Textos Teatro sobre meio Ambiente

Cerca de 357 textos Teatro sobre meio Ambiente

Evite o luxo supérfluo.
Tudo o que sobrecarrega o ambiente atrapalha a vida.
Seja sóbrio e natural.
O artificialismo distorce e causa fadigas inúteis.
A sobriedade repousa o espírito e o corpo.
Seja sóbrio e natural em tudo, desde a sua pessoa, até o mobiliário de sua casa.
Quem pouco tem é que procura mostrar mais do que possui.

Linartt Vieira
Inserida por LINARTT
1 compartilhamento

A ignorançia do homem chega a ser tão grande , que poluem o meio-ambiente , arvores e esquecem que estão sendo poluidos 2 veses mais.
Sem o ar puro, os animais acaba morrendo e muitas especies em extinção
Como um ser humano quer PAZ sendo que deseja o INFERNO
Para o meio-ambiente e para os animais indefesos?

Bboy Der
Inserida por bboyder
1 compartilhamento

"“Manda que esta pedra se transforme em pão” (Lc 4.3)

Tente sentir o ambiente do deserto pedregoso, o terreno acidentado, o vento seco, a solidão. Agora veja Jesus. Não o ocidental de muitas igrejas, mas o Jesus do Oriente Médio, moreno, com nariz semita, mais ou menos trinta anos de idade, sem nada de excepcional ou de belo. Depois de quarenta dias de andanças, jejuns e tentações; bebendo em rios, meditando e orando. A roupa suja, a barba desfeita (Jesus não é um executivo ocidental do século 21! É um carpinteiro palestino do primeiro século, virando mestre religioso herético.)

Imagine Jesus sentado numa rocha. Um “close” em seu rosto revela o drama. Nesses quarenta dias, ele tem sido assolado por todo tipo de tentação. Todas as outras opções de vida se desfilaram em sua mente. A batalha foi dura, mas o pior ainda o espera. A batalha física também chega ao seu auge; após quarenta dias a fome volta, a inanição começa, o corpo esgota suas reservas. É a hora de terminar o jejum; a saúde recomenda e a tradição também. Então, o diabo vem primeiro com uma sugestão óbvia. Como ela se apresenta? Talvez assim: Jesus está sentado, pensando. Olha para uma pedra sem vê-la, como fazemos quando estamos absortos em meditação. De repente, seus olhos focalizam e ele realmente vê a pedra. Seria tão fácil transformá-la em pão! E por que não? Que vontade de pegar a pedra e...

O que Jesus via se transformava em sugestão. É essa transformação que constitui o substrato da afirmação de que “o diabo lhe disse...”. Certamente não devemos imaginar alguma aparição diabólica ou coisa semelhante. A sutileza da tentação é que ela vem pelas vias normais da existência cotidiana. A tentação se apresenta como uma “possibilidade natural”. “O diabo disse” é a interpretação teológica do acontecido. Talvez, quando veio a ideia da possibilidade de transformar a pedra em pão, Jesus não tenha chegado logo à constatação da sua origem diabólica.

Para os cristãos, a afirmação bíblica de que Jesus não pecou muitas vezes leva a uma compreensão artificial de sua santidade, de modo que a sua humanidade se perde. Dificilmente conseguimos imaginar um Jesus que tenha sido “realmente” tentado. Ora, as tentações de Jesus são “reais” e “ferozes”. Aliás, os momentos mais fortes de tentação estão nos dois extremos: ou quando já abrimos a porta e preparamos a nossa queda, ou quando estamos mais próximos de Deus, mais empenhados em sua busca. Por isso, temos de entender que Jesus “podia cair”, e que sentia uma tremenda vontade de cair, de aproveitar aquela oportunidade que o seu ambiente lhe oferecia. Precisamos humanizar a nossa imagem de Cristo; caso contrário, nosso cristianismo não nos servirá.

É importante entendermos que o diabo procura tentar Jesus no nível da sua obediência ao Pai, não no nível da sua consciência de ser o filho. Não está dizendo: “Será que você é filho de Deus mesmo? Duvido!”. Está dizendo: “Já que você é filho de Deus e tem todo esse poder, o que você vai fazer como filho de Deus?”. Da mesma forma, o diabo não duvida do “status” nem do poder do cristão. Mas, o que nós vamos fazer? É fácil responder de barriga cheia, quando transformar pedras em pães não tem atração alguma!

