Barão de Montesquieu

76 - 100 do total de 85 pensamentos de Barão de Montesquieu

A propriedade é uma cilada, o que julgamos possuir nos possui.

Barão de Montesquieu
24 compartilhamentos

Qualquer povo defende sempre mais os costumes do que as leis.

Barão de Montesquieu
29 compartilhamentos

Aquele que fala sem pensar, assemelha-se ao caçador que dispara sem apontar.

Barão de Montesquieu
29 compartilhamentos

A liberdade é um bem tão apreciado que queremos ser donos até da alheia.

Barão de Montesquieu
23 compartilhamentos

Nunca tive desgosto algum que uma hora de leitura não dissipasse.

Barão de Montesquieu
3 compartilhamentos

"A liberdade é um bem tão apreciado que cada qual quer ser dono até da liberdade alheia". Barão de Montesquieu (Charles Louis de Secondat) filósofo, escritor, FRA, 1689-1755

Barão de Montesquieu
3 compartilhamentos

A liberdade é o direito de fazer tudo quanto as leis permitem: e, se um cidadão pudesse fazer o que elas proíbem, não teria mais liberdade porque os outros teriam idêntico poder

Barão de Montesquieu
6 compartilhamentos

[A Teoria dos Três Poderes]
A liberdade é o direito de fazer tudo o que as leis permitem.
Para que não possa abusar do poder é preciso que pela disposição das coisas, o poder freie o poder.
Quando na mesma pessoa ou no mesmo corpo de magistratura o poder legislativo está reunido ao poder executivo, não existe liberdade, pois pode-se temer o que o mesmo monarca ou o mesmo senado apenas estabeleçam leis tirânicas para executa-las tiranicamente.
Não haverá também liberdade, se o poder de julgar não estiver separado do executivo. Se estivesse ligado ao poder legislativo, o poder sobre a vida e a liberdade dos cidadãos seria arbitrário, pois o juiz seria o legislador. Se estivesse ligado ao poder executivo, o juiz poderia ter força de um opressor.
Tudo estaria perdido se o mesmo homem ou o mesmo corpo dos principais, ou dos nobres, ou do povo, exercesse esses três poderes: o de fazer leis, o de executar leis, o de executar as resoluções públicas e o de julgar os crimes ou as divergências entre os indivíduos.

Barão de Montesquieu
Inserida por amcorrea

Um autor é um tonto que, não contente em aborrecer aqueles com os quais vive, insiste em aborrecer as gerações futuras...

Barão de Montesquieu
Inserida por lucijordan

Para se alcançar a vitória neste mundo, é preciso ou ser louco ou ser sábio .

Barão de Montesquieu
Inserida por gaabi3sartoori