Quem nunca sentiu ciúmes que atire a primeira pedra! Os ciúmes fazem parte de qualquer relação, seja ela a dois, dos pais ou dos amigos. É normal de vez em quando sentir que algo pode atrapalhar vocês.

O problema é quando este sentimento foge do controle e você se sente dominado por ele. Aí é hora de tomar as rédeas da situação e dar um chega para lá nos ciúmes. Confira algumas sugestões de como ultrapassar esse sentimento destrutivo:

1. Mantenha o controle

Miguel de Cervantes

A pessoa que age motivada pelo ciúme pode ter reações muito impulsivas e dizer ou fazer coisas que poderá se arrepender mais tarde. Nessas horas, o melhor é apelar pelo seu lado mais racional, analisar a situação com cuidado e optar pelo diálogo saudável.

2. Evite fantasiar

O ciúme vê com lentes, que fazem grandes as coisas pequenas, gigantes os anões, verdades as suspeitas.

Camilo Castelo Branco

A imaginação é um campo fértil e perigoso para alguém ciumento. Saiba diferenciar a realidade das suas fantasias. Assim como você tem amigos, o seu parceiro também os tem e faz bem para os dois manter essas amizades. Com o passar do tempo, novas amizades também podem surgir para os dois e isto não quer dizer que a relação de vocês esteja perdendo a importância.

3. Faça as pazes

Que a gente brigue de ciúmes, porque ciúmes fazem parte da paixão, e que faça as pazes rapidamente, porque paz faz parte do amor. Desconhecido

Se o ciúme bateu e a briga aconteceu, tudo bem, saiba reconhecer a hora de parar, deixar o orgulho de lado e fazer as pazes. A reconciliação é imprescindível para uma relação se manter forte. Saber reconhecer quando se está errado é a chave para isso.

4. Efeito oposto

O ciúme é o maior de todos os males e o que menos compaixão desperta nas pessoas que o causam.

François de La Rochefoucauld

Você já reparou que normalmente os ciúmes causam o efeito contrário do que se espera? Ao invés da pessoa amada se aproximar mais, ela acaba se afastando. Principalmente quando as crises são constantes. Claro que esse não é o objetivo do ciumento e, por isso, é bom ter sempre este sentimento domado.

5. Ninguém gosta de se sentir preso

sentimento impostor

Lembre-se que o seu parceiro está com você por gostar da sua companhia e querer passar momentos agradáveis ao seu lado. Ninguém gosta de viver às turras e apreensivo com quando será a próxima briga. Cultive o bem-estar entre vocês e não haverá motivo para ciúmes.

6. Fortaleça a sua autoestima

Perdoa meu ciúme, é só esse meu medo demasiado de que um dia você ache alguém melhor e coloque no meu lugar.

Charlie Brown Jr

A insegurança é um dos maiores estimulantes para os ciúmes. Se você estiver com a autoestima baixa, provavelmente vai sentir que o seu parceiro pode estar interessado em outras pessoas e lhe trocar. Confie nas suas qualidades e fortaleça a sua autoconfiança, não foi à toa que ele escolheu você.

7. Use a medida certa

A suspeita e o ciúme são como venenos empregados na medicina. Se pouco, salva. Se muito, mata. Antonio Perez

Existem situações em que os ciúmes podem até dar um temperinho na relação. Mas tudo que é demais enjoa e é bom saber dosá-lo. Uma coisa é você dizer, assim que chegam em casa, que não gostou de como alguém se aproximou dele na festa, usando o assunto para seduzi-lo, por exemplo. Outra coisa é dar escândalo no meio da festa. Qual você prefere?

8. Evite a inveja branca

Inveja e ciúme são quase sinônimos, pois a inveja é a dor de não ter e se sentir dono. Ciúme é a dor de ter, ter medo de perder e não saber dividir.

Se alguém quem você ama está vivendo um momento muito bom, como receber uma promoção, fazer uma viagem de sonhos, ou vivendo o grande amor da vida, tente se inundar de felicidade pela pessoa e esquecer que não é você que está vivendo essa experiência. É difícil, mas é importante para manter a boa relação entre vocês, sem conflitos desnecessários.

9. Não cultive a possessividade

tirania

É bom sempre lembrar que ninguém é dono de ninguém. Não se deve ver o outro como sua propriedade, ou você como a dele. Ter quem se ama por perto é fruto da conquista e do acolhimento, e não de um sentimento de obrigação.

10. Não culpe o amor

Pequena Sereia

Por fim, não pense que os ciúmes surgem de amar demais. Os ciúmes surgem das inseguranças e podem ser muito prejudiciais ao amor. Portanto, o melhor a fazer é fortalecer o amor, pelos outros e por si próprio, deixando de alimentar as desconfianças que, assim, deixam de ter motivos para existir.