A menina e o violão

Encontrados 7 pensamentos de A menina e o violão

“Lucia disse que amava Pedro. 3 meses depois percebeu que era só atração. Mariana declarou amor á Lucas e disse “foi Deus quem me deu você”. 6 meses depois o namoro acabou e ela disse que foi “livramento de Deus”. Rafael mandou flores á Vanessa e prometeu ama-la pra sempre. 8 meses depois sentiu que o sentimento se esvaiu pois Vanessa não correspondia á todas as suas expectativas. Jonas, casado há 5 anos com Marta, que havia declarado o famoso “até que a morte nos separe”, pediu divórcio pois não aguentava mais o jeito da mulher. Não é triste o fim do amor? Não. O amor só termina quando nunca começou.”

A menina e o violão
3 compartilhamentos

Menina estranha. Sua boca sorri, mas seu olhar chora.

A menina e o violão
42 compartilhamentos

O problema é que eu me deixei conhecer demais. Quando olhei nos seus olhos esqueci de tudo, inclusive de que eu deveria esconder uma parte de mim, deixar uma parte para ser descoberta, uma parte que te fizesse se interessar em me desvendar. Eu não sei por que, mas o seu olhar me desarmou por completo e eu mostrei todos os meus lados, todas as minhas manias. Deixei você entender o significado de cada sorriso meu, de cada levantada de sobrancelha, franzida de testa, mordida no lábio. De alguma forma eu perdi o meu lado misterioso. Eu esqueci que as minhas experiências me mostraram que eu não posso me abrir por completo. Eu esqueci de colocar a minha armadura, levantar o meu escudo, de falar pouco, de dar voltas nas minhas ideias. Esqueci da terra, do céu, de mim.

A menina e o violão
3 compartilhamentos

Uma vez me disseram que sou forte, e parei pra pensar quando foi que eu decidi que ia ser assim. Nem reparei o momento em que blindei meu coração e determinei que certas coisas não o atingiriam mais, só sei que o fiz. E já passei por situações tão terríveis que quis morrer, mas suportei, me concentrando na ideia de que a dor sempre passa. E embora leve essa força aqui, a fragilidade a acompanha. Sou forte, mas choro. Não preciso esconder o que sinto, embora pareça mais seguro. Porque eu penso que a gente deve tentar, deve ir. Quem não vai não sente, não vive. Decidi: forte é quem não se esconde. Quem encara. Se já quebrei a cara por isso? Várias vezes. Mas acredito. Sempre! Não uma Fé cega, mas Esperançosa. Porque dentro de mim há sempre aquela mania de acreditar que todo mundo tem um lado bom. “Tem que ter algo bom, essa pessoa não pode ser essa merda toda”. Pode parecer loucura, mas eu penso com o coração. E coração não pensa. Quando vê, já foi. Já fui.

A menina e o violão
141 compartilhamentos

"Você firmou seus pés quando seu mundo caiu, eu acompanhei de perto e tentei ajudar, apesar da sua mania de achar que pode resolver sozinha. Você teve medo de que vissem sua dor e fragilidade, mas foi forte até o fim e levantou sem pisar em ninguém. Você acreditou no lado bonito da vida, e apesar de algumas rasteiras, continua sorrindo, com fé na vida, no amor. Você me inspira a querer ser melhor. Sua compreensão da necessidade por Deus é linda para mim. Você, tão forte e tão frágil, com jeito de criança e presença de mulher. Você, de alma tão bonita que artista nenhum, no mundo inteiro, conseguiria fazer arte que pudesse se comparar ao que você leva no peito. Você que caiu, que chorou, que sofreu, que orou e se reergueu. Você que é verdadeira, fiel e tem um valor inestimável. Você que é digna de amor verdadeiro. Não ouse se contentar com menos que isso: amor verdadeiro. Você que é tão bonita por dentro, que compreendeu que o que tem por fora é totalmente perecível.”

A menina e o violão
2 compartilhamentos

Que meus olhos nunca deixem de ver o lado bom das pessoas. Que minhas mãos estejam sempre prontas pra levantar, não empurrar...
Que meus pés levem o amor...
Que minha boca não seja usada pra dizer palavras amargas e de derrota...
Que meus ouvidos sejam pacientes para ouvir a dor do outro...
Que meu coração nunca fique duro, escuro...
E que eu nunca, nunca mesmo, desista de recomeçar.

As tempestades vêm, sempre. Mas que além delas, sempre venha uma fé bonita e a esperança de que as coisas se ajeitam.”.

A menina e o violão
2 compartilhamentos

Ninguém deve se sentir triste por ter um bom coração. O amor não é um erro. Errado é enganar, mentir, trapacear, dar rasteira no sentimento alheio. Quem faz isso é que deve sentir vergonha. Não quem ama e acredita. Ninguém é bobo por se arriscar, bobo é quem passa a vida toda enganando os outros e achando que a vida não traz pra gente tudo aquilo que a gente planta. Ah, ela traz.

A menina e o violão
2 compartilhamentos