Frases de Amor de Freud

Cerca de 18 frases de Amor de Freud

Cães amam seus amigos e mordem seus inimigos, bem diferente das pessoas, que são incapazes de sentir amor puro e têm sempre que misturar amor e ódio em suas relações.

Sigmund Freud
2.1 mil compartilhamentos

Como fica forte uma pessoa quando está segura de ser amada!

Sigmund Freud
9.4 mil compartilhamentos

Em última análise, precisamos amar para não adoecer.

Sigmund Freud
1.8 mil compartilhamentos

Fica-se muito louco quando apaixonado.

Sigmund Freud
1048 compartilhamentos

Nós nunca somos tão desamparadamente infelizes como quando perdemos um amor.

Sigmund Freud
379 compartilhamentos

O instinto de amar um objeto demanda a destreza em obtê-lo, e se uma pessoa pensar que não consegue controlar o objeto e se sentir ameaçado por ele, ela age contra ele.

Sigmund Freud
393 compartilhamentos

Estar apaixonado é estar mais próximo da insanidade do que da razão.

Sigmund Freud
1.2 mil compartilhamentos

Todo tratamento psicanalítico é uma tentativa para libertar o amor recalcado.

Sigmund Freud
616 compartilhamentos

A Psicanálise é, em essência, uma cura pelo amor.

Sigmund Freud
645 compartilhamentos

As pessoas ficam muito loucas quando apaixonadas.

Sigmund Freud
285 compartilhamentos

Quem não ama adoece!

Sigmund Freud
438 compartilhamentos

O amor é cura, mas também é loucura!

Sigmund Freud
1.7 mil compartilhamentos

Devemos começar a amar a fim de não adoecermos e estamos destinados a cair doentes se, em consequência de frustrações, formos incapazes de amar.

Sigmund Freud
179 compartilhamentos

As neuroses são determinadas pela história de amor do indivíduo.

Sigmund Freud
419 compartilhamentos

Precisamos amar para não adoecer.

Sigmund Freud
55 compartilhamentos

⁠⁠Argumentos não têm valia alguma contra as paixões humanas

Sigmund Freud

No auge do sentimento de amor, a fronteira entre ego e objeto ameaça desaparecer.

Sigmund Freud
10 compartilhamentos

O investimento libidinal em um objeto não eleva a autoestima. A dependência ao objeto amado tem como efeito a redução daquele sentimento: uma pessoa apaixonada é humilde. Um indivíduo que ama priva-se, por assim dizer, de uma parte de seu narcisismo, que só pode ser substituída pelo amor de outra pessoa por ele.

Sigmund Freud