Textos de Amor Platônico

Cerca de 104 textos de Amor Platônico

Amor Platônico

Eu sou apenas alguém
ou até mesmo ninguém
talvez alguém invisível
que a admira a distância
sem a menor esperança
de um dia tornar-me visível
e você?
você é o motivo
do meu amanhecer
é a minha angustia
ao anoitecer
você é o brinquedo caro
e eu a crianca pobre
o menino solitario que quer ter o que não pode
dono de um amor sublime
mas culpado por quere-la
como quem a olha na vitrine
mas jamais podera te-la
eu sei de todas as suas tristezas
e alegrias
mas você nada sabes
nem da minha fraqueza
nem da minha covardia
nem sequer que eu existo
é como um filme banal
entre o figurante e a atriz principal
meu papel era irrelevante
para contracenar
no final.

Legião Urbana
443 compartilhamentos

Na física não existe amor platônico

Na física não existe amor platônico. Foi o que meu professor de física disse hoje, em uma daquelas aulas que a última coisa que você quer é estar realmente na aula. Ele estava se referindo aos elétrons, que quando são atraídos por corpos positivos ou neutros, não os rejeitam. Na física, que tudo parece ser complicado, a coisa mais impossível de se entender é simples assim. Quem dera se na vida real esse conceito fosse o mesmo, se tudo fosse uma simples equação do tipo você apaixonado + a pessoa dos seus sonhos = viveram felizes para sempre ao cubo. Mas, não existem fórmulas, não existem manuais, não existem regras quando o assunto é amor.

A verdade é que a vida é feita de exceções, e não de regras. Compreender isso leva algum tempo, talvez nunca se compreenda mesmo. Cada amor por si, é uma exceção. Ou você realmente conhece aquele típico amor Hollywoodiano? Onde o mocinho conhece a mocinha, vivem uma linda história de amor e tudo acaba com um lindo por do sol em cima de uma colina dentro de um daqueles carrões conversíveis. Não. Amor que é amor tem brigas, daquelas de jogar vasos um na cabeça do outro, tem muitas D.R’s bem na hora que o mengão entra em campo, tem aquele mau hálito quando os dois acordam, tem os almoços na casa da “sogrinha amada”, tem o dogão da esquina quando se tem somente uns três mangos no bolso pra comer. E claro, tem também a parte alucinante, a parte de subir pelas paredes pelo outro, a parte da reconciliação pós briga (uma das melhores), tem os filmes de sábado a tarde no inverno, as tardes na praia no verão, os apelidos breguérrimos que os casais insistem em se chamar e por ai vai. Vai bem longe na verdade. Cada amor é feito com uma dosagem de loucura, uma de certeza, ou então nenhuma de certeza.

O fato é que o amor é em si uma loucura. Afinal, não é coincidência demais que, a pessoa da sua vida, apareça justo na sua vida? Quero dizer, com tantos outros bares pra ela ir, tantas outras locadoras, tantos outros supermercados ou academias, a tal “pessoa certa” decide ir justo à quitanda do seu bairro comprar amoras às 08h30min da manhã de um sábado que você, por PURA coincidência, foi comprar cebola pra fazer creme acebolado pro seu sobrinho. Hãn me engana que eu gosto. Isso não é coincidência meu caro, isso se chama destino. Ah, então você deve estar pensando: lá vem de novo aquele clichê tão batidinho do destino. Ah sim, lá vem ele de novo. Eu acredito em destino, e esta tem sido uma das minhas mais fervorosas crenças. Digamos que uma das minhas respostas prediletas a tudo (e também o objeto de minha esperança).

