Graça Leal: Ser normal e ser real é ter a...

Ser normal e ser real é ter a consciência, e a liberdade, de estar numa vida pintada tanto com as mais variadas cores quanto de preto e não se deixar deprimir nem se lamentar por isso. É não odiar o preto, o cinza e o marrom que se farão necessários em alguns longos dias ou em eventuais momentos do caminhar. É ter sempre em mente que o sol, por necessidade, não aparece todos os dias, que o arco-íris eventualmente se apresenta, porém sempre depois da chuva, mas acima de tudo é não esquecer que a noite, inevitável e ininterruptamente, bate seu ponto para nos lembrar que apesar dela o dia existe e que ela, apesar de escura também pode chegar iluminada, acompanhada das estrelas e sob a vigília da lua, e que este ilustre luzir só não surtirá efeitos mais vibrantes sobre a terra, porque o homem precisou, devido ao concreto, exagerar na luz artificial.
Ser normal e ser real é entender que a luz e a sombra são os recursos ofertados pelo universo para servirem de referência para a vida nas suas mais diversas formas de brilho.
Saibamos dormir bem, acordar bem, viver bem, colorir bem o branco da vida e deixar cintilar o breu tão necessário para a nossa existência.

1 compartilhamento
Inserida por Gracaleal