Pâmela Teodoro: Enfim, cabe-se o fim. Então chega o que...

Enfim, cabe-se o fim.

Então chega o que tanto pedi e desejei nos momentos de angústia e de mudança. Um pra lá, outro pra cá; onde prevalecesse a DISTÂNCIA. Ambos com novos amores, ambos felizes, ambos MAIS felizes.
Parece que insistir no erro que no fundo agrada já não faz sentido. Agora tudo parece estar indo para seu devido lugar, tudo se encaixando. Assumo que me causa um certo "gelo" por dentro, saber que chegou o tão esperado FIM.
Dizem que as lembranças quando não compartilhadas com mais alguém que vivera o momento, se dispersa com mais facilidade. Me dói "cair na real" que tudo que passamos e acreditamos, realmente não terá mais sentido; as canções, os filmes, as historias e os cheiros com o tempo não vão mais trazer recordações, e realmente, eu não queria esquecer!
Com o passar do tempo a gente aprende muito; tudo tem dois lados ou até três, que amores verdadeiros não são eternos, as vezes são! Que raiva passa e afeto não.
Machuca pensar que talvez eu suma de suas lembranças, ou talvez você desapareça de minhas recordações.
Você não foi quem mais me fez bem, mas era com quem eu mais me sentia bem sem olhar para o lado de fora, pois meu mundo era você. Hoje vejo que você não é a melhor pessoa do mundo e que nossas semelhanças SE ATACAM! Por mais que eu não estivesse satisfeita com o resto, eu tinha o seu amoor! Sinto falta de quando somente o amor já me bastava.
O que tivemos é indescritível e eu jamais consegui entender.. Se hoje escrevo sobre você
é porque por mais que seja preciso
estou com medo de que você esteja sumindo de dentro de mim.

11 compartilhamentos
Inserida por pamelateodoro