África precisa de África Ecou no fundo... Rafael Santos Insta:...

África precisa de África


Ecou no fundo do navio negreiro
O grito do guerreiro negro, brandou
Foi um grito de dor e lamento que ecou

Dentro do mocambo
O negro se refugiou
Foi se o tempo de chibata
Correntes e amarras
Foi se o tempo da desgraça
O negro se libertou
Foi se o tempo de lamento
A liberdade por fim chegou

Libertou-se do branco Europeu
Aquele que se achou superior
Libertou-se da igreja que lhe catequizou

Foi roubado de sua terra
Foi levado o ouro e prata
Foi levado seus filhos e amada
Foi tirado a dignidade e liberdade
Foi tirado medicina e engenharia
Foi tirado o seu culto oculto
Lhe impuseram o cristianismo
Como remédio contra sua cultura

Ecou no fundo do navio negreiro
O grito do guerreiro negro, brandou
Foi um grito de dor e lamento que ecou

A África é dos africanos, chega de branco
Já chega de tanta interferência e truculência
Conquistamos independência com sangue e vida
Vida inocente ceifada pela ganância branca
Sangue negro que regou a terra
Sangue negro que atravessou o continente
Vida negra que morreu longe da sua terra
Vida negra que foi tratada com desprezo

Chega de interferência
África precisa de África

Inserida por Rafiq