Ok, você não acredita em destino? Então vamos aos fatos, vamos á Física. Como foi mesmo que eu disse? Na física não existe amor platônico. Tá legal, não se pode levar isso bem ao pé da letra no universo da conquista, mas vejamos pelo seguinte modo: um corpo tenta atrair o outro, e este só não se atrai se não quiser, ou seja: fica sozinho por pura opção. Pode até ser que demore um pouquinho pro corpo certo jogar seu magnetismo sobre você e te atrair, mas essa hora chega. Quando? Ah, isso só o destino sabe (é, o clichê de sempre). Eu ainda estou à espera da pessoa certa, e meu lado romântico diz sim que ele vai chegar e enroscará uma margaridinha nos meus cabelos lisos, fazendo pousar no meu rosto o sorriso de orelha a orelha. E então eu cederei meus elétrons e nós vamos viver assim, super neutros (só nessa parte), compartilhando elétrons aqui e acolá. Se na vida real, do contrário da Física, o amor platônico existe, então, também do contrário da física, na vida real existe o destino, destino que por coincidência ou não, faz com que a pessoa da sua vida, uma hora ou outra, apareça JUSTO na sua vida. ;)

kety 06/2008

Kathlen Heloise Pfiffer
68 compartilhamentos

Amor platônico

Sigo de perto os teus passos que estão tão distantes do meu olhar;
Ouço ao longe o teu riso que já não difere das ondas do mar;
Vejo teus olhos, que mesmo sem saber buscam os meus, no silêncio que emana da fotografia;
Me encanta teus cantos, suspiros e preces, que em todo momento, sei que estão contigo;
Sinto até saudade... Saudade de algo que nunca tive, e o gosto da esperança que nunca provei;
Sinto tantos cheiros;
Sinto até o teu cheiro, que já não se sente, pois teu perfume mesclou com o das flores, e anda vagando sem ter rumo certo;
Ah como eu invejo...
Invejo-te óh sol que o acalentas no inverno;
Invejo-te óh lua, que mesmo distante roubas-lhe um olhar;
Invejo-te óh solo,por onde ele pisa;
Invejo-te, invejo-te;
De toda certeza que tenho de minhas incertezas, só sei que nada sei sobre aquilo que eu gostaria de saber ...
Não sei o que tens com isso Platão, mas até mesmo eu, em minha simples filosofia saberia dizer que tudo isso é, e sempre será platônico.

Priscilla Dias Cavalcante
41 compartilhamentos

Amor platônico

Palavras lançadas ao vento
Versos expressando sentimentos
Carinhos demonstrando afeto
Não sei se isso tudo está certo

Te ter é uma pretensão minha
Sentir os teus labios nos meus
Tuas mãos que a minha acaricia
Meus olhos fitando os teus

Ceder a este platônico amor
Não é o que eu queria agora
Mas sei que não suportaria a dor
De um dia ver você indo embora

Então porque resistir
Pra que tentar esquecer
Se meus olhos não me deixam mentir
Que estou amando você

Sonhar, querer, desejar...
Viver, amar, permitir...
Acordar, te buscar e não te achar...
Me faz querer voltar a dormir...

Não saber nisso tudo sua vontade
Me traz duvidas se invisto ou não
Mas se você quer saber a verdade
Vou seguir o meu coração

Lembro-me das promessas de deus
Tudo que ele faz é perfeito!
Se for propósito dele que eu seja seu
Ficaremos juntos de qualquer jeito!

loverboy
52 compartilhamentos

Eu só queria que você me amasse de volta.
Eu só queria que você percebesse o quanto eu te quero.
Eu só queria que você me abraçasse e dissesse o quanto sente medo de me perder.
Eu só queria que você estivesse aqui para dizer que isso tudo não passa de loucura.
Mas, não. Você realmente não me ama.
Eu queria que a dor do amor não correspondido te invadisse e te devastasse.
Eu queria que você não conseguisse pensar em mais nada além de nós dois, igual a mim.
Eu queria que você me implorasse de joelhos para sair disso, e ao mesmo tempo não aguentasse ficar longe de mim por 2 minutos.
Eu queria te matar por não me amar.
Mas, não. Não adiantaria. Por quê?
Eu só queria que você me amasse de volta.

