André Luz Gonçalves

1 - 25 do total de 77 pensamentos de André Luz Gonçalves

Lasciva, bem mais que carne viva
Olho da vontade descabida
Rasgo do vestido vai até o canto da boca
Louca assumida, arrasa quando passa, cheiro de atrevida
Na pele registros, marcas, roxos, casca polida exibida
insegura se assegura dominante do vento levante
Amarga e formosa menina.

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Batia o maço de cigarro no dedo
Um só o caía
Uma musica o ouvia,
Na aba do rosto que não se via.

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Vou me benzer
Pedir pra avó me rezar
Com ervas e oração me guardar.

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Ao que se refere a liberdade; Preso não se enxerga.

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

O sol nasceu!
Enquanto eu comia,
A boca me engolia.

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Quem precisa de alívio é a dor

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Não sou o mergulhador valente, sou a água que o recebe cheio de coragem.

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

O desamor é sem cheiro, o desamor é sem gosto, o desamor é branco sem brilho, o desamor nasce no diafragma e não tem vida.

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Disseram me segura a onda! Eu mergulhei fundo nela e segurei!

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Na minha estante de menina tem cores brilhantes,
nobres amantes e esquina.
Depois de certas manhãs, certas manhas de menina.
Saia e alcinha.

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Me falaram cuidado com os homens, eu sorri pro destino ser simpático e sou negro!

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Vinho de camomila

nessa fronha em que eu deitei dormi
eu fiquei pensando se ela estava cheirosa
depois percebi que o cheiro era do vinho
que a rua tomava com ela
numa taça feita de espera

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Quando for prefeito do mundo,
vou por o amor nas matérias obrigatórias de todas as escolas!

Darei certeza aos indecisos,
Calarei os malditos.
Beijarei Deus de surpresa!

De toda tristeza farei a lei do poema!

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Belo sorriso acaba comigo,
é como perfume do olhar!

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Até o mais solto passarinho precisa pousar pra amar.

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Vou te dar um perfume cor de sangue
Com cheiro vermelho
Frasco sem tampa de desejo
Que combina com seu espelho.

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Rápidas e intensas sensações
Assim são as drogas
As paixões
A poesia.

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Eu sou saudade
Feito um samba que ainda não está pronto
Mas se canta há muito tempo.
Cheio de lembrar.

André Luz Gonçalves
2 compartilhamentos

Compraria suas coxas
Roubaria seus seios
Tomaria sua boca
Arrancaria seu olhar
Lamberia sua nuca
Pegaria suas ancas
E me levaria embora.

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Desaviso

Vem logo,
Antes que o caminho se apague
Antes que o novo nos guarde.

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Feliz se dá de...
Sensível e delicada, absolutamente efêmera. Alegria só se mostra depois que vai embora.

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Vendo poesia
Pode pagar-se e sentir-se
Com panela e caldo no barro
Da cara magra da gana,
Ou fome na mão do palhaço

Vendo versos
Imensos em mim imersos
De imagem na palavra eu tenho um bom
Que seu olho pode pagar, onde ler alcançar.

Alugo sentidos
O tempo de ternura é bom
Dura mais que um suspiro
Tenho mais céu que o chão

Venha ao brechó em poemas
Alguns amarelos, mofados ao pó
Alguma coisa rara, pouca cara
Se encantar me aproveita fazendo outro nó.

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Dor não tem vento
Enruga, rusga, inflama o drama,
Tormento enfrenta o corpo.
Ossos desmancham, esmagam,
Carne sem pedaços, pele repele e desfaz.

Sentimento primário,
Ofende o sorriso ofertando lágrimas
Trata de dizer que o tempo é infinito
Rasga a saudade do sossego
Trepa com a morte e sangra

Ao trauma físico,
fino sabor de punhal
Arromba a prece que valha
Traga a cura e se entupa de juras
Até nunca mais voltar

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Saudade dela,
De seu café,
Seu livro vermelho de cheiro de sangue que perfumava o mundo...

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz

Ao acumulo do que sou
Digo que sumo e vou
Parar de parar no ant-rumo,
E de lá só apareço póstumo.

André Luz Gonçalves
Inserida por 1andreluz