Poemas de Raul Seixas

Cerca de 221 poemas de Raul Seixas

Sempre estivemos mortos antes de nascer. Vivemos num curto período com a capacidade e a certeza que vamos voltar para a morte

Duas pessoas discutirem e não chegarem a uma conclusão igual, é a melhor prova de que cada ser humano tem o seu valor e identidade própria.

Sozinho em silêncio calado com uma pergunta na alma por que nessa noite tão calma o tempo parece parado?

Sentindo o barro no fundo do poço...
Que o Senhor me perdoe por tudo o que não fiz...
Por tudo o que fiz ...
Por tudo o que deixei de fazer...
Sou meio burro pra compreender a direção, Senhor!
Mude a minha sorte.
Me inspire.

Enquanto você
Se esforça pra ser
Um sujeito normal
E fazer tudo igual...

Eu do meu lado
Aprendendo a ser louco
Maluco total
Na loucura real...

Controlando
A minha maluquez
Misturada
Com minha lucidez...

Vou ficar
Ficar com certeza
Maluco beleza
Eu vou ficar
Ficar com certeza
Maluco beleza...

E esse caminho
Que eu mesmo escolhi
É tão fácil seguir
Por não ter onde ir...

Controlando
A minha maluquez
Misturada
Com minha lucidez
Eeeeeeeeuu!...
Controlando
A minha maluquez
Misturada
Com minha lucidez

Vou ficar
Ficar com certeza
Maluco beleza
Eu vou ficar
Ficar com certeza
Maluco beleza
Eu vou ficar
Ficar com toda certeza
Maluco, maluco beleza...

Carpinteiro do Universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do Universo inteiro eu sou.

Não sei por que nasci
pra querer ajudar a querer consertar
O que não pode ser...

Não sei pois nasci para isso, e aquilo,
E o inguiço de tanto querer.

Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do universo inteiro eu sou.

Humm...Estou sempre,
pensando em aparar o cabelo de alguém.
E sempre tentando mudar a direção do trem.
À noite a luz do meu quarto eu não quero apagar,
Pra que você não tropece na escada, quando chegar.

Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do universo inteiro eu sou.

O meu egoismo, é tão egoísta,
que o auge do meu egoismo é querer ajudar.
Mas Não sei por que nasci
pra querer ajudar a querer consertar
O que não pode ser...

Não sei pois nasci para isso, e aquilo,
E o enguiço de tanto querer

Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do universo inteiro eu sou.

Carpinteiro do universo inteiro eu sou (Ah eu sou assim!).
No final,
Carpinteiro de mim!

Eu prefiro ser essa metamorfose âmbulante,
do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo...
Sobre o que é o amor, sobre o que eu nem sei por que.

Raul Seixas

Nota: Trecho da música "Metamofose Ambulante" de Raul Seixas

Querer o meu
Não é roubar o seu
Pois o que eu quero
É só função de eu
Sociedade alternativa
Sociedade novo aeon
É um sapato em cada pé
É direito de ser ateu
Ou de ter fé
Ter prato entupido de comida
Que você mais gosta
É ser carregado, ou carregar
Gente nas costas
Direito de ter riso e de prazer
E até direito de deixar
Jesus Sofrer

É a escada do seu velho sonho
Que vai dar sempre onde começou
É a chave do maior poder
Que não vale um chiclete
Que alguém mascou, mascou

‎"Ninguém tem o direito de me julgar a não ser eu mesmo. Eu me pertenço e de mim faço o que bem entender."

"Eu não sou louco, é o mundo que não entende minha lucidez..."

Inserida por andys2

Quem não tem colírio usa óculos escuros
Quem não tem filé come pão e osso duro
Quem não tem visão bate a cara contra o muro

Raul Seixas

Nota: Trecho da música "Como Vovó Já Dizia", composta por Raul Seixas e Paulo Coelho

Inserida por pensador

"Aprende a amar-te profundamente.
Assim quando te julgarem,
Não serás vítima do medo e assim
Poderás entender aqueles que não sabem."

Inserida por AlexandreSeixas

⁠É você olhar no espelho
Se sentir
Um grandessíssimo idiota
Saber que é humano
Ridículo, limitado
Que só usa dez por cento
De sua cabeça animal
E você ainda acredita
Que é um doutor
Padre ou policial
Que está contribuindo
Com sua parte
Para o nosso belo
Quadro social
Eu é que não me sento
No trono de um apartamento
Com a boca escancarada
Cheia de dentes
Esperando a morte chegar

Inserida por Vinijs

"Não adianta, perguntas não valem nada
É sempre a mesma jogada
Um emprego e uma namorada
Quando você crescer."

Inserida por AlexandreSeixas

"Acredite que eu não tenho nada a ver
Com a 'linha evolutiva' da música popular brasileira
A única linha que eu conheço
É a linha de empinar uma bandeira."

Inserida por AlexandreSeixas

"Mas é que lá em cima
Lá na beira da piscina
Olhando os simples mortais
Das alturas fazem escrituras
E não perguntam se é pouco ou demais."

Inserida por AlexandreSeixas

"E ele falou simplesmente
'Destino é a gente que faz'
Quem faz o destino é a gente
Na mente de quem for capaz."

Inserida por AlexandreSeixas

“⁠Ligo o rádio e ouço um chato
… Que me grita nos ouvidos
Pare o mundo que eu quero descer
Olhos os livros na minha estante
… Que nada dizem de importante
Servem só pra quem não sabe ler”

Deus não vai te ajudar.
Tudo tem que continuar.
Você tem voz pra gritar, gritar!

Inserida por AlexandreSeixas

"Não estamos aqui para sofrer.
Isso só depende de você.
Olha, a vida não vai te esperar."

Inserida por AlexandreSeixas