Poemas que falam quem eu sou

Cerca de 3031 poemas que falam quem eu sou

Quanto mais me esforço pra saber quem sou ...
Mais noto que mudo a cada dia ..
k aprendo mais, amadureço mais,
e me torno diferente..

Quem sou?
Sou mulher ou sou menina...
Sou flor ou sou sereia...
Sou fada ou sou bruxa.
Sou linda ou sou feia...
Sou quem erra quando busca acertar...
Ou quem acerta quando não quer nem tentar...
Que diz palavras pesadas com a leveza do ar...
Ou palavras amenas com a força de um trator...
Canto a vida e a dor...
Choro e sinto amor...
Sou início, meio e fim..
mas enfim, quem sou?
Sou mulher...

te conheço há um tempo
mas você não sabe quem sou
observo você de longe,
sentado no meu banco, lendo
enquanto você ri, chora
vive e namora
eu te amo, será? às vezes me pergunto
talvez
mas como posso amar alguém que nem um
oi
troquei? desconheço esse carma
queria te dar o carinho
guardado
mas se eu chegar falando em amor
você vai acabar me chamando de maluco
meu amor, escute
a única louca aqui é você
que nunca me notou e perdeu
o cara fantástico que posso ser
não sou mais do que um jovem apaixonado
melhor que seus fúteis namorados
acorda garota, e começa a dar valor
ao verdadeiro amor

Quem sou eu:?
Sou só mais alguém pensando no que ser.
Ja mudei várias vezes de opinião.
Entre ser ou não ser.
Ir ou não ir.
Gostar ou odiar.
Mais foi assim que eu realmente descobri quem eu sou...
Sou um personagem,eu sou o meu gosto,as minhas atitudes e pensamentos,sou o que eu quero a hora que eu quero.
Apenas mais um boneco nas mãos do destino!!!

Distúrbios de um monólogo interior

-Quem sou eu? Eu sou eu!
-Mas, quem é eu?
- O eu é eu
- Sou eu!
- Então, você é eu?
- Não, Você sou eu!
- Eu sou você?
- Não, você é eu!
- Mas, seu você é eu, então quem sou eu?
- Eu sou eu, você é você!
- Mas, se eu sou você, então, quem é eu?
- Você é você!
- Você não entendeu!
- Eu entendi sim!
- Não bobo, o Você sou eu!
- Eu vou matar Você!
- Por que eu vai matar você?
- Quem vai te matar é eu!
- Sou eu!
- Tanto faz eu e você agora somos nozes

Quem sou eu?!
pergunta critica!rs.

Bom,
Quando eu penso que estou começando a me entender,
começando a responder as perguntas que businam em meu pensamento,
e esquecer as tristezas que permanem em meu coração.
Descubro que há mais mil coisas sobre mim que não sei,
mil perguntas que não decifrei,
e mil coisas que não esqueci e que virão que nunca irei esquecer...
Por este motivo não espero que,
me entendam sempre,
que eu seja inesquecivel em tua vida,
ou que responda uma das minhas mil perguntas,
muito menos que me axe especial...
Pois...
nem eu mesmo sei quem sou...
se um dia tiver capacidade de descobrir farei questão de contar quem é está tal garota que cujo segundo nome es "confusão...

Tentando entender meu complicado ser...
As vezes me pergunto quem sou? Menina brincando de ser mulher ou uma mulher que anseia ainda ser menina...?
Não sei, acho que fiz o processo inverso, assumi o papel de mulher ainda menina, suportei dificuldade fui obrigada a ser responsável e séria pelas circunstâncias da vida, muito nova precisei encarar que os contos de fadas não existem e isso me tornou meio dura é verdade. Sofri chorei, mas respirei e dei a volta por cima, hoje depois de "adulta" acho que anseio buscar a menina que não fui e por isso a mulher que devo ser vive a brincar de ser menina que se escondeu em algum porão do meu inconsciente,
Busco um equilíbrio que não vem, não sei quem sou uma mescla do que devia ter sido com o que devo ser vivo buscando não sei o que, numa duvida infinita por algo que nem sei o que é.
Assim sou nem mulher nem menina apenas alguém em busca de si mesma!!!!!!

