Pâmella Ferracini: Meu caminho O caminho continua ... O sol...

Meu caminho

O caminho continua ...
O sol já se põem a frente,
Não resta mais nada.
A luz se vai.

Guardo a lembrança do dia,
Pinto a minha alegria...
Choro a minha agonia
Da menina sem vida.

Em passos curtos, olhares longos,
Pele fina, coração em pulos.
A menina conta os dias.

Do desejo fixo a segunda vida,
Da dor de cada dia, ela cansou,
Cansou da vida, cansou da rotina
De caminhar a espera de um novo dia.

Pedindo ao céu ela chora,
Canta a chuva fina, do gosto doce de alguma autrora.
Sonha toda hora, a espera da magia da alegria.
Antes pouco, agora forte, a perda da base da menina
Que antes sua vida, agora sua morte.

1 compartilhamento
Inserida por PamellaFerracini