Sandra Ceolin: Estou na fila do mercado e um senhor...

Estou na fila do mercado e um senhor atrás de mim está levando flores. Minha primeira impressão é achar romântico. Depois bate uma certa tristeza.
Estou separada há cinco anos e desde então tive alguns namorados e romances, mas, de nenhum deles eu recebi flores. É nessa hora que bate a vontadezinha de chorar. Fico pensando se não sou merecedora. Fico me questionando se sou tão diferente dessa mulher que vai ganhar flores hoje à noite? Será que ela está sendo difícil de conquistar? Será que ela é melhor namorada, mãe ou mulher do que eu fui ou tenho sido? Será que ela é tão mais especial do que eu?
Meu aniversário é daqui a dois dias. Eu queria receber flores no meu aniversário. Acho lindo. É um gesto com significados demais na minha cabeça. Flores de verdade. Com cheiro. Na verdade eu quero mais do que receber flores. Eu quero me sentir amada.
Eu fui casada por muitos anos e durante o meu casamento ganhei flores algumas vezes. Sempre de uma maneira meio protocolar. No dia das mães principalmente. Acho que só no dia das mães. Nem romântico, nem especialmente afetuoso. Como eu disse, protocolar.
Não foi um casamento ruim. Foi um casamento comum, como tantos outros. Muitas vezes foi mais uma espécie de solidão a dois, sem muita cumplicidade ou afeto. Sei bem que o fato de ter um homem ao meu lado não ameniza esse sentimento de incompletude e solidão que eu sinto o tempo todo. Mesmo assim. Eu desejo ser amada.
Relações hoje em dia são todas muito soltas e tudo parece muito fácil demais. Parece que tem gente disponível de sobra. Basta baixar um app no celular, jogar pra direita e mach. Você acaba de encontrar amor verdadeiro por uma noite. Se cansar é só dar um delete na pessoa e partir de novo pro app. E assim as pessoas vão pulando de um relacionamento pro outro, sem nunca se entregarem de verdade a alguém.
Eu me apego. Eu me apaixono. Eu me recuso a ser só mais uma foto num app que vai ser deletada quando a pessoa se cansar.
Eu acredito no amor verdadeiro e na possibilidade de uma relação afetuosa entre adultos, com apoio mutuo, amizade e cumplicidade. Algo talvez mais próximo da amizade que daquele amor romântico de novela. Mas vivo quebrando a cara o tempo todo.
Enquanto esse amor que eu espero não chega decidi que vou voltar lá no mercado e comprar eu mesma as flores que eu mereço ganhar.

#EuPrecisavaDizerIsto

1 compartilhamento
Inserida por svasconcelos