Guibson Medeiros: Sede. É dos olhos que deságua todo...

Sede.

É dos olhos que deságua
todo pranto do sertão
que sofre sem sentir mágoa
da dor que maltrata o chão
que enxerga num pingo d'água.
o destino de cada irmão.

1 compartilhamento
Inserida por GVM