Embarcação de carvalho ou cerejeira... R. Matos

Embarcação de carvalho ou cerejeira Não importa o destino será análogo Da terra mãe vassalos captar Para no outro Lado do continente aportar Acaso fortuno terá ... Frase de R. Matos.

Embarcação de carvalho ou cerejeira
Não importa o destino será análogo
Da terra mãe vassalos captar
Para no outro Lado do continente aportar
Acaso fortuno terá durante meses se sobreviver
No fundo desses baús
Pelas torrentes do imenso mar
Vai a navegar
Pestilências e tormentos diante âncoras e velas
Sangue e suor alheio pelo chicote nos porões
Desdém precário, móvel navegante insalubre
Por suas vigas de madeira presenciou
O terror que o homem pode impor a outra cor
Jovem negra guerreira que debaixo do alçapão ajoelha
Clamar e pede com devoção a santa proteção
Que vareia certo pelo mar se esquivando dos calhaus
Que um dia possam nunca mais usar estas naus.

1 compartilhamento
Inserida por rmatos