R. Matos: O que dizer, é como dizer do que você...

O que dizer, é como dizer do que você acha que entende
Mais quanto mais você conhece, admira e observa mais fácil de amar
Seja mãe, filha, irmã, amiga apenas feminina sempre tem em um olhar o dom de ensinar
A única que tem o dom de conceber a luz aos pequeninos, elas sabem a dor
Também um amor sem tamanho ao ver os mesmos crescer
Se forma ali um cordão umbilical, eterno será sua ligação da criação até sua extinção
Pouco foi fazer de apenas um dia do ano, como teu faltariam calendário séculos para expressar nossa gratidão
Flores invejam teu cheiro, aves comtemplam seu cantar, o sol aprecia seu brilhar
O mar se encanta com seu balançar, as árvores comtemplam seu esplendor
A lua se espelha nos seus olhos, coração angelical que faltem estrelas no céu alcândor
Flor que se abre nós seios da humanidade, sustento de paz inteligência e benevolente
Seja firme em sua missão conduza seus filhos, infindavelmente valente
Frágil e forte com capacidade de encantar em uma só pessoa, espada forjado com a força de deus
Couraça da dignidade proteção dos pobres e baldos, não temas seus inimigos eles não podem
Eles têm medo de sua coragem, a barreira que a por trás de tanta fragilidade
Felizes somos a gente, que tem a oportunidade de venerar, seus ensinamentos e até corretivos
Na verdade, não se sabe, e acho isso uma certeza, sem vocês não seria possível nesse mundo ser ativos
Razão de paixão do apaixonado, melhor fonte de inspiração do poeta não há
Combine comigo a sua forma de se fazer apaixonar, me dê o crachá para seu coração
Me ensine a lhe encantar da mesma forma que fui domado, permita que possa abrir os braços com tanta naturalidade só para ti conquistar
Se eu ti entendesse saberia que cada uma independente de raça, cor, ou anatomia tem seu valor
Não despreze só porque ela não faz seu tipo, ela sabe que no fundo que ela não nasceu para amar alguém e sim alguém amá-la
Que eu um dia possa ter o prazer e á auréola de ter a oportunidade expressar mais em que palavras minhas sinceras condolências a sua existência
Bendito foi quem ti criou, e felizes são os que doutrino, obrigado por você sofrer e chorar juntos com a gente, o desprezo dos poucos que machucam sua pele, mal sabem eles o que e destruído hoje e reconstruído mais forte amanhã.

1 compartilhamento
Inserida por rmatos