Desconhecido
41 compartilhamentos

te conheço há um tempo
mas você não sabe quem sou
observo você de longe,
sentado no meu banco, lendo
enquanto você ri, chora
vive e namora
eu te amo, será? às vezes me pergunto
talvez
mas como posso amar alguém que nem um
oi
troquei? desconheço esse carma
queria te dar o carinho
guardado
mas se eu chegar falando em amor
você vai acabar me chamando de maluco
meu amor, escute
a única louca aqui é você
que nunca me notou e perdeu
o cara fantástico que posso ser
não sou mais do que um jovem apaixonado
melhor que seus fúteis namorados
acorda garota, e começa a dar valor
ao verdadeiro amor

Hugo Brach
95 compartilhamentos

Era um amor platônico. Um morava na lua, o outro em qualquer lugar do espaço que fosse distante o bastante para não poderem se tocar. Trocavam olhares apaixonados, tremiam ao som da voz do outro, suspiravam em sonhos acordados. Anos sonhando com aquele que seria o encontro de suas vidas, mas que jamais aconteceu. Talvez tenham se perdido entre uma história e outra, mas sempre voltam a se olhar, de longe e com o mesmo desejo de sempre, porque têm a mesma alma, só nasceram em lugares diferentes.

Iza Mendonça
108 compartilhamentos

Amor Platônico talvez seja isso...

Quem foi que disse...
Que eu não poderia te deixar para trás?
Que eu não te esqueceria?
Que eu morreria sem você?
Eu ainda não entendo como posso... Mas agora sei que posso.
Não vou mentir isso realmente me fez sofrer.
Você tentou me matar... Bem devagar... Bem sutilmente, você tentou.
Tantas promessas, tantos sonhos...
Eu vou me libertar.
De velhos hábitos.
De velhas verdades.
De velhos medos.
Eu descobri que posso viver... Que finalmente posso continuar o meu caminho.
Vou sair desse mundinho só meu e seu.
Vou viver... Sem destino...
É bem verdade que será uma vida vazia.
Mas não terei em troca que me humilhar.
Eu vou... Pra bem longe... Tão longe que eu não possa mais voltar.
Vou continuar e te deixarei para trás...

Gustavo H. Nascimento
59 compartilhamentos

Amor platônico

Amei, só eu aprendi a amar
Sofri, sofri como ninguém
Nos olhos eu carreguei um mar

Covarde assim me mantive
Com medo de me aproximar
Só te ver de longe era difícil
Te ver e não poder te tocar

E em meio à ilusão e o amor
O silêncio me fez naufragar
Esperei o que não aconteceu
Nosso olhar uma vez se cruzar

E talvez por não acontecer
Você não pôde me amar
Só eu te amei!

Vulgo Mini

Amor platônico

QUEM NUNCA? Quem nunca ficou deitado com o travesseiro enfiado na cara, deprimido? Quem nunca chorou, se descabelou, se estapeou, quis enfiar um dedo em cada narina e se rasgar porque o seu “amor” mudou o relacionamento do Facebook e a nova(o) namoradinha(o) dele(a) é a guria/o cara que você mais odiava no mundo?

Kéfera Buchmann
32 compartilhamentos

Dê-me uma chance de provar o meu amor platônico e meu imenso carinho que acredito em ser essencial a você;
O privilegio é para poucos que tenta encontrar o amor com algum tipo de intenção com a felicidade;
Seus olhos me vêem com uma certa importância e que faz meu coração transborde de orgulho e sentimentos dignos;
Se não for amor, com toda certeza é loucura mais intensa que há entre os sentimentos;
Sentidos desatados que finca no interior e não tem explicação;

