Kátia Cristina Navarro Ferrari: CONSCIÊNCIA NEGRA Consciência... acho...

CONSCIÊNCIA NEGRA
Consciência... acho que ainda estamos muito longe dela!
Ainda somos muito cruéis e imaturos. Não conseguimos lidar com a nossa inevitável impotência diante da existência e com o nosso insignificante lugar no mundo. Para nos afirmarmos e criarmos potência, muitas vezes usamos de subterfúgios. O preconceito é um deles.
Como arrogantes e onipotentes, construímos um mundo imaginário, feito de castelos de faz de conta, que nos servem de proteção daquilo que abominamos em nós mesmos. Na realidade, usamos, humilhamos, escravizamos nossos irmãos negros, com o intuito de nos convencer de nossa superioridade, talvez mais do que isso, através da escravidão, tentávamos acorrentar aquilo que de pior gritava em nossos corações.
E sabe do pior... acho que o pior continua gritando! Não conseguimos ainda nos libertar das correntes e continuamos a escravizar esses nossos irmãos através do preconceito. O preconceito racial nos exime da culpa que temos, pois ao praticá-lo, externá-lo, visamos reafirmar que não estamos implicados, não somos culpados nem responsáveis pelos rumos e pela história que construímos e tecemos dia após dia.
Algumas coisas têm mudado... temos evoluído muito e muito rapidamente. Mas enquanto o preconceito existir, ainda existirá em nós resquícios de nossa incompetência em lidar com nós mesmos. Continuaremos sendo hipócritas e covardes.
Acredito sim na condição humana. Acredito na possibilidade de resgate da verdade, da dignidade. Acho que em algum momento dessa nossa história, poderemos nos olhar de fato de frente e nos reconhecer em todos os nossos irmãos! Nesse momento, vamos implorar perdão!

2 compartilhamentos
Inserida por tiferrari