Gabi Fontoura: Hora de ir. Me deixe ir. Por favor, não...

Hora de ir.
Me deixe ir.
Por favor, não me peça pra ficar mais uma noite, mais uma hora, mais um minuto, mais um pouquinho...
Não me torture mais querendo aproveitar os ultimos momentos.
Não me peça pra ser sua...você já não é tão meu...se é que você já foi meu um dia.
Eu não posso mais, não suporto mais.
Te olhar na rua, e fingir que sou sua colega, sua amiga de bar.
Não aguento mais ter que sentir seu cheiro quando a gente dança, e fingir que isso não mais me afeta.
Por que eu sinto um calafrio correr no meu corpo. Eu sinto frio, eu estremesso quando vejo você por ai...
Não quero pensar que é temporário, quero acreditar que é pra sempre. E que de hoje em diante, vou fazer de tudo pra esquecer, e de fato vou, por que não haverá nenhum pedido de espera, nenhuma palavra de amor, nenhuma declaração. Nada. Só o que é importante: Você já não é meu.
A vida é tão cruel, tão injusta, mas como ouvi ontem, já não posso culpar a vida, nem Deus, nem você.
Eu sei que ninguém tem o dever de amar ninguém.
Se você já não me sente como antes, é melhor que acabe.
Eu entendo, tudo, absolutamente. Só não queria que fosse assim.
Mas já que é assim, me deixe ir, sozinha, quieta, em silêncio.
Me deixe chorar dois dias, dez dias, um mês.
Tenho certeza que as lágrimas valerão a pena.
Por que estarei chorando por algo que me fez bem, que me deu prazer e muita alegria.
Apesar de me sentir mal, um lixo, apesar de me sentir impotente, eu me sinto feliz, por ter tido você.
Por ter ganhado pedaços seus, por ter te conhecido do jeito que eu conheço.
E ninguém pode mudar o que eu sei sobre você.
Ninguém pode me tirar o que você me deu.

" O verdadeiro amor é aquele que acorda a alma e faz com que avancemos."

I miss you.
I miss you so much.

1 compartilhamento
Inserida por GabiFontoura