Ana Victoria Maluf Alves: As borboletas na barriga não são por...

As borboletas na barriga não são por acaso.
Chega a ser coercitivo essas borboletas que se rebatem, sem espaço, toda vez que penso em te ver, que estou a dois passos de você, como numa rotina compulsiva e contínua, elas tomam conta da minha alma. Me tiram a concentração, me fazem transpirar e locais estratégicos, e lá vem meu pensamento, estou amando. Imperceptivelmente, saio do meu corpo por alguns segundos, me desconectando totalmente deste mundo, pequenos segundos e que rapidamente são faiscados e me fazem voltar a realidade, como um fogo que precisa ser apagado. É imensurável este sentimento, que vai de ponta a ponta do coração, me sufocando sem ter a intenção;
Apenas não quero conjugar as palavras no pretérito, que hoje, estão no presente. Faço promessas para mim mesma, chega a ser extenuante mas tentarei seguir em frente, equilibrando esses dois lados e fazer isso acontecer. E posso jurar, que tudo isso pode estar sendo correspondido, então que desencadeie esse sentimento, para não me fazer mais esperar, viver ao seu lado e aproveitar cada segundo.

1 compartilhamento
Inserida por viicmaluf