Giovane Silva Santos: Detalhando 42 anos (Salmo 16 de Giovane...

Detalhando 42 anos
(Salmo 16 de Giovane Silva Santos)

1)
Senhor, senhor, é com temor que realço meu olhar a ti.
Reconheço o quanto é maravilhoso para este mundo.
Tua misericórdia visita gerações.
Teus feitos estão aos lados e cantos, por debaixo e acima.
Meus irmãos tem contemplado felicidade e isso me alegra.
Mesmo que o berço é carente faz o senhor nascer uma robusta árvore.

2)
Porém senhor levo minhas queixas.
Embora possa ser que eu não mereça seu favor.
Ainda que diariamente meu coração e mente se debruça no pecado.
Ao acaso sou eu assim tão medíocre senhor?
Contemplo uma resposta da parte do espírito da certeza.

3)
O sonho deste teu filho é ser favorecido com seu olhar de amor.
Pois o inimigo tem prevalecido em minha vida desde meu berço.
Esse causador de intrigas espreitou a visitar o lar dos meus pais.
Contendas e dissensões corriqueiramente.
No grau mais prazeroso da juventude fui tentado pela malícia.
O constrangimento frustrante da interrupção de realizações.
O inimigo prosseguiu triunfando causando desarmonia no relacionamento.
O pai, estou confessando a ti para que reconheça através da minha voz o que já tem na certeza.

4)
Pese me na balança da misericórdia senhor.
Neste lar não há um cantinho para teu filho?
Quando a dor da enfermidade ofuscou o seguimento de vida.
O maligno atentou contra minha paz, perturbou o espírito e aflito ficou meu coração, a mente perturbada.
Seja de qual forma este atentado cruel e violento, seja ele tecnológico ou investidas de macumbaria, inveja ou demais fontes oriundas de força desproporcional.

5)
Clamo por ti senhor, a que o endereço do seu entendimento e justiça caiba no meu compreender, para que não sobrecaia a ignorância em minha vida.
Tu conheces minhas necessidades, capacidades, meus passos, minha foça e fraqueza.
Rogo em nome de Jesus, consolador, adentre em o espírito do senhor, a certeza e transparência para que eu não confunda.
Faz prevalecer tua mão e teus olhos para que eu não tropece nas vias de engano do perverso.
Senhor, senhor, sem ti, não mais existo.

Inserida por giovanesilvasantos1