Tiago Amaral: A sociedade não me julgue, sociedade...

A sociedade não me julgue, sociedade não me prenda, sociedade não me amarre. Sou livre... sou livre como sempre fui. Livre e louco na imensidão cósmica do acaso... Frase de Tiago Amaral.

A sociedade não me julgue, sociedade não me prenda, sociedade não me amarre. Sou livre... sou livre como sempre fui. Livre e louco na imensidão cósmica do acaso. E todos aqueles pinhos de concretos se contorciam em um espasmo nos músculos de suas entranhas. E a sim formava-se a imagem bem construída de uma decadência na linha do horizonte que não podia ser vista. Escondidas atrás dos pinhos de concretos.

1 compartilhamento
Inserida por TiagoAmaral