Hozana Teixeira - A dreamer defeated: “A morte me abraça com força:...

“A morte me abraça com força: Aprendendo a viver.”: Já sentiu como se tudo estivesse voltado a um objetivo? E se este não fizesse parte da sua lista de metas a cumprir? Você desistiria de todos os seus itens da lista, apenas por alguém que aparece depois e que você sente ser seu dever cumpri-lo?
Quando aparece alguém que, por mais longe que este esteja sempre está contigo. Neste instante você percebe que essa pessoa é muito mais do que você possa precisar? Fecha seus olhos com força e quando os abre, volta a sua realidade comum, sua rotina monótona. Nota que essa pessoa toma conta de sua vida, e sempre que não espera se depara pensando nela.
Quando você consegue sentir a presença desta pessoa ao seu lado. Enquanto faz algo que ambos gostam de fazer, enquanto está sozinho, enquanto está vazio. Resolve fazer algo para se distrair, mas parece que tudo esta ligado a ela.
Esta pessoa não sente o mesmo: você descobre em um dia qualquer. Este dia se transforma no pior de sua vida, o céu fecha no mesmo momento, a tempestade bate com força no telhado. Você seria capaz de recusar esta chuva, totalmente de acordo com seu interior? Corre para o lado de fora de casa, olha para o céu: nuvens escuras e água caindo com força. Começa a gritar – lágrimas escorrem em sua face. Grita o nome dela tão alto, acreditando que ela ouça. Sua dor é uma demonstração de fraqueza, é inútil. Ela não sente o mesmo – tenta acreditar, nada.
Corre para a cama –molhada –, fecha os olhos com força enquanto repete baixinho: Acorde agora. – Não funciona, aumenta o tom de voz: – Vamos acorde. – Também é em vão. Quando você percebe, já está gritando e aos prantos morrendo: – Vamos sua desgraçada! Acorde desse pesadelo e vai pra sua vida! VAMOS! – Percebe o que faz consigo mesma e levanta. Corre até a máquina de escrever, liga seu rádio de pilha. Uma voz fraca e dolorosa conversa contigo em silêncio. Silêncio, pois é tudo o que ouve. Sua voz tímida começa a invadir sua mente, uma lágrima é derramada sobre a folha em branco. Fecha seus olhos com força e escreve:
“A morte me abraça com força: Aprendendo a viver.”

1 compartilhamento
Inserida por Hozanateixeira