Thayna Amanda: Eu tentei entender diversas vezes porque...

Eu tentei entender diversas vezes porque vivia aquela vida que não era minha porque eu estava ali naquele lugar caída e chorando. Porque eu estava ali olhando praquelas pessoas Eu estava tendo um ataque de pânico mais ninguém me ajudava as pessoas só me olhavam amedrontadas E aquilo me deixava ainda mais com pânico eu pensava como vou levantar daqui e encarar essas pessoas .Vão achar que eu sou louca,ou que era apenas uma brincadeira minha.Não eu não estou brincando pra uma pessoa que vive com a síndrome do pânico não é nada fácil cair na rua assim com todos sorrindo e brincando com a minha cara e depois levantar como se nada tivesse acontecido ignorando tudo o que as pessoas dizem tais como:Ela é louca,coitada,tomem cuidado com ela.Eu só precisava ser levada pra casa deitar um pouco e chorar que é o que eu sempre faço.Mais as pessoas insistem em me chamar de coitada,de louca e dizer que eu preciso de cuidados.É só quem tem a síndrome do pânico sabe o que é conviver com isso.Correr com medo das pessoas,com medo da vida,dos amores.Não é nada fácil.Eu só queria ser uma pessoa normal poder sair sem pânico,queria ter amigos verdadeiros sem ter vergonha de sair comigo por conta da síndrome.Calma gente eu não sou louca eu sou uma pessoa normal quero dizer quase normal.As vezes eu acho que a minha síndrome é a minha melhor amiga.Ela tá sempre comigo nunca me abandona e me faz chorar sempre.Essa síndrome não me abandona!!! Mais eu preferiria viver só se a síndrome fosse a única companhia do ser humano. Eu não precisava dela mais ela precisava de mim ela precisava me consumir ela precisava tomar conta dos meus sorrisos e eu nunca resistir a isso nunca fui mais forte que a síndrome sempre me deixei levar quando ela resolve visitar só se pode sentar e chorar ou então chorar e correr feito louca gritando e com medo de tudo.Eu precisava me livrar da quilo mais eu não conseguia...A síndrome é sempre mais forte do que eu.Eu não consigo dete-la.

1 compartilhamento
Inserida por Thaynaamanda