Aline Cogitare

1 - 25 do total de 48 pensamentos de Aline Cogitare

Morro um pouquinho a cada dia. Mas tenho uma saúde de ferro! Afinal... É preciso morrer um pouco, pra nascer de novo.

Aline Cogitare

Seu vício de fumante inveterado é como o meu. Enquanto você "precisa acender um cigarro", eu preciso escrever

Aline Cogitare

Acabo de sair de um banho relaxante, pronta pra outra! (Quem não sai? Após ter chorado o boxe inteiro?)

Aline Cogitare
Inserida por AlineBeCe

Eu não sei se vou me olhar no espelho amanhã. Não sei se devo...

Aline Cogitare

Tenho o inferno dentro de mim. E todas as coisas boas do céu também!

Aline Cogitare

É tão engraçado quando eles erram. Foram idiotas. Foram bobos. Foram infantis. Quando Eu erro, sou uma eterna babaca

Aline Cogitare
Inserida por AlineBeCe

Ela manda. Eu obedeço. Ela briga. Eu aceito. Ela me sustenta. Eu a respeito. Ela me teve. Eu a tenho. Oh Céus... Não reclamo dela. Mas quando terei a Minha vida? Só não queria ser "mandada" o dia inteiro. Né mãe? (Te amo, tá mãezinha?)

Aline Cogitare

Vou tocar todo o meu "rock" hoje. Vou passar a noite sozinha. Boa noite pra mim.

Aline Cogitare
68 compartilhamentos

Ahhh... Se esse solo de guitarra não existisse. Talvez grande parte de mim não existisse também.

Aline Cogitare

Deus me permitiu ser intensa. E minha intensidade está em tudo. Desde o meu temperamento até a auto-crítica. Desde antes das unhas dos pés até depois dos fios de cabelo. Deus me permitiu ser eu mesma. E até um pouco má. Permitiu-me sorrir. Entre outras coisas como...
Mas eu não sou muito de permissões. Me acho muito teimosa e decidida. Posso Parecer/Ser arrogante. Mas não tolero injustiça. Por fim, sou como brisa... E um tufão ao mesmo tempo, tudo num dia parado.

Aline Cogitare
21 compartilhamentos

Tenho medo do "pra sempre" que ouço. Mas tenho mais medo ainda do "Pra sempre" que eu falo.

Aline Cogitare

Amor próprio

Arrumando as coisas...
Fiz um poema de amor.
Ele parecia colorido demais.
Coloquei nele todas as coisas especiais.
Tirei das prateleiras de cima, as empoeiradas paixões.
Ao assoprar não apenas ví, como enxerguei o bonito que nunca tinha percebido.
Para parecer coincidência, tropecei numa caixa de sapatos velha. E nela encontrei meu amor-próprio. Ele parecia bem surrado, mas era uma das poucas coisas que poderia afirmar "é meu". Resolví entitular o poema com ele.
Sentí uma brisa vinda das frestas da janela. Então a abri. O vento entrou e roubou-me um beijo. "Sedutor barato!" Pensei. Aproveitei e tornei a admirar a natureza.
Infelizmente tinha muita natureza morta. A mesma onde escrevo o poema.
Pensei. Resolvi. Percebi. Pensei "O que fazer com esta vida, afinal?" Resolvi que não pensaria mais nisso. Percebi que precisava terminar o poema.
Ao contrário, li um pouco de Schopenhauer. Lembrei que o acho engraçado. Mas esqueci o por quê. O pus de volta na estante.
Por fim, ví cartas na mesa. De amigos que nunca mais ví. De amores que já esquecí. De mentiras que nunca direi. De verdades que eu já sorrí.
Eis que a carteira cai e abre. Com a foto de uma familiar família. E por fim concluí o poema de Amor. Não totalmente concluído. Não tão cheio de amor.
Poderia lembrar de mais alguém. Que me faz neste momento tão Feliz. Então lembrei que um velho conhecido disse: "todas as cartas de amor são ridículas". E aí que isso não é uma carta. Mas sim um poema!

Aline Cogitare
2 compartilhamentos

Acabo de sair de um banho relaxante, pronta pra luta! (Quem não sai? Após ter chorado o boxe inteiro?)