A tentação é a de usar seu poder como Filho de Deus para os próprios fins, em vez de ser obediente ao Pai. A versão moderna seria: “Já que você é cristão, mande que seu dinheiro aumente, que você seja bem-sucedido, que todas as suas vontades se realizem, que você nunca passe por dificuldades na vida”. É a religião do filho mimado, tão própria de uma sociedade consumista que não consegue imaginar por que, tendo os meios à disposição, alguém poderia não transformar as pedras em pães.

A resposta de Jesus nos diz: se Deus lhe deu um poder ou um talento, isso em si não importa. A questão é: como você vai usá-lo -- para si ou para Deus? Para o líder religioso, a mensagem é: não enriqueça com a religião! Retire a religião do mercado, como fez o apóstolo Paulo: “A verdade é que nunca usamos de linguagem de bajulação, como sabeis, nem de intuitos gananciosos. [...] Estávamos prontos a oferecer-vos não somente o evangelho de Deus, mas, igualmente, a própria vida [...]. Noite e dia labutando para não vivermos à custa de nenhum de vós, vos proclamamos o evangelho de Deus” (1Ts 2.5-9).

Que desejo Jesus deve ter sentido de pegar aquela pedra e usar o seu poder de transformá-la! A essência desse tipo de tentação é o hiato entre um poder (ativo ou passivo) que temos e a “abstinência” que devemos mostrar no uso daquele poder. Nós não somos Jesus nem somos tentados a fazer pães de pedras. No entanto, há um paralelo com o uso que fazemos da imaginação. Com minha imaginação, transformo pedras em pães todos os dias. Sacio meus desejos (de realização, vingança, reconhecimento, satisfação erótica). Mas Cristo me faz adequado. Não preciso usar a minha imaginação para me afirmar às custas dos outros. Minha imaginação santificada pode vencer a minha imaginação corrupta.

Tentamos transformar pedras em pães também de maneiras mais concretas, em nosso estilo de vida, que reflete nossas prioridades. Na resposta de Jesus, Lucas deixa a citação de Deuteronômio incompleta. Cada pessoa no mundo completa a frase de alguma maneira (com a realidade da sua vida), pois de fato ninguém vive só de pão. E eu? De que mais eu vivo? De reconhecimento, elogios, amizades, coisas... Jesus não tinha nada disso naquele momento; estava desprovido de tudo.

O final da frase que Lucas omite está em Mateus: “Mas de toda palavra que sai da boca de Deus”. A preocupação de pautar a sua vida pela palavra de Deus dá a Jesus a força para perceber e resistir à tentação. Ele poderia sair do deserto e achar comida pelas vias normais, como deve ter feito. A tentação não era de comer, ou seja, de quebrar o jejum; já estava na hora de fazer isso. A tentação era de usar o seu poder como mágica, como simples técnica para realizar seus desejos; de não subordinar o emprego do seu poder ao projeto de Deus entre os homens.

Um dia, Jesus faria uso do seu poder para alimentar as pessoas. Há um vínculo com o não-uso do mesmo poder no deserto. O Jesus que tivesse se alimentado no deserto alimentaria a multidão de 5 mil pessoas e se deixaria seduzir pelo poder sobre elas que esse ato lhe daria. Então, a ideia de se sacrificar na cruz seria anulada.

Jesus está sozinho aqui. Se transformasse a pedra em pão, ninguém veria. Porém, para Jesus, não há dicotomia em sua vida, entre uma face oculta e uma face pública. Os 90% do “iceberg” que estão embaixo d’água são da mesma consistência dos 10% que estão em cima. O que se é na solidão, é o que se é na realidade. Quantos líderes cristãos sabem, em seu íntimo, que o brilho que aparentam à luz do sol polar nada tem a ver com a escuridão em que vivem nas águas turvas do oceano! Mas perpetuam a farsa, na vã esperança de que ninguém repare ou de que a coisa um dia se resolva. Estão carregando uma bomba-relógio. Enquanto é tempo, precisam tratar dos dois lados da questão. Quanto à face pública, cultivar a humildade, deixando claro que, se são líderes cristãos, é exclusivamente porque Deus fez uma “opção pelo pobre”. Como pecador tentando seguir o modelo de Jesus, o líder precisa trabalhar constantemente para erradicar qualquer traço de prepotência e livrar-se das máscaras. Quanto à face oculta, não se conformar com a discrepância entre seu desejo de santidade e a realidade, mas trabalhar para que a vida seja íntegra. Humildade e integridade são as qualidades que mais ajudam as pessoas a crescerem em Cristo; a ausência dessas qualidades é o que mais prejudica a imagem da fé aos olhos da sociedade.