Julio Aukay

-Amor Platônico-

O amor platônico pode começar por uma amizade, ou simplesmente por um olhar.
Amores platônicos são divertidos no começo, mas depois de um tempo a pessoa pode acabar se iludindo.
Quando isso acontece, esse amor deixa de ser tão divertido e passa a ser dolorido.
Você passa horas pensando na pessoa, se iludindo cada vez mais, tendo esperanças de algo possa acontecer entre ambos.
Sente saudades (muitas), chora pelos motivos mais bobos, e odeia a pessoa pelo fato de ela não corresponder o amor que você sente.
Mesmo que esse, nem saiba o que você sente por ele(a).
Quando ela lhe dá atenção, pela mínima que seja, você deixa de odiá-la e passa a ama-la novamente.
Por que todos sabemos que do ódio pro amor é somente um passo.
Se ele lhe abraça, ou faz algum tipo de contato físico, você derrete. E passa a achar que ele sente algo (Mais ilusão).
Mas isso muda novamente quando ele faz algo que a deixa com ciúmes, ou quando ele deixa de te dar atenção (mesmo que só por algumas horas).
Assim, você fica na dúvida, iludida. Chora, fica depressiva, achando que ninguém gosta de você e etc.
Começa a pensar, "Será que vale a pena chorar por alguém que mal sabe que você existe? Não. Mas então, se não vale, porque insistir?".
Daí você começa a dizer, tentar convencer a si mesma que não vai mais pensar na determinada pessoa, que não falará mais um simples "oi" ou sorrir quando a vê-la. E você fica determinada a fazer isso, mas no segundo em que você vê de novo seu amor platônico, tudo isso se dissipa, mesmo que você tente e consiga ficar sem contato por certo período de tempo. O sentimento volta. E aquele "ciclozinho" acontece novamente: Olhares, sorrisos, contato, ilusão, choros, ódio, amor , ódio, falta de contato breve, olhares...E por aí vai.
Infelizmente (ou não) o amor platônico só acaba quando encontramos alguém bem melhor, que nos aprecie do mesmo jeito que nós os apreciamos.
E isso pode demorar muito tempo. Enquanto esperamos temos que viver com as dores e as alegrias de se ter um "Amor Platônico".
Claro, pode acontecer desse amor platônico não ser platônico e você ser correspondida. Mas pra isso, você tem que insistir, correr atrás e esperar que o destino junte os dois. Afinal, o que tiver de ser, será.

Catarina Albino
2 compartilhamentos

Lembranças de um amor Platônico

Como pode viver
Sem se lembrar.Dos seus dias sós,
Sem ninguém,para sua vida compartilhar.

Nem sempre você é amado de verdade,
Mas quando se é amado,quando se descobre...
Já se tornou muito tarde.

Ela diz que te ama,
Mesmo você não acreditando
Que isso é verdade.

Mas,você não sente o mesmo por ela,
Pois sua alma gêmea,você já encontrou.
E diz a ela que está sofrendo.
O amor que à ela, jamais jurou!

Ass: (W.T.V)^^

Wellington Emanoel Rosa de Sá

Vai dizer que não é chato quando o seu amor platônico resolve ficar a fim de você? Pronto. Cabô a graça da brincadeira. Depois que a pessoa passa a te corresponder, seu sentimento por ela acaba praticamente na mesma hora. Fato, né?
Por isso eu utilizo um sábia frase, de um soneto. O Soneto da Fidelidade de Vinicius de Moraes, mas altero o finalzinho dela. Que não seja imortal, posto que é chama. Mas que seja infinito enquanto PLATÔNICO.

Kéfera Buchmann

Ao meu amor Platônico (...)

Amo!
Dentro do que sinto não cabe outra nomenclatura... Amo seu jeito único de sorrir, a forma carinhosa que me chamas, o teu olhar...
Poderia passar a vida mergulhada nestes olhos, isso me bastaria...
A tua voz... A tua voz é inconfundível, a reconheceria em meio a uma multidão...
E esse cheiro que emana de você, é maravilhoso, cheiro de música, envolvente, viciante, calmante...
Esse teu jeito acolhedor, que cativa e encanta todos que te cercam...
Poderia passar a vida a falar de todas as qualidades que encontrei em você...
Poderia lamentar não te ter... (Lamento...)
Mas, entendi que o que tenho de você é perfeito, e que até imaginar o sabor dos teus beijos me enche de prazer tal qual se o provasse...
Que imaginar o calor dos teus braços me faz suspirar de emoção, imaginar tudo o que não vivemos, me faz viver... E eu tenho medo, medo que a realidade me furte essa perfeição e que me restem lembranças rotas de um equívoco...
Então, congelo essa versão tão minha para me manter viva, pois não sei se perdendo tudo, resistiria...

