Aceitar as Diferenças

Cerca de 106 frases e pensamentos: Aceitar as Diferenças

Respeitar as diferenças
começa por aceitar que as pessoas
pensem diferente de você.

A não aceitação das diferenças torna o mundo um lugar horrível. Quem aceita isso é civilizado. Quem não aceita isso é bárbaro. Pode falar dez línguas, continuará sendo um bárbaro.
(Na palestra Tolerância Ativa)

A não aceitação das diferenças é problema tanto patológico como baixa inteligência e falta de caráter. Ou uma combinação das três coisas. O fundamentalismo não precisa ser ‘falta de caráter’. Eu ainda acho que se pode educar para a Tolerância Ativa.
(Na palestra Tolerância ativa)

É tão mais fácil quando se compreende que não é necessário concordar, basta aceitar pontos de vista diferentes.

“Crescer talvez não seja mais que aceitar as diferenças e de uma vez por todas parar de agir a favor e contra os nossos pais. Não importa como eles são ou tenham sido, os responsáveis pelos nossos atos somos nós mesmos.”

Eu aprendi a aceitar os erros e as diferenças das pessoas.Mas ainda não aprendi a aceitar os meus erros e as minhas diferenças.

Respeitar pessoas é aceitar diferenças.

Amar é aceitar as diferenças, superar os obstáculos, compreender, aceitar e superar os desafios, atropelar as crises e, depois de tudo, querer um ao outro como se estivéssemos sozinhos no mundo.

Amar é respeitar e saber lidar com as diferenças, aceitar as diferenças, relevar muitas vezes as diferenças... isso sim é amar, saber contornar cada momento de conflito e de desavença, é sentar e conversar, é não ter grito, é ter paciência, é saber segurar na mão do outro e dizer: Perdão, eu fiz errado, mas não sabia que isso iria te magoar. É saber dizer: Eu te perdoo, mas por favor, não faça mais isso que me deixa triste... é ter sinceridade e dizer a verdade sempre, mesmo que esta seja amarga e dolorida! Isso é amar...

Vivemos numa sociedade que se diz aberta mas que não aceita diferenças individuais; que cria padrões e normas daquilo que cada um deve ser, fazer, pensar e agir; cria até normas daquilo que deve ser o nosso percurso de vida; se seguirmos esse “padrão” seremos supostamente pessoas normais, contudo, muitas vezes, infelizes. A sociedade exige demasiado do ser humano, pede-nos uma perfeição que não nos é intrínseca e o que acontece é que, perante perdas, frustrações e sonhos destruídos o ser humano fraqueja e adoece, desistindo de si e do que o rodeia.

O Sacrifício da vida esta em compreender as diferenças do próximo e aceita-las sem querer muda-las com criticas.

Podemos e devemos nos relacionar aceitando as diferenças, sem julgamentos. Entretanto, quando se trata de compartilhar a vida é necessário escolher pessoas cujos valores estejam em harmonia com os nossos.

Nos seres humanos não aceitamos as diferenças,criamos um padrão de perfeição para nossa espécie e tudo que for o oposto, será ignorado.

É muito fácil fazer declarações de amor quando se está distante, o desafio é aceitar as diferenças, manter o equilíbrio, dominar os impulsos, ponderar as atitudes e expressar este mesmo amor quando convivemos sob o mesmo teto.

Respeite e aceite as diferenças! Deus criou todo ser humano diferente na aparência, nos pensamentos e nos talentos, porque ele não queria ninguém igual a você.

Levo as diferenças numa boa até certo ponto!
Certas atitudes não podem ser aceitas como algo normal. Acredito! que cada um leva a sua vida do modo como achar melhor... Não se pode esperar que tudo seja perfeito pois vivemos em uma sociedade que, em determinadas situações, nos torna imperfeitos... É preciso respeitar as diferenças uns dos outros e que os mesmos respeitem as suas diferenças também... ninguém é igual a ninguém, e nem se pode exigir que todos sejam iguais......
A vida em sua plenitude não teria sabor nenhum se fossemos todos iguais, deveriamos ter DIREITOS IGUAIS SIM e não temos! pois esse mundo esta cheio de injustiças contra a humanidade independente da identidade que assumimos.
É se viver em sociedade fosse fácil, as perolas não viviam dentro de ostras.... ;-)***

Crescer: talvez não seja mais que aceitar as diferenças e de uma vez por todas parar de agir a favor e contra os nossos pais. Não importa como eles são ou tenham sido, os responsáveis pelos nossos atos somos nós mesmos

Julgar nunca te fez melhor que ninguém, nem fará! Aceite as diferenças, pessoas são assim, diferentes, se todos fossem iguais não teria a menor graça.

Viver em plenitude

Viver em plenitude é olhar o outro com simplicidade, aceitar as diferenças e ajudar a construir um mundo melhor através do diálogo e da compreensão.


Viver em plenitude é ajudar o outro a crescer sem esperar algo em troca.


Viver em plenitude é oferecer um olhar aconchegante e sentir no fundo da alma a carência do outro sem precisar que ele precise falar.

Temos que ter a 'cabeça aberta' pra aceitar as diferenças de nossa sociedade.