Quanta bobagem
Tudo o que se falou
Me olho no espelho
E já nem sei mais quem sou

Quanto talento
Pra discutir em vão
Será tão frágil
Nossa ligação

Não tem que ser assim
Tanto desencontro, mágoa e dor
Pra quê que a gente tem que
Se arriscar

Então volta pra mim
Deixa o tempo curar
Esse estranho jeito de amar

Falsas promessas
Erros tão banais
Mas ninguém cede
E pensa em voltar atrás

Eu sou quem sou,
sou como sou,
sou um ser humano
como muitos são,
com uma personalidade diferente e quase nem sempre com razão.
Sou igual, sou diferente
Sou aquilo que o coração sente.
Percorro caminhos longínquos,
aqueles que o destino me reserva.
Predestinado, obstinado,
Procuro viver, não só existir.
Adoraria que fosse tudo mais fácil,
mas não teria o prazer de ver você vir.
Confesso-me também forte por fora, na minha aparência,
fraco por dentro, mas com paciência.
Adoraria poder escolher
os caminhos por onde ir,
mas quando se quer alguém,
juntos é melhor decidir.
Eu sou quem sou.
Sou como sou,
já não me sinto sozinho
E o meu Eu conjuga com Você,
verbos que a vida, assim tão querida,
tecerá os caminhos.

Quem sou eu?

O brinquedo da vida!


Por ser o que sou, chamo sempre atenção e sou sempre notado, eu sou um erro em meio a muitos acertos...
O nada em meio a tudo, um ninguém em meio a todos... Um brinquedo de Deus, da vida, de todos...

O erro de Deus é assim que sou.
Pois de mim fazem o que querem, dizem que me acho que sou o máximo, dizem que não presto, falam e falam...

Mas não sou dono da mais bela feição, mas sou possuidor da mais horrenda alma, do mais triste coração e da vida mais infeliz.

E eles não sabem o que se passa dentro do meu coração e nem querem saber.
Não demonstro o que sou, mas sim um personagem fictício que preferi criar para esconder meus sentimentos...

obrigado ao meu Senhor por ser quem sou
Por conhecer quem conheci, por ter amado quem me amou, por ter vivido o que vivi, e sim
Obrigado Senhor por ter mais gente por mim do que contra mim

Quem sou eu:

Eu?

Alguém passando pela vida e deixando uma trilha... quem vier depois de mim... seja esperto e vá por outro caminho!
Descobrir, aventurar-se... isso é viver, seguir os outros... isso é apenas existir.

Vivo em busca de mim
Tentando descobrir quem sou
Em meu intimo oculto segredos
Tenho dores secretas
Sofrimentos escondidos
Meu ser busca uma razão para viver
Tenho como certeza
A infinita duvida sobre quem sou
Me descubro a cada dia
Sou um ser fragmentado
em busca de respostas
Em fase de reconstrução
E na busca por me encontrar
Acabo por me perder
Em sonhos e devaneios a procurar
Infinitamente Por você

Sempre precisei
De um pouco de atenção
Acho que não sei quem sou
Só sei do que não gosto
Nesses dias tão estranhos
Fica a poeira se escondendo pelos cantos.

Quem sou eu???
O sonho que você não sonhou.
Aquela com que você não se importou.
A que um dia te amou.

E você, quem é?
O sonho que sonhei.
Com quem me importei.
Aquele que amei.

Por que está tudo escrito no passado?
Simples, porque ainda espero que um dia fique tudo no passado, porque no presente, nada disso aconteceu, e nem vai acontecer, não é assim que tem que ser?

