Clara Furtado: Às vezes a tal da carência, teimosa...

Às vezes a tal da carência, teimosa que só ela, bate, por mais autossuficiente que a gente se ache e por melhor que nos sitamos sós, com nós mesmos. E não é aqu... Frase de Clara Furtado.

Às vezes a tal da carência, teimosa que só ela, bate, por mais autossuficiente que a gente se ache e por melhor que nos sitamos sós, com nós mesmos. E não é aquela coisa exagerada parecendo dependência, mas aquela carência que nos fazer bico pedindo carinhosinho, naquele exato momento, de quem realmente amamos.

Mas ela aparece só para reafirmar um pensamento, o de que o que sentimos não é uma vontade qualquer. É vontade de exterminar essa carência, que sempre volta, com algo real e completamente verdadeiro, nada daquilo que já passou e que não era exatamente nada.

1 compartilhamento
Inserida por ClaraFurtado