Jéssica Barreto: O drama personificado de uma maneira que...

O drama personificado de uma maneira que nunca vi antes. Diz que vai sumir, que não quer mais te ver, mas está ali , do outro lado da porta esperando você ir atrás. Ciumenta ciumenta ciumenta, assim, repetitivo, como se não houvesse amanhã. Não fale mal das coisas que ela gosta, nunca , pode se arrepender por isso, ela não segura a língua. É única, parece que ninguém nunca foi antes dela. Escreve como ninguém, como eu, como ela. Se transforma em palavras e você nem percebe. Não consegue fingir, explode, se esconde. É carente, nossa, e como é carente. Tem mal gosto pra amizades, meio gosto pra música, uma percepção inconfundível. A voz ? Esquece, você não vai aguentar ficar muito tempo sem ela depois que ouví-la. Não pega no pé, ela te chuta. Cuida, que ela te ama. É linda, é chata, é doce, é meio amarga, é embalagem embrulhada, dessas que rasga se não abrir com cuidado. Extrema e irredutivelmente teimosa, irresistível. Só conquiste-a, todos os dias, e não esqueça de levar os lenços, tenho certeza de que vai precisar.

1 compartilhamento
Inserida por jessicabarreto