Carlos Júnior: E chorar já se tornou mais do que...

E chorar já se tornou mais do que normal, quando são as tuas fotos que eu estou vendo, aliás, admirando. Talvez um dia eu possa chegar a um conclusão ou alguém saberá exatamente o que me dizer quanto a sua ida, mas agora, me inconformo com tamanha adversidade. É irreal. Ninguém estava pensando nisso, muito menos preparado pra perder alguém como você, mas, são coisas que, infelizmente, acontecem nas vidas das pessoas. E na sua, precocemente, aconteceu por uma fatalidade. Sabe, sinto muita falta de falar com você no telefone, pela internet, enfim. Sinto saudades das palavras que você me falava, dos abraços quentes e aconchegantes que você me dava, dos olhares apaixonados, dos sorrisos bobos, das risadas altas, até das brigas me faz lembrar, tais essas que não custavam a terminar. Lembrarei por muito e muito e muito tempo daquele que chegou pra marcar a ferro quente na minha vida, e nem quero esquecer. Quero, por muito tempo, te sentir vivo em mim, no meu coração, na minha mente, nas lembranças ... Só quero que fique bem aonde estiver, porque onde estou, tenha certeza, lembro de você todos os dias, desde o dia em que te conheci, e bem sabes disso. Quero te encontrar, não sei ao certo quando, mas quero te ver e quero, novamente, te abraçar e te sentir junto de mim, por mais que agora não estejas fisicamente, ainda te sinto. Não entenda como "adeus" e sim como "até logo". Meu amor por ti não diminuiu, nem diminuirá, tenha certeza. Talvez até deve aumentar. Me protege de onde você tá, me ajuda a nessa caminhada caminhar. E lembre-se: eu nunca, nunca vou deixar de te amar.

1 compartilhamento
Inserida por carlosajunior