Poemas de Marguerite Yourcenar

Cerca de 62 poemas de Marguerite Yourcenar

Creio que quase sempre é preciso um golpe de loucura para se construir um destino.

Marguerite Yourcenar
With Open Eyes: Conversations with Matthieu Galey (1984).

O nosso maior erro consiste em tentarmos colher de cada pessoa em particular as virtudes que elas não têm, e de nos esquecermos de cultivar as que de fato são suas.

O nosso verdadeiro lugar de nascimento é aquele em que lançamos pela primeira vez um olhar de inteligência sobre nós próprios.

A felicidade é uma obra-prima: o menor erro falseia-a, a menor hesitação altera-a, a menor falta de delicadeza desfeia-a, a menor palermice embrutece-a.

Não é difícil alimentar pensamentos admiráveis quando as estrelas estão presentes.

Sempre tive a impressão de que a música fosse apenas o extravasamento de um grande silêncio.

O álcool tira as ilusões. Depois de alguns golos de conhaque já não penso em ti.

Quando se gosta da vida, gosta-se do passado, porque ele é o presente tal como sobreviveu na memória humana.

Os defeitos são por vezes os melhores adversários que podemos opor aos vícios.

A música me transporta para um mundo no qual a dor não cessa de existir, mas solta-se e tranquiliza-se.

Corpo, meu velho companheiro, nós pereceremos juntos. Como não te amar, forma a quem me assemelho, se é nos teus braços que abarco o universo.

A sabedoria é a forma mais dura e mais condensada do ardor, a parcela de ouro nascida do fogo e não da cinza.

Deus é o pintor do universo... Que pena (...) que Deus não se tivesse dedicado à pintura de paisagens.

Há mais do que uma sabedoria, e todas elas são necessárias ao mundo; não é mau que elas se vão alternando.

A morte surgia-lhe como uma consagração de que só os mais puros são dignos: muitos homens desfazem-se, poucos morrem.

Prazer e sofrimento. Toda minha vida, defini o prazer e a dor como duas sensações vizinhas.

Peço-te humildemente, o mais humildemente possível, perdão, não por te deixar, mas por ter ficado por tanto tempo.

Quanto amargor fermenta-se no fundo da doçura, quanto desespero esconde-se na abnegação e quanto ódio mistura-se ao amor.

De todos os jogos, o do amor é o único capaz de transtornar a alma e, ao mesmo tempo, o único no qual o jogador se abandona necessariamente ao delírio do corpo.

Me destes tanto de ti nas pequenas coisas que me sinto quase no direito de esperar tua compreensão nas grande.