Siomara Reis Teixeira: HOMEM MENINO No homem que se diz menino...

HOMEM MENINO No homem que se diz menino Um gentil cavalheiro, herdeiro da paz Inebriada, deixo as dores lá atrás Colorida surpresa, um real desatino Uni [verso]... Frase de Siomara Reis Teixeira.

HOMEM MENINO


No homem que se diz menino
Um gentil cavalheiro, herdeiro da paz
Inebriada, deixo as dores lá atrás
Colorida surpresa, um real desatino

Uni [verso] de [in] versos, descortino
Da mansidão doce, que envolve tenaz
A lírica ternura do canto, audaz
Incita desejos, com olhar de felino

Exposta em resposta, a tudo imagino
Urgente meu corpo, suplica mordaz
Atiça e provoca; vem ser inquilino

Pertinaz, me mostra teu ser libertino
O prazer delirante em apetite voraz
Esqueça a candura, te quero ferino

2 compartilhamentos
Inserida por siomarareisteixeira