O homem deve viver “de toda palavra que sai da boca de Deus”. Em primeiro lugar, refere-se à Palavra escrita de Deus, a Bíblia. A própria frase é uma citação do Antigo Testamento. Mas vai além; passando pela Palavra escrita, torna-se a vontade expressa de Deus para mim “hoje”. Não temos um Deus morto que deixou um livro, mas um Deus vivo que continua falando. De palavras de Deus hoje, eu preciso viver. Se todo dia como pão para o sustento da vida, preciso, da mesma forma, escutar todos os dias as palavras de Deus constantemente atualizadas e personalizadas. Para viver essa vida, a receita divina para a plena humanidade, é essencial a associação de Escritura e postura meditativa."

Cristianismo Prático
Inserida por CristianismoPratico
1 compartilhamento

Todos os filhos serão recolhidos...

Ambiente de absoluta escuridão parece mais um lugar de nada, há um vento frio e uma garoa incessantes e, ao fundo, ecoam estridentes vozes, algumas poucas a gargalhar, a maioria é de gemidos e prantos convulsivos, há tantos pedindo socorro meu Deus, legiões de seres com as mãos estendidas, vagueiam e tateiam nesse breu uma saída, alguém que os ouça.

Em meio à atmosfera tão densa alguns emitem débeis sinais de luz.

Há uma caravana de socorristas à espera dessas luzes pálidas, vieram em busca de mais uma pequena e significativa leva de seres em maturação.

Agora, com cuidado, delicadamente iniciam feliz colheita, um a um, são envolvidos em mantas aquecidas, recebendo fluídos ainda necessários que aliviam em parte seu intenso desconforto e sofrimento.

Com os acolhidos dessa exitosa missão a caravana parte para o pronto socorro mais próximo onde outros irmãos, em prontidão, estão para sequenciar o amparo designado.

Quantas incursões mais serão necessárias sabendo-se que milhares ainda ficaram?

Não importa, nenhum filho de Deus será esquecido, há, contudo que se respeitar as leis divinas, cada um no seu tempo, o mérito é individual e coletivo.

Paz e serenidade.

Paulo Afonso de Barros (http:www.recantodasletras.com.brmensagensdeamor4925804)
Inserida por pauloafonsobarros57
1 compartilhamento

Odor de velas
Em ambiente perfumado
Ao sabor das mazelas
Jazia um defunto velado

Abandonado à própria sorte
Condenado ao esquecimento
Esquecera-se de sua morte
E do seu tamanho sofrimento

Que lhe fora curta a vida
Não pode mais trabalhar
Desse mundo fez sua despedida
Não mais irá voltar

Assim caminha nobre humanidade
Na sua cruel zombaria
Vivendo na insanidade
Jogando suas memórias na estrebaria!

Samuel Ranner
Inserida por SamuelRanner
1 compartilhamento

O mais difícil você já tem, a vida!
Viva como as flores,
perfume o seu ambiente,
embeleze com a sua presença,
e com a sua humildade,
o seu lugar de trabalho, de permanência.
Faça desabrochar um sorriso meigo
no seu rosto, sorria para o sol,
que te aquece e anima diariamente,
assim como as flores, que já desabrocham
agradecendo aos sol pelo fascínio da vida.
Quando falar, fale só o necessário,
as flores não falam, por essa razão,
nunca são reprimidas.
Se no seu caminho encontrar pedras,
não as maltrate, no meio delas
pode estar nascendo uma linda e cativante flor.
Tenha sempre a nobreza e a simplicidade delas,
não importa a sua origem, o que importa
é o desabrochar da sua mente.
Viva como as flores, deixe o vento roçar
o seu rosto e espalhar a sua simplicidade
por onde você passar.

