A Arte da Guerra

Cerca de 111 frases e pensamentos: A Arte da Guerra

A suprema arte da guerra é derrotar o inimigo sem lutar.

Se você conhece o inimigo e conhece a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas. Se você se conhece mas não conhece o inimigo, para cada vitória ganha sofrerá também uma derrota. Se você não conhece nem o inimigo nem a si mesmo, perderá todas as batalhas...

As oportunidades multiplicam-se à medida que são agarradas.

Aquele que se empenha a resolver as dificuldades resolve-as antes que elas surjam. Aquele que se ultrapassa a vencer os inimigos triunfa antes que as suas ameaças se concretizem.

Diante de uma larga frente de batalha, procure o ponto mais fraco e, ali, ataque com a sua maior força.

O verdadeiro método, quando se tem homens sob as nossas ordens, consiste em utilizar o avaro e o tolo, o sábio e o corajoso, e em dar a cada um a responsabilidade adequada.

Se o inimigo deixa uma porta aberta, precipitemo-nos por ela.

Os que ignoram as condições geográficas - montanhas e florestas - desfiladeiros perigosos, pântanos e lamaçais - não podem conduzir a marcha de um exército.

Triunfam aqueles que sabem quando lutar e quando esperar.

Não é preciso ter olhos abertos para ver o sol, nem é preciso ter ouvidos afiados para ouvir o trovão. Para ser vitorioso você precisa ver o que não está visível.

Um soberano jamais deve colocar em ação um exército motivado pela raiva; um líder jamais deve iniciar uma guerra motivado pela ira.

Todos podem ver as táticas de minhas conquistas, mas ninguém consegue discernir a estratégia que gerou as vitórias.

Quando cercar o inimigo, deixe uma saída para ele, caso contrário, ele lutará até a morte.

A vitória está reservada para aqueles que estão dispostos a pagar o preço.

A estratégia sem tática é o caminho mais lento para a vitória. Tática sem estratégia é o ruído antes da derrota.

A habilidade de alcançar a vitória mudando e adaptando-se de acordo com o inimigo é chamada de genialidade.

A invencibilidade está na defesa; a possibilidade de vitória, no ataque. Quem se defende mostra que sua força é inadequada; quem ataca, mostra que ela é abundante.

Concentre-se nos pontos fortes, reconheça as fraquezas, agarre as oportunidades e proteja-se contra as ameaças.

Seja extremamente sutil, tão sutil que ninguém possa achar qualquer rastro.

Seja extremamente misterioso, tão misterioso que ninguém possa ouvir qualquer informação.

Se um general puder agir assim, então, poderá celebrar o destino do inimigo em suas próprias mãos.

Um chefe que é capaz deve fingir ser incapaz; se está pronto, deve fingir-se despreparado; se estiver perto do inimigo deve parecer estar longe.