Raphaela Bianchi: Ás vezes, eu fico pensando no que se...

Ás vezes, eu fico pensando no que se passa na mente de todos os seres humanos, ou até mesmo porque alguns chegam a cometer loucuras inacreditáveis, seria as circunstâncias da vida? Ou porque nasceram mesmo com certos problemas mentais? Eu costumo pensar sobre várias coisas ao mesmo tempo, e por segundos quem acaba ficando doente sou eu. Como vou tentar entender o funcionamento do cérebro de outras pessoas sem ao menos entender o meu? Como vou tentar me colocar no lugar de outras pessoas, sem ao menos saber onde é o meu? Como poderei tentar entender a existência de cada ser humano no planeta, sendo que eu também não sei o que faço aqui! Tantas perguntas sem respostas, talvez um pequeno caso para refletir. Os professores, costumam dizer que o meu cérebro é um pouco avançado para minha idade (14 anos). De certa forma, há pessoas que também procuram estudar o meu pequeno cérebro, porém eu acho que não há nada de avançado. Esse avanço, seria ser uma garota quieta e que observa tudo o que acontece entre todas as pessoas, e logo começo a refletir, e por sinal, surge uma caneta e um caderno e essa é a hora em que essa garota começa a escrever, até que não são coisas toscas, é apenas o que essa garota (eu) penso, alguns dizem que é um pensamento ótimo para uma garota como eu, outros concordam em ser um cérebro avançado. E eu continuo não concordando com isso, pode ser que eu esteja errada por não ouvir quem já viveu mais do que eu, e que parece conhecer bem as pessoas.

1 compartilhamento
Inserida por bianchraph