Lua
Inserida por luaschimidt
1 compartilhamento

Nos tempos atuais, é natural a grande pressão no ambiente de trabalho das organizações.
Esta pressão se justifica quando ocorre dentro de um ambiente sério e que oferece o melhor suporte humano e material aos seus colaboradores. Ela dá a liberdade necessária para a criação e a fluidez das atividades, renovando diariamente o incentivo para a produção e o alcance das metas programadas, portanto para o crescimento de todos. É a pressão positiva.
Porém, se a pressão vem de gestores despreparados e carrascos, dentro das empresas que não oferecem aos seus funcionários o mínimo necessário para o desempenho das suas atividades, preservando a sua saúde e o seu bem estar, visando pura e unicamente o lucro, então esta pressão é ineficaz, maléfica e criminosa.

Remisson Aniceto
Inserida por PROTEXTO
1 compartilhamento

Dica de Hoje #RuisdaelMaia


Respeite as Leis do ambiente !
se você não se comportar conforme o ambiente que esta com certeza será excluído dele , então é preciso se adaptar aos ambientes , e o transforma-lo aos poucos , um bom líder sabe analisar a substancialidade dos detalhes diários e usa-lo para influenciar um novo paradigma !

Ruisdael Maia
Inserida por ruisdaelmaia
1 compartilhamento

O sonho mais intrigante que eu tive
Estava em um ambiente, que se alterava constantemente
Claro, escuro, etc
Parou, parecendo o universo, o centro dele, quem sabe...
Surgiu uma voz, não parecia masculina, nem feminina
A Voz me perguntou: você quer deixar esse mundo agora?
Eu: Ainda não, tenho coisas para se fazer, experimentar, conhecer, ver
Voz: Hum(com um pequeno riso, eu só escutei e senti isso) Tudo bem, eu vou te esperar
O sonho acabou
Eu não sei o motivo, mas essa voz me era familiar, algo que eu já conheci

Larayke
Inserida por Larayke
1 compartilhamento

O louvor é abençoador,com certeza. E leva as pessoas a um ambiente de adoração, mas ter atenção no que está ouvindo é muito importante, uma vez que muitos deles trazem um conteúdo teologicamente incorreto, e ainda, se você pretende se tornar um mestre de teologia o louvor só irá te ajudar na hora das orações e o mesmo não te trará nenhum conhecimento teológico significante.

Quer se tornar um bom teólogo? Desliga seu celular, sai do Facebook, desliga o computador, desliga a televisão e vai estudar; compre um bom livro de teologia sistemática de um grande autor e faça um bom curso de teologia.

"Reflexões e pensamentos" Resende, 20 de Julho de 2015.

ALMEIDA, Bruno de Souza
Inserida por Brunoalmeidasouza
1 compartilhamento

05 DE JUNHO : MEIO AMBIENTE E ECOLOGIA


DIA 05 DE JUNHO: DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE E DA ECOLOGIA