Lu Marinho
2 compartilhamentos

Vou pedir pros céus,
Vou pedir pros orixás,
Diz que dá,
Diz que dá,
Diz que Deus dará.
Deixa-me em paz
Se me queres
Pensa nisso
Vou pedir aos céus,
Penas para voar,
Asas para continuar,
Vento para escapar.
Vou pedir aos orixás,
Trata-se de um caso
De amor platônico
Em que platônicos
Encontraram impossibilidades
Ou eternidades
Conferidas num rascunho
Com uma perspectiva.
Deu na telha
Deus dará,
Diz que dá,
Vou pedir aos céus,
Vou pedir aos orixás,
Flores pra te encontrar
Ou pra queimar...
Impossibilidades
são Possíveis?
Ponto.
Continuando...
Reticências...
Para o silêncio
Ou para o beijo?
Vou pedir aos céus,
Vou pedir aos orixás.
Trata-se de uma conquista
Ou jogar fora ametista?
Depende...
Se tu diz:
Amor ou humor?
Então, só diz.
Diz que dá,
Diz que dá,
Diz que Deus dará.
Era só mais um caso,
Mas por ser um,
Foi único,
Mas...
Acontece nas melhores famílias
E não foi à toa
Que viraram uma família
Vou pedir aos céus,
Vou pedir aos orixás,
Diz que dá,
Diz que dá,
Diz que Deus dará.

Moisés Maciel
2 compartilhamentos

O menino de calça azul.

Olhe para aquele menino de calça azul ,olhe para os lindos cabelos castanhos dele ,iguais a de anjo,olhe para olhos dele ,me fascinam desde a primeira vez que os vi ,olhe aquele sorriso,que eu tanto amo,aquele sorriso é tão suspirante,agora olhe àquela calça azul ,olhe bem,dentro dela algo me espera,meu destino está ali,pode ser tão bom quanto eu imagino ou melhor ainda,pode ser tão gostoso ,pode me dar prazer,só me basta ir até lá e descobrir,mas não consigo,a beleza dele é tão cintilante,tão fascinante ,que me faz chorar,porque eu sei que talvez eu não o tenha nunca,talvez eu esteja desperdiçando um amor com um mocinho qualquer,enquanto meu vilão me aguarda ,talvez eu devesse saber se ele é o mocinho ou o vilão,talvez eu esteja apenas imaginando,mas será difícil o fato de que é ou não é,talvez eu devesse aposentar esse amor e viver novas aventuras,mas o amor é uma das maiores aventuras que vivi,o amor e a ilusão,e não sei mais o que eu faço,se eu fugo ou fico,se eu choro ou rio,se eu digo para ele que é ele quem eu quero ou me calo,se revelo ser eu a dona das diversas cartas de súplicas amorosas,eu não sei mais o que fazer só sei que,aquele menino de calça azul está me virando ao avesso.

VictoriaACCunha
2 compartilhamentos

Um amor platônico que assusta e ao mesmo tempo é gostoso de sentir, faz pensar que estou louca, faz duvidar de tudo e desacreditar o que tenho. Braços e pernas dormentes, dor no peito, lágrimas nos olhos quando lembro dele e saber que não vou vê-lo. Tudo isso por algo que não vivi e me faz imaginar como poderia ter sido, um mundo criado em minha mente de como seria beija-lo e viver tudo que um romance permite se caso fosse real. A pior dor é aquela de um amor não vivido, apenas imaginando como poderia ter sido e não foi, sinto que vou pensar nisso por mais um tempo, mas tento direcionar essa energia para outras atividades e tento não pensar tanto nele.

Rebecaassis

De todos os tipos de paixão (se é que existem tantos tipos), a melhor é a platônica. A paixão mais verdadeira e linda justamente por ser platônica. É a paixão na qual você tem plena certeza de que só vai sofrer. A graça da paixão platônica vem de não enxergarmos os defeitos do outro. E se enxergamos, ignoramos.

Kéfera Buchmann

Japão e Coreia.

"Mais me diga se não
Quem nunca teve um amor platônico?
Aquele que te tirava do chão
Pois só você achava que era único

Era sempre bom a noite eu me lembrar
Mesmo que só por um minuto
Acabar com essa triste distancia
Que o mundo me colocava em tudo

Mesmo sendo de mundos tão diferentes
Assim que você não tratava com dor
Ate mesmo vocês de países distantes
Todo isso por que eu era Karate e ela Taekwondo."

Cris Goulart