Aline Cogitare

Quanto mais tempo pareço ter
menos tempo penso ou faço
tudo o que posso fazer
por temer os meus passos

Aline Cogitare
Inserida por AlineCogitare

Brigadeiro de panela + Indivíduo(s) =
Eu obeso
Tu obesas
Ele obesa.
Nós obesamos
Vós obesais
Eles obesam.

Aline Cogitare
Inserida por AlineCogitare

Eu te Amo.

meu amor é calejado. cheio de arranhões. Com umas partes bem duras. Outras bem moles. Ele tem goteiras e ao pingar elas dizem seu nome. Meu amor é sofrido. e também desejado. É amado. E foi feito para ser doado, não para ser guardado à sete chaves. Meu amor tem paredes mas não tem teto. a porta de entrada ninguem sabe exato onde fica. Mas a saída é logo alí, com uma placa bem grande em cima: "SAÍDA". Você quem resolve se decide ficar ou sair.

Aline Cogitare
Inserida por AlineCogitare

Você
toca
O instrumento que
toca
O som que
toca
A música que
me toca.
E eu sinto ao
Toque.
E respondo ao
Toque.
Sorrí.

Aline Cogitare
Inserida por AlineCogitare

As vezes me perco para me encontrar. Não me encontro. Encontro outras coisas. Outras pessoas. Encontro importâncias. E “desimportâncias” também.
Busco um sentido sem sentido, bom sentido e mau sentido pois os homens são todos assim, maS incrivelmente Bem sentido. Busco uma vida sem sentido, que é fácil de encontrar. Mas é difícil achar uma sem sentido, achando que tem de ter sentido. Isso, pra mim; simplesmente não tem sentido.
Eu finjo muitas coisas, mostro meu pior pra afastar as pessoas que querem porque querem se aproximar de mim. E não faço a mínima questão de recuperar pessoas perdidas. Pois não são peças perdidas. E também, não podem ser recuperadas.
Pessoas não são peças de um tabuleiro, então deveriam parar de agir feito tal. Assim como a vida não é um jogo, mas ainda não sei o que a vida é. E na primeira vez que me fiz essa pergunta, foi a primeira vez que duvidei de minha existência. Deus é vida? Porque sempre que indago sobre a vida, me vem Deus a mente. E quem é Deus? Parte disso é o não-sentido que quero. Fundamentalmente sem sentido.

Aline Cogitare
Inserida por AlineCogitare
1 compartilhamento

Eu gosto de ser desgostada e não me importa muito se sou querida. Tanto que não me interessa um “eu te amo” por hábito, pois há dias em que mesmo eu, não dou bom dia. Assim como não me interessam beijos por ser de meu interesse quando não são do próprio interesse do “beijador”. Não me interessa festas de amigos em que a maioria não é amigo. E me interessa festas amigáveis entre desconhecidos onde a maioria permanece, constantemente; desconfortável... Até o momento em que alguma coisa boba deixa todos confortáveis como se todos se conhecessem a tempos.
Prefiro Não ser a queridinha dos familiares. Se os mesmos nem são tão queridos assim por mim. O mesmo vale para amigos de familiares ou familiares de amigos... Simplesmente, são indiferentes. Mas faço questão de não provocar atritos, evitando tornar o ambiente desconfortável.

Aline Cogitare
Inserida por AlineCogitare

Quero me perder por um dia inteiro e achar que todo mundo vale a pena. Quero rir muito depois disso.

Aline Cogitare
Inserida por AlineCogitare

Já passei tanto tempo pra descobrir quem era eu. E Eu. E sinceramente... Ainda não sei quem você é. Mas Eu fica tão radiante com as músicas que quer ouvir. Ao meu lado. Que sinceramente não importa quem Eu é. O deixarei aqui. Porque Eu quer rasgar as folhas. Eu o adoro. O detesto. Ele me entende.
Me compreende. Eu é um velho louco.
Eu é uma criança.
Eu já foi tudo. E eu já quer ser nada. Pra tentar ser algo diferente, quer ser o mar dessa vez. Quer ser casado com a Lua. Quer namorar estrelas. De longe. Sem infidelidade. Quer contar sorrisos e guardá-los no bolso.
Eu é inconsequente. Tão, mas tão impulsivo! Nunca repulsivo. Eu viaja. E perde um pouco o fio da meada.

Aline Cogitare
Inserida por AlineCogitare

Sentido de Amar.

