Juline Louise Thiem: Quanto tempo é preciso para entender...

Quanto tempo é preciso para entender que nada é como podemos definir nem ao alcance de nosso controle na verdade está tudo fora de controle, e quando a música clássica faz seu compasso em um fim de noite onde embora ele esteja sozinho lá em seu íntimo e que nada e nem ninguém pode tocar o seu verdadeiro sentimento, ele se confunde e já não sabe de quem foi seu coração, as perguntas perduram em sua cabeça assim como as respostas não estão ao alcance de quem não vê, eis aqui em breve deixando claro que tudo está em penumbras, eis um coração machucado, pelo amor, machucado pelo desejo confuso em todos os lados pede uma libertação de onde não existe, o corpo pede pois não responde a cabeça pensa alto e o que nos resta mesmo é a tentação carnal o libido, mesmo com o pensamento em outro lugar bem longe onde ele falou aquela noite com aquele tom de voz com a pessoa desconhecida que ao menos tinha esperança de que seria o tal coração, acalentador, perfuro cortante, quebrado e sem motivos para entender o que acontece dentro de si mesmo, eis sempre pensador que pode ser uma certa ilusão do próprio coração eis ciúme mais pena algo misturado se pudesse misturar os três!, Coração, carne e razão seria uma junção perfeita e se cada um tivesse o seu próprio controle do que sente, ou melhor, controle dos seus sentimentos em relação de tudo e a todos seria igual ao menos uma vez, teria que entender o porquê e o do que de tudo que nem mesmo ele sabe explicar o pobre coração, dilacerado de dúvidas e incertezas, sendo libertado ou não seria ao certo talvez se recuperar nas trevas da solidão ou seria ao certo se recuperar como mamãe dizia que salva-se um amor com outro, passa-se vários amantes de várias formas e maneiras distintas se pudéssemos pegar um pedaçinho de cada um das partes boas e ruins e fundir apenas uma perderia sua personalidade, perderia sua essência inicial, eis a questão de um breve coração confuso

1 compartilhamento
Inserida por julinelouisethiem