Frases Célebres de Anatole France

Cerca de 102 frases Célebres de Anatole France

A religião prestou ao amor um grande serviço, fazendo dele um pecado.

Preferi sempre a loucura das paixões à sabedoria da indiferença.

Agradeço ao destino por ter-me feito nascer pobre. A pobreza foi-me uma amiga benfazeja; ensinou-me o preço verdadeiro dos bens úteis à vida, que sem ela não teria conhecido. Evitando-me o peso do luxo, devotou-me à arte e à beleza.

Não tenho ilusões sobre os homens, e, para não os odiar, desprezo-os.

Antes de ter amado um animal, parte da nossa alma parmanece desacordada.

A mulher alimenta-se de carícias, como a abelha das flores.

É acreditando nas rosas que as fazemos desabrochar.

Duvidemos até mesmo da própria dúvida.

Considero o conhecimento de si mesmo como uma fonte de preocupações, de inquietações e de tormentos. Tenho-me frequentado o menos possível.

Mais vale compreender pouco do que compreender mal.

As mulheres e os médicos sabem bem como a mentira é necessária aos homens.

Muito aprendeu quem bem conheceu o sofrimento.

Na noite onde todos estamos, o sábio esbarra com a parede, enquanto o ignorante fica tranquilamente no meio do quarto.

Sabendo sofrer, sofre-se menos.

O que seriam os desertos da vida sem as brilhantes miragens dos nossos pensamentos!

Não há governos populares. Governar é descontentar.

O homem não crê no que é, crê no que ele deseja que seja.

De todas as escolas que frequentei, a da rua, foi a que me pareceu melhor.

Só os homens que não se interessam por mulheres interessam-se pelas suas roupas. Os homens que realmente gostam de mulheres nem percebem o que elas estão a usar.

Sem se iludir, a humanidade pereceria de desespero e de tédio.