O Dia Mundial do Meio Ambiente foi estabelecido pela Assembléia Geral das Nações Unidas em 1972 marcando a abertura da Conferência de Estocolmo sobre Ambiente Humano.
É importante que todas as pessoas estejam atentas para tudo o que ocorre ao seu lado. Ás vezes, o corre-corre diário acaba impedindo de olharmos ao redor e contemplar quantas coisas necessitam de nossa atenção e cuidado extremo, como nosso meio ambiente.
Todo ano é celebrado o DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE, para aumentar a conscientização do que podemos fazer para preservar o meio ambiente. Existem várias maneiras para comemorar o dia 05 de junho, como por exemplo: palestras, cursos, folders para conscientização da população em geral. Fazer com que as pessoas se envolvam nas questões ambientais compreendendo qual a melhor atitude a ser tomada, pois, geralmente nós não sabemos o que realmente devemos fazer. Em função disso, esse dia especial foi criado para nos estimular a adoção de atitudes diárias, mesmo que pequenas para auxiliar na proteção do meio ambiente.
Acredito que não é tão difícil assim nos envolver fazendo algumas coisas no nosso dia-a-dia, até sabemos, mas muitas vezes esquecemos. Em casa dá para economizar a água quando lavamos o rosto, escovando os dentes ou fazendo a barba sem deixar a torneira aberta desperdiçando água. Ao lavar a calçada ou quintal, ao invés de lavar todos os dias, manter limpa, varrendo e diminuindo os dias de lavá-los. Economizar na hora de lavar o carro. Ao sair de casa, apagar todas as luzes, desligar aparelhos eletrônicos; pois vai economizar energia e isso reduz a poluição do ar. Ao dirigir agressivamente aumenta o consumo do combustível e emissão de gás de efeito estufa, vamos contribuir com o meio ambiente, acelerando gradualmente e mantendo uma velocidade constante. Também é importante reciclar o lixo, separando tudo: metais, plásticos, vidros. São dicas que no nosso dia-a-dia podemos fazer. Se for plantar algo, escolha plantas de interior que são boas para o ambiente; removem poluentes presentes no ar. Escolha plantar uma árvore também!
Busque informações, quando não souber o que fazer,pois, os que estão envolvidos na luta pela proteção do meio ambiente, poderão e orientar melhor e com mais detalhes. Faça sua parte, juntos, lutamos para um mundo melhor!

Kris Aglae
*Direitos Autorais Reservados

Kris Agae
Inserida por KRISAGLAE37
1 compartilhamento

Noite de inverno, nada pra fazer
Convite de um amigo surge um “auê”.
Ambiente legal, o som da geral;
Ele surge de carro;
Puxa papo, descontrai, faz até piadinha...
Eu retribuo, e começo a sorrir, ah ele tá na minha!
Olhar de lado, sorriso envergonhado
Eu quero esse cara dançando ao meu lado;
Quando menos se espera, ele chega e pergunta
E ai, ta curtindo o som? Você gosta de “John”?
No ato da resposta, me silencia,
Com um beijo inesperado, me arrepia;
Que beijo foi esse? Que olhos são esses?
Coisas diferentes, gostos diferentes;
Apenas algumas horas pra me deixar contente;
Hoje eu me lembro de tudo o que rolou,
E me pergunto, porque não me ligou?
Se tudo foi tão bom, se tudo foi tão belo,
Então porque me negas aquele sorriso singelo?
Posso afirmar, foi apenas uma noite, mas me apaixonei!
Porém não sei dizer onde foi que eu vacilei;
Se um dia se lembrar, se um dia quiser,
Posso responder as perguntas que veio me fazer
Eu curti o som, e sim, eu adoro o “John”;

Daniele Souza
Inserida por Dnss
1 compartilhamento

Casa Arrumada

Arrumo a casa para ter um ambiente gostoso e harmonioso não somente para mim, para ele e para todos do meu convívio.
Eucalipto, cloro e pinho.
O cheiro de limpeza me transporta para uma época de felicidade, época em que me sinto culpada por ter sido tão feliz! Tenho dó de ser feliz quando penso em muitos que sofrem, não sofro do mal de Gérson, daquele mal que eu posso me dar bem nas costas de outro alguém, a felicidade para mim é cara e culposa, coisas de poeta mesmo que eu não seja. Saber que estou num momento mágico e que a minha amiga tão próxima está com filho doente numa cama de hospital, saber que tenho trabalho, saúde, lazer, enquanto tantos nãos os têm.
Sempre peço a Deus que não haja guerra mundial por causa de muitas coisas, no meu pensamento pessimista acho que vai acabar cedo ou tarde acontecendo, as pessoas estão cada dia mais intolerantes, mais impacientes, mais egoístas. Não podemos generalizar e colocar todo mundo no mesmo saco. Rezo sempre pela paz, precisamos encontrar uma solução para que não haja tanta violência, tanto descontentamento, tanta inveja e tanto mal.
Eu espero poder ajudar de alguma forma sendo um pouquinho de amor a quem me rodeia.

Arcise Câmara
Inserida por Arcise
1 compartilhamento

E nos fadamos à infelicidade para que o ambiente,
antes conhecido,
permaneça inalterado.

Só por ter medo de arriscar,
Só, por não querer machucar.

