André Anlub

1 - 25 do total de 454 pensamentos de André Anlub

Não há nada mais indomável do que uma mulher sem vaidade.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

O respeito alcança seu ápice quando compartilhado.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

Na geografia do teu corpo, passo o mais ardente compasso.
A cada traço, uma fronteira ultrapasso. Ao findar o que faço
limpo toda a sua tez e faço tudo outra vez.

André Anlub

Encontra-se num orbe longínquo, meu ego prófugo e inútil. Degredado pela poesia, encalçado pela humildade, pois sendo maior de idade... bateu em retirada, ferido e cansado da vida.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

Tragam vozes e resmas, tragam versos e temas, porque meu amor pela praia passeia.
Na orelha carrega uma açucena, emoção é plena.
O coração tá sereno e o olhar tá sereia.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

Tem sido poesia que me invade e, em alarde e envaidecido, sigo saciado na tua maestria.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

Se ser feliz é clichê, largue seu crochê, pegue seu crachá, se sinta em uma creche, bebendo uma Crush e ouvindo The Clash.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

“Medo de ser feliz”, isso não é verossímil. Não existe o invencível! Se a tristeza persiste, me persegue e não desiste, ponho meu dedo em riste, pois, se é preciso temer algo, tenho medo é de ser triste.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

A finura precária faz o homem sensato criticar a todos, a mediana faz o homem sensato criticar a si próprio e a abundante faz o homem insensato a permanecer calado.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

Acordei com uma lágrima, no sonho bem claro o rosto, de pronto sorriso me olhava, amigo de praias e farras, que o vento levou sem aviso, deixando a doce lembrança, momentos que não amarelam e regam o verde singelo desse jardim da saudade.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

Agarre-se na dopamina, se dope do casto e verdadeiro anseio, arrume um meio de dobrar essa esquina e depois retorne a rua calma da sua história.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

Amizade verdadeira é amor incondicional. Não há doença, vício, serviço ou crença que destrua a tal.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

A moradia na emoção é o botão de liga/desliga de uma alma incendiária.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

Aprendi a engolir sapos para no futuro pisar em brejos.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

No relacionamento, a queda nos abriga a levantar a cabeça e reconstruir com paciência cada passo, cada tijolo, cada pecado e cada inocência... Erguendo-se mais rígido e harmônico com o cimento da convivência.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

A vida só é cruel para os inermes, que fazem tempestades em copos d’água, vivendo nas podridões como vermes e fazendo respiração boca a boca em suas mágoas.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

Brinco - choro - rio
enxoto pra longe a morte
com sorte ela vai e não volta
impossível é perder o meu brio.
Queria mesmo era ver o mundo
cicatrizando os seus cortes.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

Será que sou anti-herói filósofo?
Que tem a cabeça dura de pedra
de frágil esteatito.
Que tem perigosa peçonha
e usa para criar o antídoto.
Que tem o coração guardado
a sete ou oito chaves
mas deu cópia aos amigos.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

Dê-me seu melhor sorriso. Aquele intenso, meio sincero, todo lero, mero siso. Que mexe com meu brio, benevolente e incandescente, que eu admiro.

André Anlub

Deslumbro-me vendo o sol nascer no mar e se pôr nos campos. Mas também pode ser o oposto!
Pensando bem... de outras formas também acho majestoso.

André Anlub

Disfarço e não vejo meus textos sem nexo, os sonetos sem rima de um sentimentalismo perplexo. O meu ser já perdeu a transparência intacta, sendo um homem de lata, sem coração nem reflexo.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

É com você meu excesso! Cada rima faz a lima que esculpe, cada lume é o grito na ideia. A sina e a saudade tomam a forma que apetece. O blá, blá, blá de normas e métricas, já tarde, falece.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

Engatinho na escrita e na arte, feito criança sapeca, levada. Vou de encontro ao bolo ou a bola, entro de sola. Mergulho no sonho, totalmente cego e sem ego, sem pretensão de ser nada.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

Entro no seu “eu” mais íntimo, descubro sua carícia preferida, suas orações proferidas, seus gestos, seus sexos, seu ritmo.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub

Fotografei a vaidade na antiguidade saudosa. Num 35 mm revelo o verso e prosa. Fiz foco no amor verdadeiro, fiz macro nos pequenos detalhes. Vendo na semente uma rosa e na gota d’água meus mares.

André Anlub
Inserida por AndreAnlub