AnjO poeta ( Igor Improta Figueredo): A ponto de me tornar poeta! Às vezes...

A ponto de me tornar poeta! Às vezes imagino que a única coisa inatingível em mim é a poesia, Não queria ser frágil por isso luto pela força. Sinto-me honrado e... Frase de AnjO poeta ( Igor Improta Figueredo).

A ponto de me tornar poeta!
Às vezes imagino que a única coisa inatingível em mim é a poesia,
Não queria ser frágil por isso luto pela força.
Sinto-me honrado em ser poeta, mas até mesmo esse dom,
Ou melhor, as características que temos por ter esse dom,
Trazem-nos um pouco de fraqueza, docilidade que é inútil no mundo em que vivemos.
É como se eu tivesse nascido tão fraco a ponto de me tornar poeta.

3 compartilhamentos
Inserida por anjopoeta