De qualquer forma... eu só quero um amor sentido.
Um amor sem sentido, mas sentido.
Que abale todos os meus sentidos e ainda assim isso faça algum sentido.
Porque se viver for sem ter tido o não sentido do amor sem sentido. Prefiro não ter sentido que deveria sentir o Amor.
Porque ainda não sei o que ele é. Sei o que ele não tem. E o que ele faz.
Não tem sentido. Mas faz sentido.
E querer ter sentido nisso tudo, não faz nenhum sentido. Apenas tê-lo tido, entende meu sentido.
Com tanto que eu o sinta.
Tudo bem...
Tudo bem...
Ainda e desde o início. Eu quero um amor sentido.

Aline Batista Correia

Aline Cogitare
Inserida por AlineCogitare

Eu.
Eu, sempre tendo problemas de definição de personalidade talvez.
Sempre achando que não estou bem o bastante para me reconhecer como Eu.
Sempre tendo problemas com a aparência, desejando ser mais atraente, mais legal... Menos tímida.
Só não dá.
Eu? Sempre dando trabalho pra mim mesma.
Sempre querendo ser livre.
Eu, sonhando acordada. Eu, com meu autismo por opção. Ou não.
Sempre sonhando em voar. Acreditando no íntimo que ainda existe mágica no mundo. Esteja ela em um filme belo, onde pessoas possam respirar dentro da água... Ou quando um beijo pode sarar feridas.
Sempre fugindo da realidade e então como um ímpeto! Encarando-a e me divertindo a vontade.
Eu, sempre eu. Sempre eu.
Sempre desastrada e brincando com feridas passadas.
Eu, sempre achando que ainda vou achar a cura para a fome do mundo. Sempre pensando o impossível.
E sempre pensando que o impossível é possível.
Sempre, sempre pensando.
Eu, egocentrismo exacerbado. Pensando em como encarar o dia seguinte antes do dia atual terminar.
Sem saber o que falar e falando a primeira besteira que me vem a cabeça. Ou então não falando nada.
Tenso.
Sempre rindo do nada, do babaca e do tal “impossível”.
Sempre achando que pra tudo tem cura, até para um coração partido. Mas quando vou cuidar de mim, ás vezes acabo esquecendo.
Sim, pensando em como vou resolver tudo sozinha. O Eu não gosta de envolver pessoas alheias em problemas que são seus, só Seus.
Sempre olhando os outros. Aqueles que o Eu se preocupa tanto que chega a ser bom e ruim. Um sentimento quase nulo. Quase eterno. Quase sem querer.
Pensando: “Será que eles estão bem hoje? E sorrindo.
Como se ninguém mais conseguisse tirar esse sorriso. O Sorriso que criou-se para eles. Até como se... Tivesse nascido deles.
E o eu? Ah.. O EU!
Como sendo esse Eu, tão sem noção imprevisível cheio de defeitos e algumas qualidades... O que seria do Eu?
Sem eles?!
Simples. (;
Não seria Eu.
Simplesmente um alguém sem ninguém. Um alguém sem eles.


Aline Batista Correia
15/05/2010

Aline Cogitare
Inserida por AlineCogitare
1 compartilhamento

Não adianta mais ficar esperando por uma ligação, porque você o conhece. Ele vai ligar quando a vontade aparecer. A vontade Dele, não a sua.
Até parece que ele pensa que a qualquer hora você tem vontade de receber a ligação dele. Coitado[...]

Aline Cogitare

Significâncias

Aos que acham que significam muito para mim... Infelizmente suas palavras não me doem Mais. Infelizmente seus gestos não me comovem nem me irritam. Só me fazem lembrar um pouco da capacidade que o ser humano tem de se render à sentimentos tão tristes e vis. É realmente uma pena, achar que me ofenderia com tão pouco. E isso sim me deixa um Pouco triste.
Aos que significam de verdade... Vou manter meu amor por voces aqui dentro. Tentar cuidar dele mesmo sabendo que como uma criança ele pode escapar de meus olhos, cair e se machucar em segundos! Vez ou outra vou deixa-lo sair, respirar o ar lá fora mesmo achando tao perigoso. Vou manter quentinho um cantinho para o qual ele possa pensar “Eu pertenço à algum lugar!” E queira estar sempre aqui. O amor também precisa ser amado. E cuidado. Mas principalmente... Sentido.

Aline Cogitare
Inserida por AlineCogitare