Célia Cristina Prado: E se a tristeza bate à minha porta,...

E se a tristeza bate à minha porta, não deixo que se instale por muito tempo, é uma hóspede temporária. Aos poucos aprendi que a dor deve ser trabalhada e não c... Frase de Célia Cristina Prado.

E se a tristeza bate à minha porta, não deixo que se instale por muito tempo, é uma hóspede temporária. Aos poucos aprendi que a dor deve ser trabalhada e não cultivada. Paciência, otimismo e muita fé são essenciais durante essa estadia... E a certeza de que tudo passa, tudo mesmo, até mesmo aquilo que pensamos nunca mais acabar. Na certeza de que nada acontece por acaso e tudo tem um porquê prossigo o caminho, pois sei que lá na frente colherei os frutos da resignação de agora.

Célia Cristina Prado

1 compartilhamento
Inserida por CeliaPrado