E assim,
nos contentamos mais um ano naquela situação,
como promessa de réveillon,
de permanecer naquela amizade ilusória entre estranhos,
ou dormir onde jamais o sol irá te acordar de manhã.

Mas o que ambos esquecemos
é que, por não querer um mundo novo
acabamos por destruir tudo o que se construiu até aqui.

Só...
porque prefere não ser o que é, hoje.

Wesley Avante
Inserida por wavante
1 compartilhamento

Calor sempre fica
ninguém se esfria
calor na alma,calor no ambiente
tudo sempre esta quente
Será o sol o grande culpado?
não só ele, como toda gente
que desmata e suja
não pensa na frente
A Terra já não aguenta
pede socorro
já quase não se sustenta
Esse é o mundo atual
onde todos ou ninguém
pensam no aquecimento global.

Igor Gonçalves Dias
Inserida por IgorGDias
1 compartilhamento

Assim como as estações mudam o nosso ambiente,
assim as pessoas mudam nosso coração!
Assim como as folhas caem no outono,
caem também nossas lágrimas.

Assim como brotam as flores na primavera
brotam assim também nossa esperança.
Assim como vem o homem e arranca a arvore,
Você veio e arrancou meu coração.

Jack Souza
Inserida por JackSouza
1 compartilhamento

IBAMA, UMA ALEGAÇÃO AMBIENTAL INÓCUA !

A Ministra do Meio Ambiente deveria fazer além de estudos ambientais, um estudo aprofundado de combate à corrupção. Na Gazeta Mercantil deste final de semana, afirma que está colocando um policial federal para combater a corrupção no IBAMA.
Pobre criatura! Como se isto fosse uma decisão acertada... Imaginem se Lula resolve fazer o mesmo... Vejamos: teria que ter um Delegado (ou dois) presidindo a Câmara Federal ao invés de Chinaglia, outro no Senado Federal no lugar de Renan, outro no Banco Central, outro na Infraero, outro nos Correios, outro no BB, outro na Caixa, outros nas Estatais, outro na Petrobras, outros nos Partidos Políticos e, teria que ter um, até na Presidência do Palácio do Planalto...
E haja concurso para delegado, já que faltaria elemento suficiente para dar cobertura ao combate alvicejado pela nossa ministra, contra a corrupção instituída nos órgãos públicos. Que desculpa sem precedentes esta!
Certamente o IBAMA tem de ser presidido por alguém obediente à prática devassaladora de desproteção das nossas reservas naturais, sem conhecimento técnico do que seja um Baobá ou uma Algaroba, a fim de que as licenças, outrora barradas pelos sérios fiscais do Ibama com relação às hidrelétricas e outras obras devastadoras em termos ambientais, possam se instalar de forma mais ágil e sejam distribuídos os bônus de avanço tecnológico contra o apagão... Mesmo indo de encontro ao planeta...
Ainda bem que Chico Mendes tá mortinho... Se não morreria de um infarte hoje... Contrariedade mata mais ligeiro que bala...
Para combater a corrupção existe um caminho, e todos sabemos qual é: Cumprir as leis hoje já estabelecidas nos diversos códigos deste País de Alices...
Se a nosso ministra acha que o caminho do combate é por este lado, é uma questão de ótica ambiental.
Nossas prisões não comportam pessoas endinheiradas nem influentes. Só são presos por crime ambiental, pobres caçadores que lutam pela sobrevivência e que são detidos de forma inafiançável por causa de uma lagosta, de um colibri, de um jacaré...
Sugiro a Ministra uma mudança de mentalidade e maior leitura da história dos países que hoje são marcos éticos...
Caso não seja possível, que tal esta sugestão: mudar o nome de IBAMA para IBAMAC (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente Corrupto) que seria um órgão integrante do Ministério da Justiça, com vinculação na Polícia Federal...
E viva o Meio Ambiente destrambelhado deste País!
Taciana Lima

Taciana Lima
Inserida por tacilima
1 compartilhamento

Chamas

Quatro velas estavam queimando calmamente.

O ambiente estava tão silencioso que podia-se

ouvir o diálogo entre elas.


