Italo Goulart de Oliveira: Reflexão do dia: "Não, vá por...

Reflexão do dia:
"Não, vá por favor!"
"Não vá, por favor!"
Em nossas vidas, muitas vezes interpretamos situações com impulsivamente, e reagimos de forma que nos arrependemos posteriormente, tudo por não de analisar tranquilamente o que, de fato, sucedeu-se.
Tomando como exemplo as 2 frases iniciais, vemos que uma única vírgula dá sentido absolutamente opostos ao que se é dito.
O entendimento ainda poderia ser diferente se, as mesmas frases, estivessem num contexto de uma frase, um texto, ou ainda dentro de uma história.
Isso ainda não é tudo, afinal, dizemos algo que, minutos ou anos mais tarde, contradizemos.
Sábio o ser que dá tempo do outro pensar no que fez. Permitir que o outro, caso volte atrás, seja possível o entendimento.
Caso contrário viveríamos numa guerra intermitente, numa selva, como animais, na qual o mais forte fisicamente levaria a melhor.
Da mesma forma que todos já passamos por situações nas quais gostaríamos muito de poder ser ouvidos mas, em razão de uma atitude anterior provocadas por nós mesmo, a pessoa ferida não nos dá ouvido. E assim o entendimento é jogado no lixo.
Sentimo-nos injustiçados, afinal, apesar de termos declarado qualquer que seja a afirmação, e ela foi entendida perfeitamente por quem a escutou, tal afirmação já não é mais verdade. O pensamento mudou.
No livro de nossa vida, então, escrevamos página por página, sem pressa ou impulso de chegar o fim. Afinal, podemos ser compreendidos, mal compreendidos ou ainda, podemos mudar de pensamento.
Mas, não há dúvidas de que: o final está em nossas mãos!

1 compartilhamento
Inserida por italogoulart