Dalai Lama

Monge budista tibetano
101 - 125 do total de 185 pensamentos de Dalai Lama

Minha ignorância, meus apegos, meu desejo, meus ódios! Eis aí, na verdade, meus inimigos.

Se nos examinamos a cada dia com atenção e vigilância, interrogando nossos pensamentos, nossas motivações e suas manifestações sobre nosso comportamento exterior, poderá emergir em nós uma real oportunidade de mudança e de aperfeiçoamento pessoal.

Todas as emoções negativas se baseiam na ignorância, e na ignorância não há bases sólidas.

Quando a inteligência e a bondade ou afeto são usados em conjunto, todos os atos humanos passam a ser construtivos.

Todo mundo quer uma vida feliz sem dificuldades ou sofrimento. Criamos muitos dos problemas que enfrentamos. Ninguém intencionalmente cria problemas, mas nós tendemos a ser escravos para poderosas emoções como a raiva, o ódio e o apego que baseiam-se em projeções erradas sobre as pessoas e coisas. Temos de encontrar maneiras de reduzir essas emoções eliminando a ignorância que os sustenta e aplicar forças opostas.

Se alguém se comporta de forma negativa com você, ajuda a lembrar que ele ou ela é um ser humano como você e para distinguir entre uma ação e a pessoa que faz isso. Se forem necessárias medidas defensivas para evitar que alguém faça mal, é sempre melhor fazê-lo com calma, em vez de uma mente agitada. Se você agir com raiva, a melhor parte do seu cérebro deixa de funcionar. Lembre-se, a compaixão não é um sinal de fraqueza

Vocês pode treinar a mente analisando os defeitos da raiva e as experiências das outras pessoas. Também é útil dar uma olhada na história. Quando examino a tragédia humana, descubro que, na maioria dos casos, ela é resultado do comportamento humano, de emoções negativas como raiva, ódio, inveja e ganancia extrema. Todas as coisas boas e construtivas, as experiências humanas mais felizes, são, em sua maioria, motivadas pelo respeito pelo direito dos outros e pelo interesse pelo bem-estar dos outros — compaixão, amor e bondade.

(Amor, Verdade e Felicidade)

A paciência protege a nossa paz de espírito diante da adversidade. É uma resposta deliberada às fortes emoções e aos pensamentos negativos que tendem a surgir quando encontramos algo que nos faz mal.

Responder à ofensa com ofensa, é como lavar a alma com lama. O silêncio é um dos argumentos mais difíceis de se rebater.

Se você quiser que os outros sejam felizes, pratique a compaixão.
Se você quiser ser feliz, pratique a compaixão.

O que é meu inimigo? Eu mesmo. Minha ignorância, meu apego, meus ódios. Aí está meu inimigo...

Tente estar em paz consigo mesmo, e ajude os outros a compartilhar desta paz. Se você contribuir para a felicidade de outras pessoas, encontrará a verdadeira meta, o verdadeiro sentido da vida.

É muito importante que o homem tenha ideais. Sem eles, não se vai a parte alguma. No entanto, é irrelevante alcançá-los ou não. É apenas necessário mantê-los vivos e procurar atingi-los.

(O Livro de Dias)

Que eu me torne em todos os momentos, agora e sempre, um protetor para os desprotegidos, um guia para os que perderam o rumo, um navio para os que têm oceanos a cruzar,uma ponte para os que têm rios a atravessar, um santuário para os que estão em perigo, uma lâmpada para os que não têm luz, um refúgio para os que não têm abrigo e um servidor para todos os necessitados.

(Uma ética para o novo milênio)

A arte de escutar é como uma luz que dissipa a escuridão da ignorância. Se você é capaz de manter sua mente constantemente rica através da arte de escutar, não tem o que temer. Este tipo de riqueza jamais lhe será tomado. Essa é a maior das riquezas.

(O Livro de Dias)

Algumas pessoas têm amor por você, outras têm raiva. O que sentem nem sempre depende de seu comportamento.

O maior juiz de seus atos deve ser você mesmo e não a sociedade. Aprenda as regras e quebre algumas.

O maior juiz de seus atos deve ser você mesmo e não a sociedade.

Não permita que o comportamento dos outros tire a sua paz.

Os amigos humanos sinceros e verdadeiros sempre compartilharão de seu sofrimento, suas aflições e irão sempre vir a você, não importando se você é bem sucedido ou azarado.

Dalai Lama
LAMA, D. The Spirit of Tibet, Universal Heritage: Selected Speeches and Writings of HH the Dalai Lama XIV. Allied Publishers, 1995.
...Mais

Freqüentemente, acontece também que, com uma mudança nas circunstâncias, inimigos tornam-se amigos, tanto em nível pessoal, quanto na vida pública.

Dalai Lama
LAMA, D. In My Own Words: An Introduction to My Teachings and Philosophy. Carslbad: Hay House, 2008.
...Mais
Inserida por pensador

Na sociedade materialista de hoje, se você tem dinheiro e poder, você parece ter muitos amigos. Mas, eles não são seus amigos; eles são amigos de seu dinheiro e de seu poder. Quando perder sua prosperidade e influência, você verá como será difícil encontrar estas pessoas.

Dalai Lama
LAMA, D. In My Own Words: An Introduction to My Teachings and Philosophy. Carslbad: Hay House, 2008.
...Mais

É um erro de confiar somente no dinheiro para viver uma vida feliz. Por favor, preste mais atenção ao seu mundo interior e aprenda a lidar com sua própria mente; é assim que você pode aprender a lidar com qualquer problema.

Dalai Lama

Nota: Trecho de entrevista com o 14.º Dalai Lama na Televisão da Letónia (9 de Setembro de 2013)

O dinheiro só nos traz conforto físico. Os valores materiais por si só não trazem paz interior.

Dalai Lama

Nota: Trecho do discurso do 14.º Dalai Lama na inauguração do Centro Comunitário Tibetano de Richmond, na Califórnia (23 de Fevereiro de 2014)

...Mais

A ARTE DA FELICIDADE

Acredito que o objetivo da nossa vida seja a busca da felicidade. Isso está claro. Quer se acredite em religião ou não, quer se acredite nesta religião ou naquela, todos nós buscamos algo melhor na vida. Portanto, acho que a motivação da nossa vida é a felicidade.

Quando você mantém um sentimento de compaixão, bondade e amor, algo abre automaticamente sua porta interna. Com isso, você pode se comunicar mais facilmente com as outras pessoas. E esse sentimento de calor cria uma espécie de abertura. Você descobre que todos os seres humanos são exatamente iguais a você e se torna capaz de se relacionar mais facilmente com eles. Isso lhe confere um espírito de amizade. Então há menos necessidade de esconder as coisas e, conseqüentemente, sentimentos de medo, dúvida e insegurança se dispersam automaticamente.

Na nossa vida diária, certamente aparecem problemas. Os maiores problemas em nossas vidas são aqueles que temos de enfrentar inevitavelmente, como a velhice,
a doença e a morte. Tentar evitar nossos problemas ou simplesmente não pensar neles pode nos dar um alívio temporário, mas acho que há um modo melhor de lidar com eles. Se você enfrentar seu sofrimento diretamente, terá mais condições de avaliar a profundidade e a natureza do problema.
Numa batalha, enquanto você ignorar as condições e a capacidade de combate do inimigo, estará completamente despreparado e paralisado pelo medo.
No entanto, se você conhecer a capacidade de luta de seus adversários, os tipos de armas que eles têm e assim por diante, terá muito mais condições de entrar na guerra.
Do mesmo modo, se você enfrentar seus problemas em vez de os evitar, terá mais condições de lidar com eles.