-Sonhos não existem
-Amor é sofrimento
-Felicidade é ilusão

Não sei mais quem sou, não sei mais o que faço, não sei mas o que sinto.
Dúvidas giram ao redor de minha cabeça. Num momento eu te amo, no outro te odeio. Quando estou só, lembro-me dos momentos de felicidade que passei com você. O seu sorriso, o seu olhar, a sua voz a me chamar. Mas quando estou em sua presença, tenho mede que vc demonstre me odiar.
Meus sentimento ficam igual um barco à vela: mudando de acordo com a direção do vento. Meus olhos brilham quando ouço teu nome, meu coração dispara quando te vejo, e quando você fala comigo, tenho vontade de me atirar em seus braços.
Penso em você, olho você, toco em você, mais não tenho coragem de dizer o que sinto. Estando só sei o que esta acontecendo comigo, o que sinto é amor, é vontade de dizer TE AMO...

Quem sou eu?

Eu sou o tudo. Eu sou o nada.
Sou os livros que li, os momentos que passei, eu sou os brinquedos que brinquei, e os amigos que conquistei. Sou o amor que dei, e os amores que tive, as viagens que fiz e os esportes que pratiquei. Sou minha matéria preferida, minha comida predileta, essa sou eu ...... eu mesma, será que vais entender? Sou o ódio resguardado, sou os sonhos realizados, os objetivos alcançados. Eu sou o meu interior,mas também meu exterior.Sou um conjunto de fatores que você não pode entender. Sou a saudade, os abraços que já dei, eu sou o passado, mas também o presente e o futuro,sou os meus atos.
Sou o perfeito, mas também sou o imperfeito. Sou o contraste e a contradição.Sou a complexidade do mundo. Sou o que ninguém vê.
Eu não vou ficar chorando pelo que os outros falam ..... eu faço o que acho certo e o que eu tenho vontade. Não me arrependo de nada e seria até capaz de repetir tudo de novo. Pelo menos sei que mesmo tendo dado tantos erros, eu tentei, eu fui em frente, e eu não me envergonho.
Não vou julgar os outros que falam de mim, afinal, quem sou eu pra julgar os que me julgam?

Quem sou eu

Pássaro livre de voos altos e plenos, mas que sabe reconhecer seu ninho de qualquer altura.
Que compartilha alegrias e porque não dizer tristezas, pois elas fazem parte dessa vida.
Pássaro que sabe correr dos inimigos para não interromper a alegria de seu voo, mas que sabe enfrentar se for preciso!
Voa muito, mas nunca o suficiente para se perder, pois tudo que precisa tem em seu ninho.
Passa pelo inverno com muita força de vontade, assim como o noivo que espera sua amada ansiosamente no altar, na frente de todos, transpassado de vergonha e nervosismo, o pássaro fica ali esperando o grande sol aparecer no horizonte, como a noiva que atravessa a igreja.
Para ele ser um pássaro é tudo e nada, é vento no rosto e chuva no corpo, mais acima de tudo e todos ele é livre....
Sentir-se um pássaro é fácil o complicado é passar por essas dificuldades e mesmo assim não perder a leveza.

Quem sou eu?

Eu sou um pouco de tudo!

Um pouco de força e de fraqueza...

de coragem e covardia...

Um pouco de alegria e de tristeza...

de relaxo e de mania!

Um pouco de simplicidade e de orgulho...

de clareza e escuridão...

Um pouco de silêncio e de barulho...

de pequeno e imensidão!

Um pouco de realidade e de ilusão...

de voar alto e pé no chão...

Um pouco de sossego e de ambição...

de comprimido e explosão!

Um pouco de samba e de sertanejo...

de rock e de reggae...

Um pouco de inibição e de molejo...

de me larga e de me pegue!

Um pouco de exibição e timidez...

de esperança e falta de fé...

Um pouco de loucura e lucidez...

de quem eu quero e de quem quiser!

Um pouco de amor e de ódio...

de dor e de prazer...

Um pouco de vida e de óbito...

do que eu sou e quero ser!

Teus lindos olhos negros
Me fazem sonhar
Me fazem esquecer quem sou
Teus lindos olhos negros
Me fazem viver em outra dimensão
Me fazem querer voltar no tempo
Teus lindos olhos negros
Me fazem sorrir chorando
Me fazem chorar sorrindo
Me fazem sentir saudade
Me fazem morrer de amor
Porque não olham pra mim...
Teus lindos olhos negros...
Teus lindos olhos negros...