A primeira disse:

-Eu sou a PAZ ! Apesar da minha luz as pessoas não conseguem manter-me acesa.
E diminuindo sua chama devargarzinho apagou-se
totalmente.


A segunda disse:

-Eu me chamo FÉ.
Infelizmente sou supérflua para as pessoas. Como elas não querem saber de Deus, não faz sentido eu continuar queimando.
Ao terminar sua fala, um vento bateu levemente sobre ela, e esta se apagou.

Baixinho e triste a terceira vela se manifestou:

- Eu sou o AMOR! Não tenho mais forças para queimar.
As pessoas me deixam de lado, porque só conseguem enxergar elas mesmas,
esquecem até daqueles que estão à sua volta.
E também se apagou.

De repente!!! entrou uma criança e viu as três velas apagadas...

-Que é isto? Vocês devem ficar acesas até o fim...

Então a quarta vela falou:

-Não tenhas medo criança, enquanto eu estiver acesa podemos acender as outras velas. Então a criança pegou a vela da ESPERANÇA e
acendeu novamente as que estavam apagadas.

"QUE A VELA DA ESPERANÇA

NUNCA SE APAGUE DENTRO

DE VOCÊ".

Desconhecido
Inserida por Binaue
1 compartilhamento

AMOR VIRTUAL
(Fátima Merigue de Mendonça)
.
Milhões de vozes se misturavam naquele ambiente frio.
Entre tantas vozes somente a tua me fala.
Ouço barulhos,teclados, risos, máquinas.
Chamo por você!
.
Do outro lado calado,transmitindo ondas de amor
você toca meu coração!Escuto vozes.
.
Do outro lado do mundo,distante e presente,
eu pressinto você!
.
Uma saudade imensurável,de tudo que nunca tive
mas que sinto constantemente.
Quero tocar-te através da tua voz.
Quero amar-te diante das pessoas
que me olham e não entendem!
.
Quero buscar-te.
Através das ondas,sentir teu beijo
quase real em meu corpo.
Milhões de vozes e você!
Fazendo-me acreditar que existe sonhos.
Fazendo-me crer que é real o instante.
.
Ouço você!
Sei que o seu corpo não está presente
mas o seu coração se faz presente
Através da tua voz,do teu suspiro.

Te ouço, te sinto,te chamo
Pega o telefone diz que me ama.

Fátima Merigue de Mendonça
Inserida por fatimamerigue
1 compartilhamento

Era uma vez uma Cadeira que se apaixonou perdidamente pelo Sofá. Vivem na mesma sala e o ambiente sempre fica mais aconchegante quando os dois ficam de frente. A estampa do assento da Cadeira, combina com o estofado do Sofá. E quando a Cadeira quer ficar mais faceira pro lado dele, coloca uma almofada toda estampada e bem espalhafatosa em cima dela, só pra fazer um volume a mais no seu penteado. O Sofá por sua vez, pega a manta mais bonita e coloca em cima dele, só pra ficar com um aspecto mais jovial. Passam o dia nessa paquera linda. Os raios de sol entram pela Janela que vira espectadora do amor gostoso desses dois. Janela todos os dias deixa uma fresta para o grande astro entrar iluminando tudo. Sem prestar muita atenção com tanta gente passando e empurrando, Sofá e Cadeira ficam bem próximos e fazem dessa aproximação um momento de tamanha importância. É, certos empurrões são plenamente desejáveis. Uma rotina que virou ritual sagrado, que virou estória e dentro dessa ficção acabou virando vida. Quando o braço da Cadeira bate de leve no braço do Sofá, a almofada treme e a manta sobe. Os dois não sabem disfarçar a excitação quando o inarredável muda sua opinião. Aproveitam ao máximo esse momento mágico e fazem da paquera o contexto dos seus sentimentos. Impacientemente o Sofá desenha no amassado do seu encosto um coração. Automaticamente a Cadeira treme na base e fica adoravelmente provocante. Um amor que espera todos os dias esse encontro tão sonhado. Intimidade que não se assusta com um amor que sabe incendiar o imaginário.

Essa Cadeira sabe amar extravagantemente esse Sofá.


~*Rebeca*~

-

Rebeca - Néctar da Flor
Inserida por Nectardaflor
1 compartilhamento