ele também me ame. De uma forma especial, exclusiva. Quero ser única aos olhos dele. Mas como o amor envolve respeito, entendo que ele é muito mais que meu amado e amante. Que ele precisa de espaço, que ele precisa alçar vôos. Entendo que não pode haver amor sem liberdade. Mas se olho para cima e o vejo voando mais alto ao lado de outro alguém, se vejo que esse vôo o enche de prazer, meu coração me trai... e dói, dói...

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh

RECAÍDAS

Talvez o confunda
esse meu jeito,
subitamente arredio,
feito de fugas
e desvios...

Talvez o assuste
essa minha tempestade
muda,
que me fecha
em um casulo
de silêncio
e indiferença...

Talvez você não saiba
que eu também estou
assustada
e confusa...

Mas é que esse ciúme
que me domina
- de suas palavras,
de seus sorrisos,
de seus beijos,
e de tudo que possa ir
de você em outra direção
que não a minha –
não condiz
com a minha pose
de mulher serena,
sensata
e bem resolvida...

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh

Como amigos e amantes nos completamos.
Sem promessas, sem juras, sem contrato,
Livres para vivermos, simplesmente.

Mas – que ironia! – vemos a cada contato
Que na liberdade do desejo ardente
Fatalmente atados um ao outro estamos.

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh

Eu te amo quando estás presente,
E no vazio de tua ausência
Continuo te amando.
Eu te amo no sorriso
Que fazes surgir
Em meu rosto
E nas risadas gostosas
Que arranco de ti.
Eu te amo no sorrir,
Que imagino,
No brilho do olhar
Que vi,
No suor de tuas mãos,
Que pressinto.
Eu te amo nos teus dias de luz
E mais ainda nos dias sombrios.
Eu te amo na minha insegurança
Quando buscas a solidão
E te amo quando retornas
De teu exílio voluntário.
Eu te amo no ciúme que sinto
E no ciúme que finges não ter.
Eu te amo do meu jeito explícito.
E no teu jeito contido, te amo.
Eu te amo em teu talento,
Que transborda,
E te amo quando a inspiração
Te abandona.
Eu te amo pela atenção que me dás
E pela vontade de dedicar-me só a ti.
Eu te amo pelos gostos em comum
E pelas nossas diferenças, que fascinam.
Eu te amo por tuas ansiedades e teus desvarios,
E por me encontrares, quando perdida estou.
Eu te amo pelo desejo instantâneo
Que te provoco
E pelas vontades intensas
Que despertas em mim.
Eu te amo do meu jeito solto,
Sem explicações,
Promessas
Ou cobranças,
Sem planejar o amanhã,
Sem hora de chegar nem de sair.
Eu te amo sem devaneios
De amor perfeito.
E por me aceitares
Com esse amor
Tão único,
Tão meu e tão teu,
É que me deixas
Livre
E tão presa a ti.

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh
1 compartilhamento

Tudo que eu quero é um pouco de espaço! Aí mesmo, bem agarradinha, dentro do seu abraço...

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh

As estrelas se apagaram, a noite chorou, choveu.
E o meu coração, que era seu, se encolheu...

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh

E até mesmo as batidas do meu coração
Repetiam o seu nome, numa canção.

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh

E quanto mais tento te esquecer
Nessa minha rebeldia
Mais o meu amor explode em poesia!

Hélia Barbosa
Inserida por heliabh

Vem, desperte os meus desejos mais ardentes.
E satisfaça os meus pedidos, tão urgentes!

Hélia Barbosa
33 compartilhamentos